F1: Organização anuncia realização do GP da China por mais três temporadas


GettyImages-1142550812.jpgA Fórmula 1 anunciou a renovação do contrato para realização do Grande Prêmio da China, suspenso desde o ano passado devido à pandemia de Covid-19 (leia aqui e aqui). O vínculo foi estendido por três temporadas, valendo entre os campeonatos de 2023 a 2025. A confirmação reitera a ausência da prova no calendário de 2022, quando se pretende bater o recorde de 23 provas de F1 em um único ano (leia aqui).

Para Stefano Domenicali, CEO da Fórmula 1, a permanência da categoria no país é de suma importância. “É uma grande notícia para nossos fãs na China e estamos muito felizes por anunciar esse acordo. (…) Estamos desapontados por não podermos incluir a China no calendário de 2022 devido às condições atuais da pandemia”, pontua. Dessa forma, o gigante asiático só sediará uma etapa da F1 novamente em 2023.

A China entrou na rota da Fórmula 1 em 2004, sempre sediando sua prova no Circuito Internacional de Xangai. O primeiro vencedor foi Rubens Barrichello, no último ano de hegemonia da Ferrari. Quem mais triunfou por lá foi Lewis Hamilton, com seis conquistas, a última delas exatamente na etapa derradeira, em 2019 (leia aqui), que marcou também o milésimo GP de F1 da história.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s