Mercedes-AMG terá híbridos de quatro e oito cilindros, superando a faixa de 800 cv


Depois de prometer seu primeiro elétrico ainda para 2021 (leia aqui), a AMG revelou parte dos planos para o futuro de sua gama. Com foco na eletrificação, a divisão esportiva da Mercedes-Benz revela que focará em propulsores com quatro e oito cilindros a combustão, dando a entender que os seis-cilindros estão com os dias contados. A variação mais nervosa será a 73e, com mais de 800 cv.

De acordo com a AMG, o sistema híbrido será formado por um motor elétrico, com bateria de alta performance e tração integral 4Matic+ adaptada à nova composição. O propulsor ficará no eixo traseiro, onde estará também um diferencial blocante eletrônico, mas conseguirá levar a energia às rodas dianteiras se as posteriores perderem muita tração. Ele pode render mais de 200 cv e 32,6 kgfm.

Os AMG híbridos terão seletor de condução nos modos Electric, Comfort, Sport, Sport+, Race e Individual, alterando a atuação de diversos componentes. As variações 73e combinarão o motor elétrico ao conhecido 4.0 V8 biturbo da empresa. Em conjunto, estarão disponíveis até 815 cv e 102 kgfm. A depender do modelo, a aceleração de zero a 100 km/h poderá ser cumprida em menos de três segundos.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s