Renault Captur chega por R$ 78.900


Renault CAPTUR 2017

Após estrelar o estande da Renault no último Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro de 2016 (leia aqui), o Captur brasileiro enfim faz sua estreia. Produzido em São José dos Pinhais (PR), o crossover é o segundo da marca francesa no País. Ele chega para atuar como opção mais requintada frente ao irmão Duster, de quem toma emprestada a plataforma. Inicialmente, é oferecido com duas versões, com preços entre R$ 78.900 e R$ 88.490.

Renault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / RenaultPor suas várias aparições anteriores, o Captur nacional não exibe linhas impactantes. Porém, o design é moderno, adequado às criações recentes da Renault. A dianteira tem faróis recortados, grade com o losango da marca destacado e fileiras de LED para iluminação diurna em formato de “C” no para-choque. As laterais têm como destaque os apliques na base das portas e a área envidraçada generosa, enquanto a traseira exibe lanternas altas em LED e frisos e régua cromados.

Renault CAPTUR 2017O habitáculo é semelhante ao do modelo europeu. As diferenças ficam para o acabamento mais simples, a central multimídia tupiniquim menos elaborada e o volante sem preto brilhante. No entanto, a alavanca do Captur nacional é mais elaborada e abandona a peça estreada por aqui no Mégane, em 2006. O quadro de instrumentos tem velocímetro digital em uma faixa horizontal centralizada, sendo ladeado por mostradores analógicos. O acabamento interno pode ser em dois tons, na versão mais cara.

Renault CAPTUR 2017MECÂNICA E MEDIDAS

Quem esperava por inovações na motorização pode se decepcionar. Como já se esperava, a opção de acesso é o novo 1.6 16v SCe, com quatro cilindros e 16 válvulas, apresentado no Salão. Ele entrega 118/120 cv (gasolina/etanol) a 5.500 rpm e torque de 16,2 kgfm (4.000 rpm), independentemente do combustível utilizado. Por enquanto, atua somente com a transmissão manual de cinco marchas, mas a continuamente variável (CVT) deve chegar em maio.

Renault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / RenaultMotor 1.6 SCe

Renault CAPTUR 2017

Motor 2.0 F4R

O propulsor mais forte é um conhecido do mercado nacional. O 2.0 16v da família F4R também é adotado pelo Duster e entrega 143/148 cv (5.750 rpm) e 20,2/20,9 kgfm (4.000 rpm). Ele chega somente com o câmbio automático de quatro relações, já defasado em relação à concorrência. Porém, há a opção Eco Mode, ativada por um botão no console, que pode reduzir o consumo em até 10%, além do indicador de troca de marcha (GSI). A tração 4×4 não será oferecida.

Renault CAPTUR 2017A plataforma é a mesma do Duster (veja aqui), derivada da utilizada pelo Logan. Por isso, as medidas de ambos são bem próximas. O Captur mede 4,33 metros de comprimento, 1,81 m de largura, 1,62 m de altura, com 2,67 m de entre-eixos e 437 litros de espaço no porta-malas. O irmão mais velho tem respectivos 4,33 m, 1,82 m, 1,68 m, 2,67 m e 475 l.

Renault CAPTUR 2017EQUIPAMENTOS E PERSONALIZAÇÃO

Responsável por estrear a nova nomenclatura global de versões da Renault no Brasil, o Captur vem bem equipado de fábrica em suas duas opções. O modelo de acesso é o Zen, por ora oferecido apenas com motor 1.6 SCe e câmbio manual. Por R$ 78.900, ele oferece de série itens como rodas de 17 polegadas, airbags frontais e laterais, controles de tração (ASR) e de estabilidade (ESP), chave tipo cartão com sensor de presença para dar a partida e abrir e fechar as portas, direção eletro-hidráulica e alarme. Há também controlador e limitador de velocidade, ajuste de altura de banco do motorista e volante, comandos de telefonia e som na coluna de direção, luzes diurnas em LED, travamento automático das portas e ancoragens Isofix para cadeiras infantis. Os opcionais são o navegador Media Nav com a câmera de ré, por R$ 1.990.

Renault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / RenaultRenault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

O mais caro se chama Intense. Sempre com propulsor 2.0 16v e caixa automática de quatro velocidades, ele tem preço sugerido em R$ 88.490. Além dos itens do Zen, com os diferenciais mecânicos, o modelo traz ar condicionado eletrônico automático, câmera de ré, sensores de chuva e luminosidade e rodas de 17 polegadas com acabamento diamantado. Há ainda apoio de braço central, sistema multimídia Media Nav com tela de sete polegadas e luzes de neblina com iluminação diagonal. Em opção, apenas bancos em couro, por R$ 1.500 extras.

renault-captur-brasil-03Para a parte externa, o Captur oferece a opção de pintura em duas tonalidades, por R$ 1.400 adicionais. O teto pode ser pintado em preto ou marfim, contrastando com a carroceria nos tons branco, cinza, laranja, marrom, prata ou vermelho, além das cores preta e marfim, quando a capota não for pintada com elas.

A Renault pretende exportar o Captur brasileiro para pelo menos oito países da América Latina.

RENAULT CAPTUR 2018
Zen 1.6 MT5 – R$ 78.900
Intense 2.0 AT4 – R$ 88.490

Renault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s