Mercedes adere à parceria entre Total e Stellantis para produção de baterias


ACC_battery_cell_external

A Mercedes-Benz anunciou sua união à parceria formada por Stellantis, que reúne Citroën, Fiat, Peugeot e Jeep, entre outras marcas, e a TotalEnergies. As partes integrarão a joint-venture Automotive Cells Company (ACC), com participação igualitária de 33,3%, focada em desenvolver e produzir células e módulos de bateria. O acordo ainda precisa passar pelo crivo de órgãos regulatórios, mas não deve sofrer objeções para ser selado.

Formada em 2020, a ACC surgiu para criar e fabricar baterias para motores de veículos elétricos. Com a entrada da Mercedes, a joint-venture ganha em poder econômico e conhecimento, além de um aporte imediato de € 1,2 bilhão. O total injetado será de € 7 bilhões, que colocarão em prática os planos originais da companhia e darão maior capacidade fabril.

Com a chegada dos alemães, a ACC almeja pular a produção anual de componentes de 48 GWh para 120 GWh até 2030. A expectativa é que a primeira planta comece a operar em 2023, na cidade francesa de Dourvin. Em 2025, abre-se a outra unidade, situada na alemã Kaiserslautern.

A joint-venture é mais um movimento das grandes montadoras na redução de dependência de terceiros. Atualmente, o fornecimento desse tipo de equipamento se concentra em empresas asiáticas, como a LG Chem. Companhias como Ford, GM, VW e Volvo/Geely já anunciaram investimentos grandiosos com propósitos similares aos da ACC.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s