Ford confirma EcoSport 2018 com teto solar, 176 cv e novo câmbio automático


Mantendo a política de divulgar informações a conta-gotas, a Ford detalhou a nova versão topo de linha do EcoSport 2018, que mantém o batismo Titanium. Com ela, a marca do oval azul confirmou novidades já aguardadas, como o motor 2.0 com injeção direta vindo do Focus e uma nova transmissão automática. No entanto, também há itens inéditos, como o teto solar elétrico e os sete airbags. Faltaram, porém, os preços, que devem beliscar a faixa dos R$ 100 mil. Ele chega às ruas em agosto.

Criador do segmento e antigo líder, o Eco passou a mero coadjuvante. O objetivo da Ford, agora, é recolocá-lo na briga pela dianteira, enfrentando Honda HR-V, Hyundai Creta e Jeep Renegade. Visualmente, ele traz as mudanças que já conhecíamos: faróis maiores, grade com novo acabamento, capô com corte até a grelha, luzes de neblina revistas e rodas redesenhadas. A traseira praticamente não muda.

Por dentro, o Eco recebeu um banho de loja. A Ford fala em mais de 50% de peças novas, mas o painel, pelo que se nota, mudou por completo. Além de ganhar acabamento em dois tons, ele incorpora novidades como o quadro de instrumentos em visor digital – como em algumas versões do Renegade -, a central multimídia Sync 3 com tela de oito polegadas e os novos comandos para climatização. Há também duas portas USB, duas saídas de energia de 12 volts e acesso com sensor de presença da chave.

A lista de equipamentos, aliás, é digna de elogios. A Ford só vai detalhar os conteúdos das versões em julho, mas se sabe ao menos o que a versão Titanium tem a oferecer. Estão garantidos controles de tração e estabilidade, sete airbags, sensor de pressão dos pneus, câmera de ré e direção elétrica. Há ainda itens pouco comuns no mercado brasileiro, como alerta de objetos em pontos cegos, aviso de tráfego cruzado (quando um veículo está na iminência de cruzar a traseira do carro em estacionamentos, por exemplo) e sistema anticapotamento. O teto solar é outra novidade, até então indisponível no EcoSport, assim como os faróis de xênon.

Em termos mecânicos, o destaque fica para o motor 2.0 16v de até 176 cv, o mesmo do Focus, com injeção direta, duplo comando variável e aspiração natural. Ele atua junto da nova transmissão automática de seis marchas, que toma o lugar da PowerShift, de dupla embreagem e com o mesmo número de relações. Ela tem opção de trocas sequenciais e ajuda a levar o Eco de zero a 100 km/h em 9,5 segundos. A Ford afirma ainda ter alterado a suspensão, reforçando as molas e ampliando o curso no eixo traseiro.

Faltam agora os detalhes dos demais acabamentos, entre eles o que marca a estreia do motor 1.5 12v de três cilindros (leia aqui).

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s