Mercedes-Benz GLS ganha variações de Maybach e AMG


Apresentada em abril (leia aqui), a terceira geração do GLS acaba de receber duas variações específicas, criadas pelos dois braços da Mercedes-Benz. Comum a praticamente toda a gama da marca, a desenvolvida pela AMG é voltada a um melhor desempenho, deixando o SUV mais próximo dos esportivos da montadora. Já a trabalhada pela Maybach foca no alto luxo, tornando-o mais premium. Ambos chegam às ruas em 2020.

O LUXUOSO MAYBACH

Destinado a enfrenter Bentley Bentayga e Rolls-Royce Cullinan, principalmente, o modelo criado pela Maybach mostra seu apelo de alto padrão já na carroceria. Nesse caso, o GLS conta com grade de filetes verticais numerosos, característica da divisão, e vários cromados pela carroceria, como visto em para-choques, molduras dos vidros – incluindo as colunas B -, base dos para-choques e rodas – de 22 ou 23 polegadas. Faróis e lanternas não mudam, assim como as medidas: ele segue com 5,21 metros de comprimento, 2,03 m de largura, 1,84 m de altura e 3,14 m de entre-eixos.

É do lado de dentro, porém, que a Maybach concentra os diferenciais. Ele dispensa a terceira fileira de assentos, podendo ser vendido com cinco (de série) ou quatro bancos (opcional). A segunda fila está disposta 12 centímetros mais atrás, ampliando o conforto de quem viaja ali, e 3 cm mais ao centro, reduzindo a proximidade com a porta. A modificação fez o porta-malas diminuir de 890 para 520 litros, mas ainda com espaço suficiente, segundo a empresa, para “transportar quatro bolsas de golfe” – uma medida, aliás, interessante para seu público-alvo.

O habitáculo pode ter diferentes combinações de revestimentos. Os encostos podem ser inclinados entre 27 e 43,5 graus, os apoios de cabeça podem receber almofadas e há possibilidade de se adquirir um console central traseiro, com frigobar e taças. O sistema de climatização é independente para os quatro passageiros e conta com um perfumador opcional. O sistema de iluminação tem 64 opções de cor para as luzes e o teto é panorâmico de fábrica.

Para movê-lo, há, por enquanto, apenas a opção 600 4Matic. A Mercedes-Maybach disponibiliza o 4.0 V8 biturbo de 557 cv (6.000-6.500 rpm) e 74,5 kgfm (2.500-5.000 rpm) e o câmbio automático de nove marchas 9G-Tronic. Junto dele, há o sistema híbrido leve EQ Boost, com máquina elétrica para funções auxiliares e rede de 48 volts. Com tração integral, o SUV vai de zero a 100 km/h em 4,9 segundos, estando limitado eletronicamente a 250 km/h. Nada mal para um veículo de 2.785 kg.

Outros diferenciais do grandalhão são o “leitor de solo”, que antevê buracos e solavancos e prepara o veículo para superá-los, e o sistema Curve, que contrabalanceia a carroceria em inclinações para diminuir o balanço lateral. O modelo dispõe ainda de suspensão com molas pneumáticas e amortecedores de rigidez variável, tendo, como opção, o controle de amortecimento independente operado pela rede de 48v.

O ESPORTIVO AMG

No caso do AMG, o enfoque, é claro, está no alto desempenho. Por isso, o braço esportivo não hesitou em aplicar o mesmo V8 biturbo do Maybach. Todavia, ele foi preparado para entregar 612 cv, atuando junto de um motor adicional elétrico de 22 cv, que faz funções como arranque e do alternador, e de um câmbio automático de nove marchas (AMG Speedshift TCT). Com esse conjunto, o GLS vai de zero a 100 km/h em 4,2 segundos e atinge 250 ou 280 km/h, se equipado com o pacote opcional AMG Driver.

Como no Maybach, o AMG também possui suspensão pneumática ativa, com controle magnético. Porém, há um ajuste específico para o modelo, voltado a garantir maior estabilidade em curvas e manter o veículo “nos trilhos” mesmo com a incidência de forças laterais, como ventos. Para freá-lo, há discos de 400 milímetros no eixo dianteiro e 370 mm no posterior.

O pacote visual é típico da divisão esportiva. Há a grade Panamericana, com filetes verticais, e para-choque com tomada de ar generosa e acabamento em preto brilhante. As rodas são específicas, com diâmetros entre 21 e 23 polegadas, e há um difusor traseiro integrado. O interior tem acabamento específico, com fibra de carbono no painel, e central multimídia própria da AMG, com cronômetro e medidos de outros parâmetros.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s