Mitsubishi garante permanência na Europa, mas com revisão de operações


Mitsubishi Spacestar

A especulada saída da Mitsubishi do mercado europeu (leia aqui) foi negada oficialmente pela marca. Contudo, suas atividades por lá passarão por um “realinhamento”. Segundo o CEO Takao Kato, o Velho Continente se enquadra no que a companhia chama de “mega mercado”, locais onde ela pretende deixar suas operações mais enxutas e lucrativas.

Com a necessidade constante de reduzir custos, especialmente nesse início de pós-pandemia, a Mitsubishi cortará a gama para atua apenas em segmentos rentáveis. “Vamos reduzir gradualmente nosso comprometimento aos ‘mega mercados'”, disse Kato, em reunião com acionistas no dia 18 de junho. Ele ressaltou que o plano anterior de crescimento, idealizado em 2017, levou a companhia a elevar gastos sem obter ganhos proporcionais. “Sob tais circunstâncias, mudamos nossa política para ‘pequeno, mas belo'”, adicionou.

Mitsubishi Spacestar

Com essa estratégia, a Mitsubishi deve enxugar sua linha na Europa em breve. A aposta por lá recairá sobre a renovação do Outlander, líder de vendas entre os híbridos plug-in na região em 2020, e do compacto Mirage/Spacestar. A revisão ocorre após a tentativa fracassada de reforçar sua presença no continente, onde atua desde 1975. Em 2019, por exemplo, a marca somou 138 mil emplacamentos na União Europeia, 3,4% a mais que no ano anterior, mas com uma fatia de apenas 0,9%.

Mitsubishi Outlander PHEV

Além da Europa, a América do Norte também será relegada a um papel menos importante dentro da Mitsubishi – algo que, aliás, vem ocorrendo há anos. Voltar a investir pesado por lá, sem garantias de retornos, está fora de cogitação, ainda mais com o plano traçado em conjunto com a Renault-Nissan (leia aqui), que determinou que sua compatriota será a líder do trio para Canadá e Estados Unidos.

O foco da Mitsubishi, portanto, será o Sudeste da Ásia, onde a empresa tem bastante força, especialmente em Tailândia e Indonésia. Engenharia e produção serão voltados a picapes, SUVs e minivans, bastante populares na região e que servirão de base a variações para as marcas aliadas. Já é dado como certo, por exemplo, que a companhia será responsável por desenvolver as próximas L200 e Nissan Frontier.

Mais novidades sobre o futuro da Mitsubishi devem surgir nos próximos dias.

[ Fonte: Automotive Business ]

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s