Bugatti Mistral marca fim do motor W16


Bugatti Mistral

O impressionante motor de 16 cilindros em W e oito litros de deslocamento, criado pela Bugatti para o Veyron e estendido ao Chiron, não terá sobrevida. A marca já confirmou que o quadriturbo deixará de ser produzido após o fim da atual geração de hipercarros (leia aqui), que provavelmente será substituída por um híbrido desenvolvido junto com a Rimac (leia aqui). Para marcar o fim do “monstro”, a montadora apresentou o Mistral, um estiloso roadster que terá apenas 99 unidades produzidas. Todas elas já foram vendidas, a um preço mínimo de € 5 milhões (R$ 25 milhões, aproximadamente).

Bugatti Mistral

Visualmente, o Mistral exibe formas bastante únicas, ainda que um olhar menos detalhista traga lembranças do Divo (leia aqui) na dianteira. O roadster tem faróis em componentes horizontais, uma grade mais avançada e sem bordas mantendo o formato de “ferradura” e um capô musculoso sem aberturas. As laterais têm janelas sem quebras e um para-brisa recortado para criar ares de Speedster. Atrás, a cobertura do motor tem linhas próprias, assim como as lanternas em X, ainda que lembrem o Bolide (leia aqui).

Bugatti Mistral

O W16 do Mistral entrega 1.600 cv e 163,2 kgfm de torque, similar ao usado pelo Chiron Super Sport 300+, que passou dos 490 km/h na pista de testes da Volkswagen em Ehra-Lessien (leia aqui). Segundo a Bugatti, os instrumentos do carro foram projetados para “mostrar velocidades de até 420 km/h”.

Bugatti Mistral

Bugatti Mistral

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s