Renovado Renault Duster chega à Argentina com motor 1.3 Turbo e tração 4×4


A Renault anunciou a chegada da segunda geração do Duster à Argentina com diferenças importantes em relação ao modelo vendido no Brasil (leia aqui). Produzido na Colômbia, o SUV desembarca no país vizinho com o motor 1.3 Turbo, que estreará em breve por aqui no Captur (leia aqui), e tração 4×4. O primeiro deve ser oferecido em nosso mercado em 2022, mas o sistema 4×4 não tem previsão de retornar ao modelo.

O propulsor turbinado usado pelo Duster é quase igual ao que será adotado pelo próprio crossover no Brasil no ano que vem. Por lá, contudo, ele consome apenas gasolina, entregando 155 cv e 25,5 kgfm. A maior diferença fica para o sistema 4×4, similar ao que a primeira geração do SUV oferecia por aqui. Na Argentina, a tração nas quatro rodas só estará disponível em conjunto com o câmbio manual de seis marchas. Quem optar pela transmissão continuamente variável (CVT), terá tração dianteira. Nas versões de acesso Zen e Intens, o motor é o 1.6 16v de 115 cv e 15,9 kgfm (apenas a gasolina, frise-se), com caixas manual, de cinco velocidades, ou CVT.

No restante, o Duster colombiano, que chega então à Argentina, se assemelha bastante ao brasileiro. Isso inclui os equipamentos: ele traz controle de estabilidade (ESP), mas oferece apenas airbags frontais, sem bolsas laterais, que têm se tornado cada vez mais comuns no Mercosul. Os preços começam em 2,4 milhões de pesos (cerca de R$ 120 mil) e chegam a 2,8 milhões (R$ 140 mil).

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s