Justiça determina falência da Karmann-Ghia


A filial brasileira da Karmann-Ghia teve sua falência decretada pela Justiça na última quarta-feira (23). O veredicto foi dado pelo juiz Gustavo Dall’Olio, da 8ª Vara Cível de São Bernardo do Campo (SP), que julgou procedente a ação ajuizada pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em 28 de junho. A medida foi tomada pela entidade sob alegação de abandono da fábrica e descumprimento de obrigações trabalhistas.

Ultimamente, a unidade tupiniquim da Karmann-Ghia operava como fornecedora de ferramental pesado, prestando serviços para a Fiat. No entanto, interrompeu suas atividades em maio. No mesmo mês, funcionários ocuparam o local pedir que a empresa honrasse seus compromissos. O sindicato calcula que cerca de 600 operários, entre empregados em atividades e dispensados, ficaram sem receber salários e rescisões, respectivamente. A companhia teria negociado diversos acordos para parcelar os pagamentos, mas não os cumpriu. Com a falência, os antigos administradores deixam seu comando, que ficará a cargo de um administrador indicado pela Justiça para gerenciar a recuperação judicial e quitar os débitos.

 

Em operação no Brasil desde maio de 1960, a Karmann-Ghia é uma filial da original alemã. Por aqui, foi parceira principalmente da Volkswagen, em projetos como o SP2 e, claro, os modelos que levam seu nome. Também foi aliada da Ford na montagem do Escort XR3 conversível e da Land Rover, ao produzir o Defender em solo tupiniquim entre 1998 e 2005.

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s