Volkswagen estuda vender fábrica russa


Com produção suspensa desde o dia 3 de março na Rússia, o Grupo Volkswagen estaria inclinado a vender sua fábrica na cidade de Kaluga. De acordo com o site local Gazeta, a empresa recebeu comitivas vindas de Cazaquistão, Uzbequistão e Áustria, potenciais compradoras do complexo. Além disso, autoridades ligadas ao Ministério de Indústria e Comércio local também teriam visitado as instalações.

Segundo o site, fontes próximas à empresa informaram que há forte inclinação à venda. A intenção da VW seria de negociar o complexo e as operações, mas não se descarta um acordo para fornecimento de componentes no futuro. Como resultado, quem adquirir a planta poderia até mesmo abrir uma nova marca de atuação local, tomando por base os produtos da gigante alemã. Nada disso, porém, está confirmado oficialmente.

Em Kaluga, a VW produzia os modelos Polo e Tiguan, os dois de melhores vendas na Rússia, e também o Skoda Rapid, líder da marca tcheca no país. Em Nizhny Novgorod, no complexo da empresa local GAZ, vinham sendo montados o VW Taos e os Skoda Kodiaq e Octavia. Porém, a operação será fechada, em um processo que se iniciou no começo de agosto.

A saída do Grupo VW significa uma redução significativa na oferta de modelos na Rússia. Em 2021, a Skoda emplacou 90.443 unidades por lá, enquanto a Volks vendeu 86.108 exemplares.

[ Fonte: Gazeta ]

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s