Próximo Dacia Sandero é flagrado pela primeira vez na Europa


A Dacia começou a rodar nas ruas com a terceira geração do Sandero europeu. Nessa linhagem, o modelo produzido na Romênia passará a compartilhar apenas o batismo com o homônimo vendido pela Renault no Brasil e em outras localidades, devido à nova estratégia de identidade do grupo francês (leia aqui). Para nós, no caso, o mais importante é o que está sendo desenvolvido sob a carroceria, que deve ser repetido pro aqui a partir de 2022. No Velho Continente, a estreia comercial deve ocorrer no fim de 2020.

A parte mais importante para o Brasil está na plataforma, a modular CMF-B, que será incorporada pelo Sandero romeno. A arquitetura também dá base à quinta geração do Clio (leia aqui), que deve influenciar no visual do hatch brasileiro, mas será simplificada, para reduzir custos, sem perder reforços necessários para obter boa nota nos testes de colisão do Euro NCAP. O ajuste de suspensão também deve ser parecido com o do compacto nacional.

No visual, notam-se proporções parecidas com as do último Clio. No entanto, o Sandero terá papel fundamental na renovação estilística da Dacia, evoluindo sobre a segunda linhagem do Duster (leia aqui). Em relação ao Renault europeu, a simplificação fica mais notável com os retrovisores em lugar tradicional e as maçanetas traseiras também em posição comum. Nota-se um maior refinamento com as portas tendo molduras das janelas mais finas.

Renault Clio de quinta geração

Nesta linhagem, o Sandero deve ficar ainda mais espaçoso e receber novos equipamentos tecnológicos. Nesse sentido, ele ganharia também, segundo rumores, um sistema de propulsão híbrido. Por ora, porém, são dados como certo apenas os turbinados 1.0 de 100 cv e o 1.3 de 120 cv a gasolina, bem como o 1.5 a diesel de 95 cv.

CICLOS DIFERENTES

Apesar de a primeira geração do Sandero ter estreado globalmente no Brasil, a segunda linhagem do hatch chegou antes à Europa, em setembro de 2012 (leia aqui e aqui). A renovação de meia vida foi apresentada em 2016 (leia aqui), o que deixa mais claro o fim de ciclo do compacto por lá. O lançamento em solo tupiniquim aconteceu apenas em julho de 2014 (leia aqui), com uma reforma oficializada há três meses (leia aqui) – ainda que ela já estivesse prevista desde 2017 (leia aqui). Essa atualização deve estender o ciclo do Sandero no Brasil por mais de dois anos, o que estima sua chegada ao País ao fim de 2021 ou começo de 2022.

[ Fotos: CarScoops ]

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s