Volkswagen retoca Polo na Europa


Após quase quatro anos de mercado (leia aqui), a sexta geração do Polo ganha uma reestilização de meia vida na Europa. Como esperado, o hatch se aproxima do irmão maior Golf (leia aqui), incorporando faróis recortados, grade luminosa e lanternas horizontais. O modelo traz novidades importantes também em termos de equipamentos, além de estampar o novo logotipo da Volkswagen. Muitas das mudanças chegarão ao homônimo brasileiro, que deve ser reformado nos próximos meses.

Lado a lado com o “original”, o Polo reestilizado mostra não ter recebido mudanças na estamparia. Contudo, outros componentes têm aletrações significativas. A dianteira tem faróis mais recortados, agora com luzes em LED Matrix IQ.Light, que adaptam a operação sob diferentes circunstâncias. A grade também recebe um filete iluminado, interrompido somente pelo novo logo da VW, e fica ligeiramente menor. O para-choque se altera por completo, modificando tomada de ar, acabamento e o espaço para as luzes de neblina extras.

Nas laterais, as mudanças se limitam às rodas e aos emblemas junto aos para-lamas dianteiros. Já a traseira conta com lanternas em “L” invadindo a tampa do porta-malas, que traz um novo recorte também junto às laterais. O para-choque tem contornos diferentes, incorporando falsas saídas de escape. A cereja do bolo é o spoiler alongado sobre o vidro, ajudando a reduzir o arrasto e melhorar o consumo.

O interior do Polo muda bem menos, mantendo as linhas gerais. Há uma nova central multimídia com visor de até 9,2 polegadas e a alavanca de câmbio e o volante acompanham os desenhos estreados pelo T-Cross europeu (leia aqui). Por lá, o ar condicionado passa a ter comandos sensíveis ao toque, solução nem sempre tão bem recebida, enquanto o quadro de instrumentos digital dispõe de variações de oito ou 10,25 polegadas.

Por ora, o Polo tem confirmadas apenas as variações com motor 1.0. A aspirada MPI entrega 80 cv, enquanto as turbinadas TSI contam com 95 ou 110 cv. Há ainda uma opção a gás (TGI), de 90 cv. Futuramente, o hatch deve retomar a oferta do 1.5 TSI de 150 cv e do 2.0 TSI de 200 cv, este último exclusivo da versão GTI.  O câmbio de dupla embreagem (DSG) com sete marchas só está disponível para os 1.0 TSI, sendo de série apenas no de 115 cv.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s