Renault-Nissan e Mitsubishi trabalham em elétricos


Nissan Leaf 2013 EuropaNissan Leaf

Após a fraude na homologação de consumo de seus carros no Japão (leia aqui), a Mitsubishi teve parte de seus ativos negociada com a Renault-Nissan (leia aqui) a fim de garantir sua sobrevida. Desde então, rumores sobre a atuação conjunta das companhias vem sendo ventilados. Agora, confirma-se a aposta do trio no ramo de elétricos. Somando suas vendas, eles têm potencial para se manter na liderança desta categoria, em termos globais, por bastante tempo.

renault-zoe-2017-europa-01Renault Zoe

Atualmente, a Nissan é a que tem o líder mundial de elétricos, o Leaf, com cerca de 250 mil unidades. No entanto, a de maior potencial é a aliada Renault, com uma gama maior e um compacto que aos poucos ganha espaço no mundo (Zoe). Já a Mitsubishi possui o híbrido recarregável em tomadas mais demandado do mundo, o Outlander PHEV. Somando as tecnologias, o trio tem armas suficientes para defender sua posição de liderança.

Mitsubishi Outlander PHEV

Pelos lados da Nissan, o Leaf tem alta demanda em Japão, Europa e EUA. Ela ainda dispõe da van e-NV200. Além do Zoe, a Renault tem o urbano Twizy, de dois lugares, e variações elétricas de Kangoo e Fluence. Todos têm preços acessíveis por um modelo de negócio diferente: a marca francesa aluga as baterias, deixando o valor de mercado mais baixo. De quebra, o sistema de baterias do Zoe garante um autonomia maior do que a do líder Leaf, superando os 400 km – o Nissan roda por cerca de 250 km por recarga.

Renault Twizy 2Renault Twizy

Considerando-se essa realidade, o caminho mais lógico é o desenvolvimento compartilhado. O jornal japonês Nikkei afirma que a próxima geração dos produtos do trio usará a mesma plataforma, modular, para dar sustentação a diferentes carrocerias e propostas. Motores, baterias e demais componentes também seriam comuns, variando a energia gerada, o conjunto de células e a potência também segundo a necessidade de cada veículo. O resultado seria a otimização dos componentes combinada a um corte de custos de produção significativo.

Chevrolet Bolt EV2Chevrolet Bolt

Neste sentido, a tríplice aliança também pode se concentrar em melhorar seus sistemas. Atualmente, alguns rivais têm superado os produtos das três, haja vista sua chegada recente. É o caso do novo Chevrolet Bolt, com baterias que têm o dobro da capacidade energética (60 kWh) de um Leaf, por exemplo. Além disso, a Toyota promete voltar a investir em elétricos e a Volkswagen, depois do Dieselgate, quer liderar o segmento de elétricos, contando com uma plataforma exclusiva para tais produtos (MEB).

volkswagen-id-concept-1Volkswagen ID Concept

Não por acaso, General Motors, Toyota e VW são as maiores montadoras do mundo. Com a soma das vendas, Renault-Nissan e Mitsubishi também brigariam no topo, inclusive ocupando um lugar no pódio ao superar os americanos. Assim, a briga fica aberta, ainda que por ora os franco-japoneses tenham vantagem.

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s