Brasil representa 87,9% dos veículos importados pela Argentina, indica entidade


T-Cross pela Argentina [Foto: Autoblog.com.ar]

Os mais antenados em assuntos da indústria nacional sabem que a Argentina é o principal parceiro comercial do Brasil em termos automobilísticos. O que pouco se fala é sobre a importância das fábricas tupiniquins para o abastecimento do país vizinho. Agora, a Adefa, que reúne as montadoras de lá, divulga um estudo sobre a origem dos produtos importados para lá, com um dado impactante: o Brasil representa 87,9% do volume total.

Ao longo de 2020, a Argentina licenciou 342.474 veículos, dos quais 178.577 foram importados. O Brasil representou 87,9% do montante, somando 156.949 exemplares. Ou seja: a indústria tupiniquim foi responsável pelo fornecimento de 45,8% de todos os modelos, entre leves e pesados, emplacados pelo país vizinho ao longo do ano passado.

Depois dos 87,9% do Brasil em termos de importações, a segunda colocação fica com o México, com 3,3%, enquanto a China completa o pódio, somando 2%. Na sequência, aparecem Turquia (0,9%), Estados Unidos (0,8%) e França (0,8%), além de Coreia do Sul (0,4%) e Japão (0,3%). Todos os demais (Alemanha, Áustria, Bélgica, Eslováquia, Índia, entre outros) contabilizam 3,8% somados.

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s