Porsche 911 ganha versão Carrera T


Como feito a cada troca de geração do 911, a Porsche vai, aos poucos, relançando modelos icônicos e de sucesso. Quase quatro anos depois da renovação do esportivo (leia aqui), a marca traz de volta o Carrera T, posicionada entre o Carrera e o Carrera S. Voltada a um público mais purista, ela é oferecida somente com câmbio manual, contando ainda com outros diferenciais frente aos irmãos. A novidade está em pré-venda no Brasil por R$ 815.000.

Como dito, o Carrera T tem como diferencial o câmbio manual, uma caixa específica com sete marchas – embora seja possível comprá-lo com o câmbio de dupla embreagem PDK, de oito relações, sem custo extra -, que trabalha junto do 3.0 de seis cilindros boxer. Com dois turbos, ele rende 385 cv e 47,8 kgfm, a mesma energia disponível no Carrera “de entrada”. Porém, como é voltado aos puristas, ele tem foco em uma condução mais esportiva. Deste modo, a Porsche removeu o banco traseiro do cupê, reduziu a espessura dos vidros laterais e retirou alguns isolantes acústicos, o que ajudou a baixar seu peso em 43 kg em relação ao Carrera, chegando a 1.476 kg.

Entre outros equipamentos, o Carrera T traz diferencial traseiro com deslizamento limitado acionado mecanicamente, ajudando a evitar a perda de torque, com opção de eixo posterior esterçante. Frente ao Carrera, ele sai de fábrica com a suspensão adaptativa PASM, que reduz a distância ao solo em 10 milímetros, e também o pacote Sport Chrono, que inclui controle de largada e cronômetro no topo do painel. Devido aos itens extras e à redução de peso, o 911 Carreta T vai de zero a 100 km/h em 4,3 segundos com a caixa manual e 3,8 s com a PDK, alcançando 291 km/h com qualquer uma delas.

No visual, as modificações são relativamente leves, mas suficientes para diferenciá-lo dos demais. Retrovisores, grelha do motor e logotipo traseiro são pintados em cinza Ágata, enquanto o escape tem ponteira em preto brilhante e as rodas recebem o tom cinza Titanium, com 20 polegadas (245/35) na frente e 21″ (305/30) atrás. Por dentro, há bancos em cinza escuro e volante “GT Sport”.

Em 2017, quando ressuscitou o Carrera T (leia aqui), a Porsche indicou que a letra significa “Touring”, resgatando o significado do 911 T de 1968, homologado para as ruas. Depois do ressurgido 911, outros modelos da marca receberam versões parecidas, como os 718 Cayman e Boxster e o Macan.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s