F1: Alpha Tauri confirma Gasly para 2021; Red Bull segue com vaga aberta


A Alpha Tauri, antiga Toro Rosso, confirma oficialmente a permanência de Pierre Gasly na escuderia para a temporada 2021. A cinco etapas do fim do campeonato de 2020, o time B da Red Bull decide por manter um de seus corredores atuais, como os rumores já indicavam. A maior dúvida agora paira sobre a escolha da equipe principal, além de quem será o parceiro do francês no próximo ano. Dentre todos, certamente o mais preocupado é o atual companheiro Daniil Kvyat.

Gasly no GP da Itália

A permanência de Gasly na Alpha Tauri já era algo esperado no circo da F1. Chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner havia indicado anteriormente que o francês não voltaria ao time principal no próximo ano, de onde fora rebaixado em 2019 para dar lugar a Alexander Albon. Nem mesmo a vitória no GP da Itália, a segunda na história da escuderia italiana – a primeira fora com Sebastian Vettel, pela Toro Rosso, no GP da Alemanha de 2008 -, parece ter convencido a direção a recolocá-lo na equipe de maior orçamento. Gasly tem ainda um pódio, conquistado no GP do Brasil no fim de 2019.

Gasly com o troféu de vencedor do GP da Itália

Apesar de o francês seguir na Alpha Tauri, a situação segue delicada para Albon na Red Bull. O tailandês segue bastante pressionado, principalmente por somar apenas 64 pontos e ocupar o oitavo lugar. Com um carro inferior, seu antecessor Gasly tem 63, aparecendo logo atrás na tabela de classificação. Horner não economiza palavras sobre o assunto, tendo sinalizado que a equipe poderá buscar um piloto fora de sua academia de jovens para a próxima temporada. Isso porque a pressão teria deixado novatos pouco confiantes, resultando em pontuações baixas, prejudicando o desempenho da Red Bull no Mundial de Construtores. Entre os cotados para substituir Albon, estão Sergio Perez e Nico Hulkenberg, ambos atualmente sem time para 2021.

Albon (esq.) e Horner

Por toda a situação vivida pelo tailandês na Red Bull, não seria surpresa vê-lo sendo “rebaixado” também ao final de 2020. Assim, a Alpha Tauri teria um segundo piloto para o próximo ano que atende à exigência de fazer parte de sua academia de talentos. Caso isso não aconteça, há chance de o japonês Yuki Tsunoda alcançar a segunda vaga na Alpha Tauri em 2021, mesmo com o iminente fim da parceria com a Honda. O novato é uma aposta também da fornecedora de motores, mas ainda não se sabe qual será o peso da empresa asiática na escolha do próximo corredor.

Tsunoda corre atualmente na F2

Com todo esse cenário, a situação para Kvyat fica cada vez mais delicada. Apesar de ter apenas 26 anos, ele está na F1 desde 2014. Na temporada atual, soma apenas 14 pontos, ocupando a 14º colocação, o que pesa contra sua permanência. O histórico do russo também não é dos mais motivadores: após estrear pela então Toro Rosso, foi alçado à Red Bull em 2015, terminando o ano em sétimo. Após apenas quatro provas em 2016, retornou à STR, dando lugar a Max Verstappen. No ano seguinte, correria apenas uma das seis últimas corridas da temporada, dando espaço ao novato… Gasly. Em 2018, foi dispensado, sendo contratado pela Ferrari como terceiro piloto. Curiosamente, voltou no ano passado e conquistou um pódio na Alemanha. Ainda assim, o “conjunto da obra” joga contra. Hoje, ele é certamente o que tem maior risco de deixar a Fórmula 1.

Kvyat no paddock

Confira abaixo como fica o grid prévio para a temporada 2021 da Fórmula 1.

MERCEDES-AMG
#44 Lewis Hamilton (ING) *
#77 Valtteri Bottas (FIN) $

FERRARI
#16 Charles Leclerc (FRA) $
#55 Carlos Sainz (ESP) $

RED BULL-HONDA
#33 Max Verstappen (HOL) $
#23 Alexander Albon (TAI) **

MCLAREN-MERCEDES
#3 Daniel Ricciardo (AUS) $
#4 Lando Norris (ING) $

ALPINE-RENAULT
#31 Esteban Ocon (FRA) $
#14 Fernando Alonso (ESP) $

ASTON MARTIN-MERCEDES
#19 Lance Stroll (CAN) $
#5 Sebastian Vetttel (ALE) $

ALPHA TAURI-HONDA
#10 Pierre Gasly (FRA) $
#26 Daniil Kvyat (RUS) **

ALFA ROMEO-FERRARI
#7 Kimi Raikkonen (FIN) **
#99 Antonio Giovinazzi (ITA) **

HAAS-FERRARI
# ??
# ??

WILLIAMS-MERCEDES
#63 George Russell (ING) $
#6 Nicholas Latifi (CAN) $

SEM EQUIPE
#11 Sergio Perez (MEX)
#27 Nico Hülkenberg (ALE)
#8 Romain Grosjean (FRA)
#20 Kevin Magnussen (DIN)

$ Confirmado
* Em fim de contrato/A confirmar
** Pode ser trocado

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s