Contran regulamenta lâmpadas e torna luz diurna obrigatória


O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentou o utilização de lâmpadas nos veículos brasileiros e também tornou obrigatória a adoção da luz diurna nos modelos de produção. A Resolução 667 prevê uma norma para os aparelhos de iluminação automotiva, proibindo alterações nas características originais. De quebra, torna padrão a adoção das chamadas DRL (“daylight running lights”) a partir de 2023.

Com a resolução, o Contran proíbe a alteração do sistema de iluminação original. Ou seja: trocar lâmpadas halógenas por LED ou xênon só será possível em veículos que já contem com o equipamento no projeto. Também não se permite alterar as luzes de placa e de indicadores de direção, cobrir os conjuntos ópticos com películas e adicionar mangueiras de LED. A proibição é válida a partir de 2021.

No mesmo ano, veículos oriundos de novos projetos serão obrigados a adotar as luzes diurnas. Para produtos já regulamentados, a exigência começa em 2023.

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s