Toyota reestiliza minivan Sienna


Minivans costumam ter vida relativamente longa no mercado norte-americano, ainda que estejam entre os produtos de maior demanda entre os moradores da terra do Tio Sam. O caso também se aplica à Toyota, que oficializada agora uma atualização da terceira geração da Sienna, lançada comercialmente em 2010 (leia aqui). Segunda mais antiga da categoria, ela passa por mudanças leves. Afinal, ainda que veterana, é a líder de vendas do setor. O lançamento acontece nos próximos dias.

As mudanças visuais da Sienna são pequenas, mas suficientes para dar um ar moderno à minivan. O capô vincado, a grade com novo padrão de barra em V e os faróis mais complexos deixam o modelo alinhado com criações recentes da Toyota. O mesmo se pode dizer do para-choque, que adota tomada de ar com várias aletas horizontais e mais vincos. As laterais contam agora com rodas diamantadas e retrovisores com indicadores de direção integrados, enquanto a traseira recebe lanternas em LED. Na versão arrojada SE, há detalhes diferenciados, como os conjuntos ópticos posteriores com capa translúcida, grelhas e para-choques exclusivos.

O interior também recebeu atenção da engenharia japonesa, alterando o painel quase por completo – ficaram apenas as saídas de ar e as alavancas de câmbio e da coluna de direção. O quadro de instrumentos ficou mais moderno, agora com tela colorida central, e o volante foi resenhado. No lugar do aparelho de som, o visor da central multimídia deixa a minivan alinhada com os dias atuais. Abaixo dele, novos comandos de climatização mais ergonômicos, entrada USB e botões do aquecimento dos bancos complementam o pacote de alterações.

Em termos de equipamentos, a Toyota destaca uma série de novidades. A primeira é a central multimídia Entune 3.0, presente desde a versão mais básica com navegador. No modelo intermediário, ela adiciona ponto de Wi-Fi, enquanto os mais caros têm incorporam ainda o aparelho de som JBL com subwoofer. A outra é o pacote de auxílios de condução, que inclui controle de velocidade com radar (DRCC), frenagem anticolisão com detector de pedestres, manutenção de faixa de rolamento com esterçamento ativo e acionamento automático do farol alto. A minivan passa a oferecer ainda cinco portas USB e visão externa em 360 graus.

Como acontece desde 2016, a Sienna se move com apenas um conjunto mecânico. O motor é o 3.5 V6 a gasolina, com 296 cv, auxiliado pela transmissão automática de oito marchas. A tração 4×4 é opcional.

LIDERANÇA APERTADA

Com as rivais em período de transição, a Sienna conquistou o bicampeonato das minivans nos EUA. Em 2016, o modelo da Toyota emplacou 127.791 exemplares, exatas 113 unidades à frente da veterana Dodge Grand Caravan (127.678). Atrás, vieram Honda Odyssey (120.846), com nova geração iminente, e Chrysler Town&Country/Pacifica, que juntas emplacaram 121.437 veículos. A Nissan Quest somou apenas 11.115 carros e deve ser descontinuada.

Em 2015, quando também foi líder, a Sienna teve mais folga: foram 137.497 emplacamentos contra 127.736 da Odyssey, a segunda, e 101.553 da terceira, Grand Caravan. Já em 2014, ela ficou com o terceiro lugar (124.502), atrás de Town&Country (138.040) e Caravan (134.152).

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s