[ESPECIAL] O Que Esperar Para 2020: Picapes e Utilitários


Ram 1500

Depois da prévia dos hatches (leia aqui) e da previsão de sedãs, cupês e familiares (leia aqui), a série O QUE ESPERAR PARA 2020 aponta agora para picapes e utilitários. Nosso especial prevê (quase) todas as novidades do mercado brasileiro ao longo desse ano nessa categoria, independentemente do porte. Confira abaixo em quem apostamos as fichas.

CHEVROLET S10 (reestilização) – A Chevrolet vai dar mais uma reestilizada na S10 antes de apresentar sua nova geração. A alteração será mais leve, concentrando-se na dianteira, onde serão feitas alterações em grade e para-choque, aproximando a picape das demais criações recentes da marca. Modificações em traseira e interior ainda não estão garantidas, mas ela pode incorporar equipamentos. O lançamento deve acontecer no fim do primeiro semestre.

FIAT STRADA (novo) – Depois de quase 22 anos (leia aqui), a Strada finalmente ganhará uma nova geração. Com uma arquitetura que mescla componentes de Mobi, Fiorino e Argo, a picape receberá um “banho de loja”, incorporando linhas mais modernas e deixando de lado alguns vícios de um projeto mais antigo, como os difusores de ar baixos. Nessa linhagem, a líder do mercado terá apenas opções de cabine simples, com espaço extra atrás dos bancos, e dupla, com quatro portas. Em desenho, define-se ela como uma “mini Toro”. Na mecânica, devem ser usados o 1.4 8v de 85/88 cv na versão de acesso e o 1.3 8v Firefly de 101/109 cv nas mais caras. Chega no segundo trimestre.

FORD RANGER STORM (versão) – Apesar de ter sido confirmada para 2019 (leia aqui), a Ranger Storm acabou atrasando e só deve estrear nos primeiros meses de 2020. Ela tem como proposta conferir um ar mais agressivo à picape, reestilizada em meados do ano passado (leia aqui), tendo como principal inspiração a estrangeira Raptor (leia aqui). Caso existam, as mudanças mecânicas serão sutis.

JEEP GLADIATOR (novo) – Confirmando os rumores, a Jeep vai mesmo oferecer a Gladiator (leia aqui) no Brasil. Derivada do Wrangler, a picape desembarca no segundo semestre, em versão única, servindo como chamariz à rede de lojas. A expectativa é que ela chegue no acabamento Rubicon, voltado a enfrentar terrenos acidentados, com motor 3.6 V6 de 289 cv – o irmão chega aqui com um 2.0 turbo (leia aqui). Nos bastidores, estimam-se preços na casa dos R$ 300 mil.

MITSUBISHI L200 (reestilização) – Com pouco mais de três anos de lançamento no Brasil (leia aqui), a nova geração da L200 passará por uma reforma profunda. O motivo é claro: o desenho controverso da picape. Seguindo o que já se vê lá fora (leia aqui) e foi registrado aqui dentro (leia aqui), ela ganhará dianteira com a identidade Dynamic Shield, marcada por faróis estreitos, muitos cromados e quinas marcadas, e traseira dotada de lanternas verticais largas. Alterações mecânicas não estão previstas. Já o lançamento é esperado para o segundo semestre.

PEUGEOT PICK-UP (novo) – A inédita picape média com cabine dupla da Peugeot está cada vez mais perto de ganhar as ruas do Mercosul, como revelam flagras recentes (leia aqui). Derivada da Changan Kaicene F70, ela terá contornos lembrando a identidade visual atual da marca, assim como interior alinhado às criações recentes. Rumores indicam que seu motor será um 2.0 a diesel de 180 cv, com tração 4×4 com reduzida e câmbio sempre automático. A produção ficaria a cargo da fábrica da Nordex, no Uruguai, de onde sai o furgão Expert, a partir do final de 2020. Além da data de lançamento, outra incerteza está para o nome: 7008? 8008? Um batismo sem numeral? Façam as apostas.

RAM 1500 (novo) – Apresentada no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018 (leia aqui), a Ram 1500 foi dada como certa para o ano passado (leia aqui). Todavia, a marca optou por lançar primeiro a grandalhona 2500 (leia aqui), aproveitando-se de um mercado inexplorado. Agora, prepara o desembarque da irmã menor, mirando nas versões mais caras de Toyota Hilux e Volkswagen Amarok. Com motor V6 a diesel (leia aqui), não estranhe se ela chegar por preços próximos de R$ 230 mil. Quando? A Ram não confirma, mas o lançamento deve acontecer até o início do segundo semestre.

TOYOTA HILUX V6 (versão) – Para não ficar fora da briga das picapes de alto desempenho, a Toyota também decidiu equipar a Hilux com um motor V6. Nesse caso, porém, não se trata de um propulsor a diesel, mas sim do 4.0 a gasolina de 234 cv oferecido pelo SW4. Ele será restritto à versão GR Sport (leia aqui), que começa a ser vendida em fevereiro.

VOLKSWAGEN AMAROK V6 (versão) – A Volkswagen vinha planejando aumentar a potência da Amarok V6 (leia aqui), a fim de continuar com a picape mais forte da categoria, contendo a ameaça da Mercedes-Benz Classe X. No entanto, com o cancelamento das vendas da compatriota, a marca perdeu a pressa. Assim, o modelo de 258 cv – 224 cv atualmente – acabou atrasado para 2020. A oferta na Argentina já começou, o que significa que teremos também novidades ainda nos primeiros meses do ano.

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s