[ESPECIAL] O Que Esperar Para 2020: Sedãs, Cupês e Familiares


Nissan Versa é um dos garantidos

Depois dos hatches (leia aqui), é a vez de sedãs, cupês e familiares ganharem previsão na série O QUE ESPERAR PARA 2020. Aqui listamos nossas apostas, dentre essas três propostas de veículo, para lançamento ao longo desse ano. Confira com a gente e deixe sua sugestão.

AUDI A4/A5 (reestilização) – Apesar de ter apresentado séries especiais recentemente (leia aqui), a Audi já prepara a chegada dos reestilizados A4 (leia aqui) e A5 (leia aqui), já oficializados na Europa. Além de contornos mais atuais, especialmente no desenho dos faróis do sedã e da perua, os modelos têm como novidade a oferta de sistemas híbridos leve de série, prometendo reduzir consumo e emissões. O lançamento deve acontecer ainda no primeiro semestre.

AUDI RS6 AVANT (reestilização) – Única versão da A6 Avant trazida ao Brasil, a RS6 trocará de geração no País, acompanhando o que aconteceu no exterior (leia aqui). Além da esportividade tradicional de sua carroceria, a perua garante desempenho de fazer inveja a muito cupê: com seus 600 cv, vai de zero a 100 km/h em 3,6 segundos, podendo atingir até 305 km/h (dependendo do pacote importado). A apresentação deve ocorrer no terceiro trimestre.

BMW SÉRIE 2 GRAN COUPÉ (novo) – Para enfrentar Classe A Sedan (leia aqui) e CLA (leia aqui), a BMW apostará em um único modelo no Brasil: o Série 2 Gran Coupé (leia aqui). Oficializado lá fora em outubro, ele deve chegar ao País no início do segundo semestre. Como o irmão Série 1 (leia aqui e aqui), o modelo virá em duas versões, para atender ao público generalista e também aos mais apressados. Caso haja demanda, ele pode inclusive ser montado em Araquari (SC) em um segundo momento.

CAOA CHERY ARRIZO 6 (novo) – Enquanto marcas tradicionais abandonam o segmento de sedãs médios, a Caoa Chery decide explorar a área, para aproveitar os consumidores “órfãos”. A sino-brasileira já confirmou que vai produzir o Arrizo 6 (leia aqui) em Jacareí (SP), a fim de abastecer o mercado nacional. A expectativa é que ele tenha preços competitivos, posicionando-se acima do Arrizo 5 (leia aqui) como opção mais equipada e espaçosa. A chegada deve acontecer no segundo trimestre.

FIAT CRONOS CVT (versão) – Aos poucos, a Fiat vai refinando a mecânica de seus produtos nacionais. Depois de praticamente extinguir o câmbio automatizado GSR – por enquanto, apenas o Cronos tem a caixa ainda (leia aqui e aqui) -, a empresa finaliza o processo de adaptação da transmissão continuamente variável (CVT) no País. É provável que ela estreie no Argo (leia aqui) e em seu irmão sedã simultaneamente em julho, como opção junto ao motor 1.3 8v Firefly. Em 2021, ela deve ser combinada ao 1.3 16v Firefly Turbo, ainda inédito em solo brasileiro.

HONDA CITY (novo) – A quarta geração do City como derivação do Fit foi apresentada oficialmente em dezembro (leia aqui), na Ásia, garantindo-o para o Brasil até 2021. Mas, considerando-se a política da Honda tupiniquim, não é improvável que ele chegue ainda esse ano, sendo apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo. Nessa linhagem, o sedã ganha apelo mais esportivo, portas traseiras maiores e até faróis em LED, ainda não confirmados para cá. Mas não duvide que a marca possa recheá-lo a fim de fazer frente a rivais do segmento que têm vindo refinados. Na Tailândia, seu motor é um 1.0 Turbo de 122 cv, ainda incerto para cá.

HONDA FIT (novo) – Apresentada um pouco antes do irmão City, em outubro (leia aqui), a quarta geração do Fit é dada como certa para o segundo semestre. Afinal, a Honda não costuma se deixar flagrar testando produtos com muita antecedência do lançamento. Pode-se apostar em muita semelhança com o homônimo japonês, destacando-se a dianteira “limpa”, com faróis angulosos, e a traseira dotada de lanternas horizontais. Destaque ainda para o interior, que parece mais amplo e traz de volta o porta-copos junto aos difusores do ar condicionado. Novidades em termos de motores, como dito para o City, ainda são incertas.

NISSAN SENTRA (novo) – Apresentada nos Estados Unidos em dezembro (leia aqui), a oitava geração do Sentra está de malas prontas para o Brasil. Apesar de a Nissan se dizer cautelosa quanto à sua chegada ao País (leia aqui), tudo indica que ele vai continuar em oferta por aqui. Além da reforma completa, um ponto favorável ao seu lançamento é a redução de competitividade do segmento, que sofreu uma debandada recente – Ford Focus Fastback, Hyundai Elantra e Mitsubishi Lancer, entre os mais notáveis. A expectativa é que ele chegue no segundo semestre, para não ofuscar o irmão Versa (veja abaixo).

NISSAN VERSA (novo) – Totalmente reformulado (leia aqui), o Versa tem tudo para bater de frente com rivais mais badalados. Mantendo um público fiel – também formado por frotistas… – na variação atual, que seguirá em cena como V-Drive (leia aqui), o renovado sedã ganhou desenho arrojado, interior melhor acabamento e uma maior oferta de equipamentos. É nesse último quesito, aliás, que ele buscará conquistar espaço. Terá duas versões e motor 1.6, com chegada prevista para junho (leia aqui).

VOLKSWAGEN VIRTUS GTS (versão) – Depois do lançamento do Polo GTS (leia aqui), é a vez do Virtus ganhar a variação esportiva. O modelo ganha motor 1.4 TSI Flex (150 cv), suspensão com molas e amortecedores revistos e pacote visual e interno diferenciado, além de uma maior oferta de equipamentos. Os preços, porém, devem fazê-lo beliscar os R$ 110 mil. Está confirmado para fevereiro (leia aqui).

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s