Mercedes anuncia van Classe T para 2021; utilitário virá de parceria com a Renault


Apesar do ruído causado pelos desacordos quanto à Mercedes-Benz Classe X, especialmente na Argentina (leia aqui), Daimler e Renault-Nissan seguem aliadas. Prova disso é a novidade confirmada pelos alemães: um furgão de passageiros chamado Classe T, que terá base de um modelo similar da marca francesa. Quando for lançada, no primeiro semestre de 2022, a novidade ficará abaixo do Classe V.

Segundo a Mercedes, o Classe T será oferecido para conquistar famílias e serviços de compartilhamento, colocando-se como um rival do compatriota Volkswagen Caddy (leia aqui). Ao que tudo indica, o furgão será uma variação mais luxuosa do Citan (leia aqui), vendido hoje principalmente para o trabalho. Este ganhará uma nova geração, mantendo a receita atual: sua base será o próximo Renault Kangoo (leia aqui).

Com o Classe T, a montadora alemã promete entrar competitivamente nessa faixa do mercado europeu. “Com o desenho e o layout do Classe T, alcançamos a fusão entre algo funcional e desejado”, explica o chefe de design da Daimler, Gorden Wagener, indicando que o utilitário não deixará de ser belo mesmo que seu propósito principal seja a utilidade. Ele garante ainda que a Mercedes não abrirá mão do conforto interno e que, é claro, haverá ao menos uma variação puramente elétrica.

Base virá do futuro Renault Kangoo (acima)

“ENQUANTO ESTIVER BOM…”

Apesar dos rumores de rusgas, a Daimler segue inclinada a manter a parceria com a aliança franco-japonesa, especialmente com a Renault. O CEO Ola Kallenius disse, inclusive, que a empresa considera ampliar seu acordo para compartilhamento de tecnologias relacionadas a carros elétricos. “Estamos abertos a novos projetos enquanto [a parceria] for benéfica para todos”, disse o executivo durante a reunião anual com os acionistas.

No encontro, Kallenius falou mais sobre a união com a Renault-Nissan, que soma mais de dez anos. Foi aí que o executivo também revelou que o Citan terá uma nova geração, inclusive com propulsão elétrica, mencionando o projeto como um exemplo “concreto” do sucesso da parceria. “Baseado em uma plataforma compacta, criaremos dois produtos: o Citan, feito para atender aos anseios de clientes comerciais; e o Classe T, focado em famílias”, pontuou.

Vale lembrar, porém, que o imbróglio envolvendo a Classe X argentina não foi o único desacerto recente entre as empresas. De maneira menos traumática, as partes encerraram o acordo que tratava do futuro conjunto do Renault Twingo e dos modelos da Smart.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s