Marca de elétricos Karma fabricará na China


fisker-karma-atlantic-concept-02Fisker/Karma Alantic Concept

Nascida como Fisker, a marca de elétricos Karma enfim voltará a operar. Após descumprir cronogramas, fechar as portas e ser vendida para a asiática Wanxiang, a companhia mudou de nome e se reestruturou. Agora, recebeu autorização para construir uma fábrica na China, sua terra natal. O modelo a ser montado é o Atlantic, que surgiu como conceito em 2012.

fisker-karma-atlantic-concept-01Fisker/Karma Alantic Concept

Segundo informações da agência Reuters, a Wanxiang, maior fornecedora de autopeças da China, obteve aprovação da comissão de desenvolvimento do país para construir seu complexo. A planta terá capacidade anual para 50 mil veículos. Ainda não foi divulgada, porém, a data estimada para o início das atividades na unidade. O que se sabe é que o conceito Atlantic foi escolhido pelo design mais dinâmico e por não ter sido amplamente ligado à marca original.

Karma Logo

DA FISKER À KARMA

A Fisker foi fundada em 2007 por Henrik Fisker, designer automotivo que participou de projetos como Aston Martin DB9 e BMW Z8. Seu propósito era produzir veículos elétricos de luxo, algo parecido com o que faz a Tesla – mas com mais requinte. Foi quando se apresentou o sedã Karma, projetado pelo próprio criador da marca. Ao longo do tempo, a empresa começou a formar sua rede de lojas (leia aqui) e também adquiriu uma fábrica antiga da General Motors (leia aqui), em 2009. Em paralelo, enfrentou problemas com o desenvolvimento da versão definitiva do veículo, atrasando seu lançamento em várias oportunidades (leia aqui e aqui).

Fisker Karma - 01Fisker Karma “original”

Com os consecutivos problemas com desenvolvimento e entrega das primeiras unidades, o crédito da Fisker junto ao governo dos Estados Unidos minguou. A empresa justificou precisar de recursos estatais emprestados para poder dar continuidade ao projeto, mas recebeu negativas das autoridades americanas. Analistas apontavam para seu fim em 2012 (leia aqui). Dois anos mais tarde, a Wanxiang anunciou a compra da montadora (leia aqui).

Fisker Karma - 02Fisker Karma “original”

Foi só em 2015, porém, que os novos planos para a marca foram anunciados (leia aqui). A Wanxiang anunciou a mudança do batismo da empresa apenas para Karma, adotando o nome do primeiro e único produto da Fisker. A nomenclatura fora abandonada pelos problemas de imagem que já tinha, principalmente junto aos credores, todos pagos pela gigante asiática. Seu primeiro produto fora prometido para o final de 2016, mas houve novo atraso no cronograma. As baterias virão da companhia A123, adquirida pela Wanxiang em 2012 e que já era fornecedora da Fisker.

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s