Ford e Volkswagen detalham aliança: Amarok será feita apenas na África do Sul


Aos poucos (leia aqui), Volkswagen e Ford detalham as funções de cada parte na aliança firmada entre as partes em 2018 (leia aqui e aqui). Para o Mercosul, ao menos por ora, a informação mais importante diz respeito às novas gerações de Amarok e Ranger. No caso da picape do oval azul, é provável que ela continue feita na Argentina. Contudo, a da marca alemã deve ser produzida exclusivamente na África do Sul.

O projeto ainda é cercado de mistérios e especulações sobre a montagem na Argentina. A imprensa de lá informa que a Ford corre para “fechar a conta” e garantir a produção da Ranger em Pacheco. Ela pretendia também montar a Amarok para a VW, ajudando a reduzir custos e dar volume à planta. Contudo, os alemães parecem ter desistido da parceria na terra do tango (leia aqui). Assim, caberá aos americanos produzirem a segunda geração do modelo alemão somente na planta sul-africana de Silverton.

Em seu comunicado sobre a parceria, a Volkswagen destacou que apenas o acordo com a Ford garantiu a existência da picape média. “Sem uma cooperação, não teríamos desenvolvido uma nova Amarok”, afirmou o presidente do conselho de administração da divisão de comerciais da marca alemã, Thomas Sedran. Ele revelou ainda que a segunda geração começa a ser produzida em Silverton a partir de 2022, para abastecer “Europa, Oriente Média e África”.

OUTROS DETALHES DO ACORDO

Quando se falava na cooperação sobre outros utilitários, não se sabia ao certo se as partes falavam de médios ou compactos. Hoje já se sabe que a dupla atuará em ambas as frentes. A Volkswagen cederá a base do Caddy para que a Ford dê forma ao próximo Transit Connect. Já os americanos entregarão a van Transit para que os alemães renovem a Transporter.

Com a Ford desenvolvendo dois produtos, a Volkswagen faz mais uma concessão para equilibrar a balança: a cessão da matriz MEB. A plataforma modular foi criada especialmente para veículos elétricos, dando origem a uma família inédita dentro da companhia alemã. Para a gigante americana, a arquitetura servirá de base para um produto com atuação inédita, com previsão de produção próxima de 600 mil unidades “ao longo de vários anos”.

Para completar, a dupla atuará em conjunto no desenvolvimento de tecnologias para locomoção autônoma.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s