Jaguar apresenta a segunda geração do sedã XF


Jaguar XF 2016 - 01Primeiro produto da “era atual” da Jaguar, XF se renova mantendo identidade, mas bebendo da fonte dos irmãos

Após voltar ao segmento de sedãs premium de entrada com o XE, a Jaguar tratou de renovar por completo o modelo que marcou o começo de sua era atual, o intermediário XF. Completamente revisto, o modelo teve sua mecânica alterada, utilizando cerca de 75% dos componentes em alumínio. Esteticamente, a marca preferiu manter a receita de sucesso do original, especialmente na dianteira, mas o renovado três-volumes tem sua personalidade. Ele chega será oficializado no Salão de Nova York, em abril.

Jaguar XF 2016 - 02

Em termos visuais, a dianteira faz a ponte entre as gerações. A grade ovalada está lá, maior na versão S, e os faróis irregulares ganharam sutil mudança nos contornos, ficando mais complexos internamente. Mais vincado e curvo, o capô não chega até a grelha nem encosta em toda a parte superior dos conjuntos ópticos.

Jaguar XF 2016 - 03

As laterais, apesar de não parecer à primeira vista, mudaram consideravelmente. A linha dos vidros deixou de remeter aos cupês e agora há vigias nas colunas C, alterando o corte das portas. Atrás, a barra cromada segue atravessando a tampa do porta-malas e invadindo as lanternas, mas estas ficaram mais retas, inspiradas no XE e no F-Type, e acompanham o corte do para-choque junto aos para-lamas. Outra mudança está na tampa do bagageiro, com abertura mais baixa, facilitando o manuseio da carga.

Jaguar XF 2016 - 04

Internamente, o XF segue mesclando plástico, alumínio e couro, com linhas ainda inspiradas no antecessor. No entanto, há um pouco mais de refinamento, principalmente na central multimídia e nos comandos de climatização. O quadro de instrumentos adota tela personalizável no lugar de mostradores analógicos e o volante, antes com acabamento plástico central, recebe miolo circular e material mais macio. O jaguar rampante volta a adornar o meio do aro, substituindo o felino ameaçante do modelo anterior.

Jaguar XF 2016 - 05

O porte do XF não muda. Apenas 0,8 cm menor, ele mede 4,95 metros de comprimento, sendo 2,5 cm mais baixo (1,43 m), mas com entre-eixos 5 cm maior (2,96 m). Abusando do alumínio, o sedã está entre 60 (tração traseira) e 120 kg (integral) mais leve, tendo contribuição da moderna família de motores. Falando nela, o XF traz o 2.0 da linha Ingenium em duas variações: com 163 cv/38,8 kgfm ou 180cv/43,9 kgfm, ambas com câmbio manual de seis marchas ou automática de oito. A segunda é a única caixa para os propulsores maiores: o 3.0 V6 de 380 cv/45,9 kgfm e o 3.0 V6 a diesel de 300 cv/71,4 kgfm.

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s