F1: Verstappen vence GP do Canadá, com Sainz e Hamilton completando pódio


1403885003

Largando na pole, Max Verstappen conseguiu se defender das investidas de Carlos Sainz na parte final e conquistou o Grande Prêmio do Canadá. O holandês abriu vantagem, adotou uma estratégia conservadora com o primeiro Safety Car Virtual (VSC)e administrou a distância que tinha para o espanhol da Ferrari, mas precisou se proteger dos ataques nas voltas finais, após a entrada do Safety Car. Sem cometer erros, venceu por pequena margem o adversário. O pódio foi completado por Lewis Hamilton, que demonstrou bom ritmo e contou com o erro de timing da Alpine, que jogou Fernando Alonso para trás e deixou o heptacampeão tranquilo para terminar em terceiro. Partindo de 19º, Charles Leclerc reduziu as perdas e chegou em quinto. Vice-líder, Sergio Perez abandonou por problemas mecânicos.

A CORRIDA

Partindo na frente, Verstappen tracionou bem e logo disparou à frente de Alonso, que começou em segundo. O bicampeão conseguiu segurar a posição até a volta 2, quando Sainz fez valer a força do carro e ultrapassou o compatriota. Hamilton se manteve em quarto e se defendeu do avanço de Kevin Magnussen, que partia de quinto. Ambos se tocaram, com o dinamarquês sofrendo um dano na asa dianteira de seu Haas. Ele acabaria parando no giro 4 para substituir o bico. Logo atrás, saindo em sexto, Mick Schumacher já era ultrapassado por Esteban Ocon nos primeiros metros e tentava se manter em sétimo, porém em seguida George Russell, que começou em oitavo, também superou o alemão.

Na volta 9, Perez não conseguiu fazer seu Red Bull andar, parando junto à área de escape da curva 8, por falha no câmbio. Com isso, a organização aplicou o VSC. Para evitar surpresas, Verstappen foi aos boxes e já trocou pneus, sendo seguido por Hamilton. Ele voltou em terceiro, mas não teve dificuldades para ultrapassar Alonso assim que o VSC foi desativado e se aproximar de Sainz. Hamilton também logo se recuperou sobre Ocon e subiu a quinto, ficando logo atrás de Russell. Já Leclerc subia para 13º, prestes a passar também Lando Norris.

No giro 20, foi a vez de Schumacher ter problemas mecânicos, após ser superado Guanyu Zhou, e parar no mesmo ponto onde Perez abandonou. Novamente, o VSC foi aplicado, dando oportunidade de troca para Sainz, Russell, Zhou, Ocon, Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo e Norris, com Verstappen voltando à ponta. Ao chamar seus dois pilotos, a McLaren acabou se atrapalhando na troca de Lando, que vinha atrás, fazendo-o perder segundos preciosos. Já Leclerc optou por permanecer na pistas, subindo pra sétimo. Alonso também ficou na pista, o que parecia ser uma decisão incorreta – e que, logo depois, se confirmou.

A relargada aconteceu na volta 23 e Sainz não teve dificuldades para superar Alonso, que tinha pneus médios já bastante degradados. Em seguida, foi a vez de Hamilton ultrapassá-lo sem problemas. Na 29, enfim, o bicampeão parou, retornando em sétimo. Lá na frente, Verstappen seguida com boa margem sobre Sainz, embora o espanhol estivesse reduzindo a diferença. O holandês reclamava no rádio sobre a baixa aderência e a necessidade de trocar novamente os compostos.

Na 43, Leclerc, em sexto, enfim para, substituindo duros por médios. Verstappen volta aos boxes na volta seguinte, calçando duros novos e retornando em terceiro, logo atrás de Hamilton. O britânico seria superado pelo rival na pista, mas novamente repetiu a estratégia do holandês e trocou os pneus. Russell faria o mesmo, mantendo os pilotos da Mercedes nas mesmas posições.

Ao deixar os boxes com pneus novos, Tsunoda bateu na curva 2, na volta 49. Pela proximidade com o traçado, o Safety Car foi à pista, gerando nova oportunidade de troca. Sainz colocou duros e voltou em segundo, enquanto Alonso adotou a mesma estratégia e retornou em sexto. O carro de segurança se recolheu na 55, trazendo nova largada à prova. Inicialmente, as posições foram mantidas, mas a proximidade dos carros criou novas situações de ultrapassagem. Na 58, Leclerc superou Alonso e duas voltas depois passou por Ocon, subindo ao quinto posto. Ao superar o francês, o monegasco errou o ponto de freada, passou reto e devolveu a posição, mas não teve dificuldades para retomá-la mais adiante.

Na ponta, Verstappen tentava se desvencilhar de Sainz, que mantinha a distância a menos de um segundo, estando apto a abrir a asa móvel (DRS). Contudo, a tocada sem erros do atual campeão não deu espaço para o espanhol tentar de fato uma ultrapassagem. Além da guiada impecável, o holandês contou com a velocidade de seu Red Bull para ter boa margem no primeiro setor, tendo espaço suficiente para garantir a vitória. Após o fim da prova, Alonso, que chegou em sétimo, foi punido com adição de 5 segundos por ziguezaguear à frente de Valtteri Bottas, que tentava superá-lo.

A próxima etapa ocorre entre 01 e 03 de julho, em Silverstone, no Reino Unido.

Confira abaixo a classificação da prova.

GP AWS DO CANADÁ (70 voltas)
1. Max Verstappen (HOL) – Red Bull – em 01h36min21s757
2. Carlos Sainz (ESP) – Ferrari – a 0s993
3. Lewis Hamilton (ING) – Mercedes – a 7s006
4. George Russell (ING) – Mercedes – a 12s313
5. Charles Leclerc (MON) – Ferrari – a 15s168
6. Esteban Ocon (FRA) – Alpine-Renault – a 23s890
7. Valtteri Bottas (FIN) – Alfa Romeo-Ferrari – a 25s247
8. Guanyu Zhou (CHN) – Alfa Romeo-Ferrari – a 26s952
9. Fernando Alonso (ESP) – Alpine-Renault – a 29s945 *
10. Lance Stroll (CAN) – Aston Martin-Mercedes – a 38s222
11. Daniel Ricciardo (AUS) – McLaren-Mercedes – a 43s047
12. Sebastian Vettel (ALE) – Aston Martin-Mercedes – a 44s245
13. Alexander Albon (TAI) – Williams-Mercedes – a 44s893
14. Pierre Gasly (FRA) – AlphaTauri-Red Bull – a 45s183
15. Lando Norris (ING) – McLaren-Mercedes – a 52s145
16. Nicholas Latifi (CAN) – Williams-Mercedes – a 59s978
17. Kevin Magnussen (DIN) – Haas-Ferrari – a 1min08s180

*Adição de 5s por “ziguezaguear à frente do adversário”

NÃO COMPLETARAM
Yuki Tsunoda (JAP) – AlphaTauri-Red Bull (acidente)
Mick Schumacher (ALE) – Haas-Ferrari (motor)
Sergio Perez (MEX) – Red Bull (câmbio)

VOLTA MAIS RÁPIDA
Carlos Sainz (ESP) – Ferrari – 1min15s749 (volta 63)

PILOTO DO DIA (Votação do Público)
Charles Leclerc (MON) – Ferrari

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s