Excesso de velocidade foi a infração mais autuada em 2016


O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) publicou, nesta semana, o relatório de multas aplicadas no País ao longo de 2016 e registradas em seu sistema. Portanto, considera as autuações feitas pela Polícia Rodoviária Federal nas estradas com gestão da União e as infrações registradas em vias urbanas e autoestradas estaduais de veículos circulando fora de sua origem. O “campeã” foi o excesso de velocidade, em um universo com 19,2 milhões de registros. Vale ressaltar que o número de multas aumentou 18% em relação a 2015, em um período em que a frota nacional cresceu somente 3,6%.

Segundo o relatório, foram 11.790.161 multas por circulação em velocidade de até 20% superior à máxima permitida. A segunda colocada foi a de rodagem com velocidades entre 20% e 50% acima do limite regulamentado, com 2.523.930. Na terceira posição aparecem os faróis apagados em túneis e vias – vale lembrar que a “Lei do Farol Baixo” entrou em vigor em 2016 – com 403.468 autuações. A ultrapassagem proibida, maior causadora de acidentes fatais segundo a PRF, é apenas a oitava, com 248.201 registros.

Vale ressaltar, porém, que este indicador do Denatran considera principalmente autoestradas. Por isso as multas por excesso de velocidade têm tanto peso. Os dados de infrações estaduais e municipais não foram englobados. No caso de vias urbanas, estacionar em local proibido, dirigir falando ao celular e parar em faixa de pedestre certamente também teriam números significativos.

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s