Americana Lucid apresenta outro rival para o Tesla Model S


lucid-motors-air-01

Em todo setor da indústria, fazer sucesso atrai concorrentes. Foi assim com a aceitação de modelos como Audi A3, BMW X6 e Mercedes-Benz CLS, que marcaram a incursão das marcas em categorias até então inexploradas pelos rivais – ou que sequer existiam. A Tesla Motors também se insere neste padrão: criou veículos elétricos relativamente acessíveis e requintados, que não são raridade nas ruas da Califórnia, estado onde fica sua sede e um dos maiores incentivadores dos ecologicamente corretos. Além do Fisker Karma (hoje apenas Karma), outras companhias começaram a apostar em sua faixa de mercado. A última a prometer um adversário a altura é sua compatriota Lucid Motors, que agora exibe o sedã Air.

  Rival do Model S, principal produto da gama atual da Tesla, o Air buscará combinar alto padrão de acabamento com propulsão elétrica, como fazem as versões mais caras do vanguardista californiano. Suas linhas são ousadas, com a dianteira lembrando ligeiramente o Citroën C4 Picasso pelos faróis em LED envolvidos por friso cromado superior. No entanto, ele aposta em linhas relativamente sóbrias, sem vincos em excesso. A maior ousadia fica na traseira, com lanterna inteiriça e uma abertura do porta-malas um tanto exótica.

lucid-motors-air-02

Por dentro, há quatro assentos individuais. Os bancos traseiros podem ser reclinados em até 55 graus, assemelhando-se aos usados nas primeiras classes de aviões. Na frente, os passageiros controlam os sistemas de entretenimento, navegação e climatização por telas. O quadro de instrumentos também é composto por um visor digital. O aparelho de som conta com 29 alto-falantes. Ao que tudo indica, o Air desbancará o Model S em termos de conforto e acabamento.

lucid-motors-air-03A propulsão elétrica é feita com alimentação por dois pacotes de bateria opcionais, ambos fornecidos pela Samsung. O primeiro gera 100 kWh e é similar ao P100D, o mais potente do Tesla Model S. O outro rende 130 kWh, prometendo potência equivalente a 1.013 cv. Segundo a Lucid, o Air pode acelerar de zero a 100 km/h em 2,5 segundos, entregando autonomia de cerca de 650 km por recarga. A empresa ainda vai além: afirma que seu sedã pode rodar em modo completamente autônomo.

A promessa fica ainda mais ousada ao se anunciar o início da produção do Air: está previsto para o final de 2018, em uma planta exclusiva no estado americano do Arizona. Será mesmo que o sedã chegará às ruas em dois anos podendo circular sem a interferência direta de um humano?

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s