F1: Ferrari confirma saída de Binotto


1429359599

A Ferrari anunciou que Mattia Binotto não será mais o chefe da equipe a partir de 2023. Confirmando os rumores, o engenheiro italiano não estará mais à frente da escuderia por “decisão própria”. Ele estava no cargo desde 2019, tendo substituído Maurizio Arrivabene (leia aqui). Seu sucessor não foi formalizado, mas as apostas de bastidores recaem sobre Frédéric Vasseur, que ocupa a mesma posição na Alfa Romeo/Sauber.

A saída de Binotto vinha sendo ventilada desde 2020, quando a equipe ficou na sexta posição do Mundial de Construtores da Fórmula 1, sua pior desde 1980, mas ganhou força ao longo deste ano. Após estrear com dobradinha no GP do Bahrein, o time “perdeu o rumo” e começou a decair em rendimento e resultados. Para muitos, os erros de estratégia e planejamento foram determinantes para que a Ferrari perdesse a chance de brigar pelo título com a Red Bull, tendo sido ameaçada inclusive pela Mercedes na reta final do campeonato. E, logicamente, a “culpa” recai sobre o principal comandante.

Apesar do papel na F1, Binotto deixará a Ferrari em definitivo, empresa pela qual foi contratado em 1995. “Estou deixando a companhia que amo, da qual fiz parte por 28 anos, com a serenidade que vem da convicção de que fiz todos os esforços para alcançar os objetivos definidos”, diz. “Deixo uma equipe unida e em crescimento. Um time forte, pronto, tenho certeza, para alcançar as metas mais altas e para o qual deseho o melhor no futuro”, adicionou Mattia.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s