Takata entrará com pedido de recuperação judicial em EUA e Japão


Como se previa, a falha no sistema de airbags que motivou mais de 100 milhões de recalls em todo mundo vai derrubar a Takata. A fornecedora japonesa deve entrar com pedido de recuperação judicial em Japão e Estados Unidos, a fim de evitar a quebra e permitir o cumprimento de compromissos com fornecedores e clientes. A informação é da agência Reuters.

Segundo a agência, a fabricante de autopeças pretende se proteger, inicialmente, das ações de indenização e multas que lhe cabem no caso dos “airbags mortíferos”. Nos EUA, a Takata se protegerá pelo Capítulo 11 da Lei de Falências, o mesmo que “salvou” Chrysler e General Motors na crise de 2009. Na terra do sol nascente, ela pedirá proteção pelas diretrizes do Ato de Reabilitação Civil. As ações da companhia têm registrado quedas constantes e seus ativos estão sendo negociados com a concorrente KSS, de posse da chinesa Ningo Joyson (leia aqui). Com a venda, a Takata deve deixar o setor de airbags (leia aqui).

A queda da Takata já era esperada por analistas do mercado. Devido ao insuflador que lança fragmentos metálicos para o interior do veículo – apontado como causador de 16 mortes e mais de 150 lesões -, a empresa terá de repor mais de 100 milhões de componentes, causando um rombo em seus cofres. De quebra, ainda enfrentará sanções, uma vez que investigações apontaram que executivos de alto escalão tinham conhecimento prévio da falha e não tomaram medidas para corrigi-la.

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s