Ibama mantém multa à VW por Dieselgate na Amarok


O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) confirmou a imposição de uma multa de R$ 50 milhões para a Volkswagen devido ao caso Dieselgate no Brasil. A picape teria também o dispositivo que mascara testes de emissões, alterando o comportamento do motor 2.0 TDI quando submetido a ensaios de laboratório. A punição já havia sido determinada pelo órgão ambiental em 2015 (leia aqui).

Segundo a acusação, exemplares das linhas 2011 e 2012 da Amarok eram movidos pelo motor 2.0 da família EA189, envolvido no escândalo global da VW. No Brasil, a empresa recorreu da decisão do Ibama, solicitando à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) que avaliasse os propulsores para aferir sua nocividade. O relatório deu razão ao órgão federal, confirmando a menor emissão de dióxido de carbono (NOx) quando o motor era submetido a avaliações de laboratório.

Além da multa, o Ibama exige que seja realizado um recall com as 17.057 unidades apontadas como equipadas com o dispositivo fraudulento, o que a Volkswagen já havia realizado em outubro de 2015 (leia aqui).

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s