¡Adiós, muchacho! 2016: A lista dos descontinuados do ano


Fiat Siena EL 2015

Outra tradição do ALL THE CARS: relembrar quais modelos foram descontinuados ao longo do ano. Aqui apontamos apenas os veículos que deixaram o mercado sem um sucessor homônimo, ou seja, descartando mudanças de geração. Em 2015, sete produtos saíram de produção (leia aqui). Em 2016, a lista foi mais recheada, principalmente pela renovação da gama Fiat. Confira abaixo quem saiu de cena ao longo deste ano.

Chevrolet Classic 2016 03

Chevrolet Classic – Um dos listados do ALL THE CARS no especial Os Modelos Mais Velhos do Mercado Nacional (leia aqui), o Classic enfim descansou. Nascido como Corsa Sedan no final de 1995, o modelo se manteve em produção como opção de acesso para famílias e também taxistas, vendo nascer e morrer o que era para ser seu substituto. Foi por isso que, em 2002, adotou o batismo Corsa Classic, usando somente o segundo nome a partir do ano seguinte. A última – e primeira, aliás – atualização profunda chegou às ruas em 2010. Foi descontinuado em agosto, deixando o site oficial da Chevrolet do Brasil em setembro (leia aqui).

Fiat 500 Cabrio 02

Fiat 500 – Na Europa, o 500 produzido na Polônia passou por uma reestilização em 2015 (leia aqui). Neste mesmo ano, do lado de cá do Atlântico, a Fiat do Brasil parou de importar a versão feita no México no Brasil. A falta de demanda (foram 1.037 vendas neste ano) e a alta do dólar seriam os principais motivadores (leia aqui). A marca afirma que o veículo não saiu de linha, tendo apenas suspensa temporariamente sua importação. No entanto, em sua tabela e no site oficial, o 500 conta somente com modelos da gama 2015, indicando que nenhum exemplar do compacto foi trazido pra cá ao longo de 2016.

Fiat Bravo 2015 Sporting 01

Fiat Bravo – Outro caso negado pela Fiat (leia aqui), que afirma ter suspendido as vendas apenas para ajustes de fábrica, o fim do Bravo também era algo esperado (leia aqui). Datado, o modelo não tem conquistado muitos adeptos: ao longo de 2016, foram pouco mais de 1.300 emplacamentos, menos de 120 unidades por mês, em média. O desempenho o coloca atrás do coreano Hyundai i30 e do argentino Peugeot 308. No site da Fiat, ele é um dos poucos a estar ainda na gama 2016. Considerando-se as práticas da marca, isso é um sinal de fim de vida.

Fiat Doblò Cargo 2014 01

Fiat Doblò Cargo – Os rumores acerca do fim do Doblò Cargo eram antigos. Eles se confirmaram no final do ano, com a saída do produto do site oficial da Fiat. O modelo tinha demanda baixa, acentuada com a chegada do novo Fiorino, que vai substituí-lo indiretamente. Lançado por aqui no final de 2001, ganhou uma mudança mais profunda apenas em 2009.

Fiat Ducato 2013 - 00

Fiat Ducato – O ano de 2016 estava acabando e parecia não haver mais surpresas. Mas no dia 20, às vésperas do Natal, a Fiat confirmou o fim do Ducato brasileiro (leia aqui). Montado pela parceira Iveco em Sete Lagoas (MG) desde 2000, ele teve sua produção interrompida e viverá de estoques durante os próximos meses. A nova geração será importada para cá, mas ainda não se sabe a origem: México ou Itália.

Fiat Freemont 2015 Brasil 01

Fiat Freemont – Como no caso do 500, o mexicano Freemont deixou de ser comercializado, ainda que a Fiat argumente ter suspendido temporariamente sua importação (leia aqui). Lançado por aqui em agosto de 2011 (leia aqui), ele praticamente não ganhou mudanças ao longo destes mais de cinco anos de mercado. Sem destaques, as vendas minguaram: foram 649 emplacamentos de janeiro a novembro de 2016, próximo do bem mais caro BMW X4 (637) e atrás de produtos como Jeep Cherokee (688) e Land Rover Range Rover (723), que não inclui as cifras do Evoque. A cereja do bolo: a próxima geração do Dodge Journey, do qual o Freemont deriva, passa a ser montada nos Estados Unidos, a partir do ano que vem.

Fiat Idea 2016 00

Fiat Idea – Outro modelo “suspenso para ajustes” (leia aqui), o Idea deve ter a morte confirmada em breve (leia aqui). O monovolume segue sem mudanças profundas e também consta como linha 2016 ainda no site da Fiat. Tal qual o Bravo, tampouco recebeu novidades ao longo dos últimos tempos. Segundo a Fenabrave, foram 3.019 emplacamentos até novembro, menos da metade da velha Weekend (6.337) e bem atrás até do Doblò na versão de passageiros (5.624). Como justificar continuar em linha?

Fiat Linea 2016 01

Fiat Linea – Outro que vai deixar o mercado em breve é o Linea (leia aqui). Mesmo com as negativas da Fiat (leia aqui), concessionários da marca não aceitam pedidos por ele há meses. O sedã é mais um da lista a não ter a linha 2017 no site oficial da montadora, indicando o fim. Seu substituto será o projeto X6S, previsto para meados do ano que vem.

Fiat Siena EL 1.0 2013 - 01Fiat Siena EL – O velho Siena, lançado em junho de 1997, enfim descansou. Um dos mais antigos carros em oferta no Brasil, ele foi descontinuado em outubro (leia aqui). A Fiat não fez um comunicado oficial a respeito, mas o produto não consta nas tabelas e no site da marca há dois meses. Seu sucessor é o Grand Siena Attractive com motor 1.0 (leia aqui).

Honda Civic Si Coupe 1

Honda Civic Si – A chegada da nova geração do Civic poderia significar a manutenção da variação esportiva Si, trazida ao Brasil na nona linhagem somente com a carroceria cupê. No entanto, após descontinuar o antecessor em janeiro (leia aqui), a Honda descartou, por ora, retomar a importação do acabamento mais nervoso. Isso se deve ao fato de o modelo ter encarecido demais, deixando-o com menor potencial de vendas. Assim, não compensa à empresa investir em treinamento, distribuição de peças e mão de obra para um carro com retorno tão baixo. O VW Golf GTI agradece.

Nissan Altima: A Última Palavra Da Nissan Em Inovação E Tecno

Nissan Altima – Líder de vendas da Nissan nos Estados Unidos, o Altima não conseguiu repetir o sucesso no Brasil. Lançado em 2013 (leia aqui), ele complementava a gama da marca japonesa, servindo como topo de linha da empresa e uma opção ao Ford Fusion. No entanto, não caiu nas graças do público. A Fenabrave não apresenta dados de vendas do sedã para 2016, mas aponta apenas 393 emplacamentos em 2015 (em novembro e dezembro, somados, foram licenciadas seis unidades). É quase metade do comercializado pelo requintado Audi A5 (776).

Renault Clio Brasil 2013 01

Renault Clio – Ele ainda consta no site da Renault, mas você terá dificuldades para comprá-lo. A marca já confirmou o fim da produção do modelo na Argentina em outubro (leia aqui), restando apenas alguns poucos exemplares em estoque. Lançado por aqui em 1999, o compacto era referência no segmento em termos de segurança, por ser o único a oferecer airbag duplo de série – o diferencial se perdeu ao longo do tempo. Passou por várias reformas, sendo a última delas a mais polêmicas, em 2012: ele perdeu os faróis duplos, o vidro traseiro foi diminuído e o acabamento empobreceu bastante. Seu sucessor, Kwid, está na rampa de lançamento (leia aqui).

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s