Mitsubishi descontinua Outlander Sport

Fim da linha para o Outlander Sport (leia aqui), a última reestilização do ASX (leia aqui), no mercado brasileiro. Confirmando os rumores, o SUV deixou de vez o mercado, agora desaparecendo do site e das tabelas da Mitsubishi no País. Ele teve a produção interrompida no início de 2022 devido às novas normas de emissões (leia aqui) e até se chegou a falar em retomada nas operações em maio (leia aqui), mas o fato é que a empresa optou por não fabricá-lo mais e dar fim ao seu ciclo no País.

Continuar lendo

Publicidade

Mitsubishi renova ASX na Europa

A Mitsubishi apresentou a segunda geração do ASX, que continua vivo em primeira linhagem, em mercados como o Brasil, o batismo Outlander Sport. Agora, em vez de um projeto próprio, o modelo toma por base o Renault Captur europeu (leia aqui). O ponto negativo fica para a personalidade do visual: a japonesa não se esforçou muito para modificá-lo, alterando somente grade frontal e tampa do porta-malas. A estreia comercial acontece no primeiro trimestre de 2023, na Alemanha.

Continuar lendo

¡Adiós, muchacho! 2021: A lista dos descontinuados do ano – Parte 1

Já tradição no ALL THE CARS, o especial ¡Adiós, Muchacho! relembra os modelos descontinuados no ano anterior. Em 2021, por exemplo, deixaram o País alguns nomes conhecidos, como Ford Fusion, Nissan March e Volkswagen Passat, entre outros (leia aqui). E, em 2021, o mercado brasileiro viu muitos deles saírem de cena, especialmente por questões legais quanto às emissões de poluentes. Foram tantos, aliás, que tivemos de dividir este especial em duas partes, por ordem alfabética. Confira abaixo quais foram as vítimas da mão pesada dos executivos – e da Lei – e também no post a seguir (leia aqui).

Continuar lendo

ASX deixa site da Mitsubishi do Brasil

A Mitsubishi do Brasil já não exibe mais em seu site o ASX. Até então comercializado em versão única, o SUV deixa o mercado deixando o caminho livre para sua reestilização, vendida como um produto diferente e dotada de batismo próprio: Outlander Sport (leia aqui). Com o nome original, o crossover era comercializado por aqui desde 2010 (leia aqui), tendo sido nacionalizado em 2013 (leia aqui).

Continuar lendo

Mitsubishi do Brasil anuncia recall de ASX e Outlander por falha no freio

A Mitsubishi está convocando proprietários de Outlander e ASX, das linhas 2016 e 2017 (a depender do modelo), para comparecerem a um concessionário a fim de repararem gratuitamente seus veículos. Segundo a marca, a dupla pode apresentar problema no freio traseiro devido a uma falha de montagem. O atendimento na rede autorizada já começou.

Continuar lendo

Mitsubishi ASX brasileiro chega ao Uruguai

A HPE Automotores, representante da Mitsubishi no Brasil, deu início à exportação do ASX ao mercado uruguaio. O modelo produzido em Catalão (GO) substitui o similar até então importado do Japão. Ele mantém o visual pré-reestilização, que aqui estreou ao lado do rebatismo para Outlander Sport (leia aqui), sendo oferecido em versão única. O preço tabelado é de US$ 35.990 (R$ 184.520).

Continuar lendo

Reestilizado, Mitsubishi ASX vira Outlander Sport nas versões mais caras

A divisão brasileira da Mitsubishi anunciou o lançamento do Outlander Sport no Brasil. Apesar de apresentado como um novo produto, ele nada mais é que o reestilizado ASX europeu, revelado em 2019 (leia aqui), com o batismo do crossover vendido nos Estados Unidos (leia aqui). A estratégia foi criada para permitir que o SUV renovado conviva com o atual, que ganhou retoques por aqui há menos de dois anos (leia aqui). A novidade parte de R$ 119.990.

Continuar lendo

Mitsubishi ASX ganha reestilização profunda após quase 10 anos de mercado

Lançado no exterior em fevereiro de 2010 (leia aqui) e oferecido no Brasil a partir de outubro daquele ano (leia aqui), o Mitsubishi ASX passou por retoques em 2016 (leia aqui) e 2018 (leia aqui) por aqui ao longo de cinco anos de produção nacional (leia aqui). Lá fora, ele acaba de passar por mais uma reforma, a mais profunda em quase uma década de existência. Acompanhando os demais produtos da marca japonesa, ele será oficializado no Salão de Genebra, em março.

Continuar lendo

Mitsubishi anuncia dois recalls envolvendo cinco modelos no Brasil

A HPE Automotres, representante nacional da Mitsubishi, anunciou a realização de dois recalls no Brasil, totalizando cinco veículos envolvidos em reparos. Uma das campanhas está relacionada à fechadura das portas dos modelos ASX, Outlander e Outlander PHEV (híbrido). A outra diz respeito ao relé do controle do motor. Além dos três SUVs, ela inclui os produtos Lancer e Lancer EVO.

Continuar lendo

Salão: ASX reestilizado é o destaque da Mitsubishi

mitsubishi-asx-2017-brasil-01

Sem sombra de dúvidas, o grande lançamento da Mitsubishi para o Salão de São Paulo é a nova geração da L200, chamada Triton Sport. Mas para o leitor do ALL THE CARS ela não é uma novidade: foi detalhada por aqui em agosto (leia aqui). Por isso, a maior novidade apresentada para a marca nesse momento é a reestilização do ASX. Ao seu lado, se exibem modelos conhecidos, como Outlander, Lancer, Pajero Outdoor e Pajero Full, além do antigo PX-33, primeiro carro com tração integral da marca.

Continuar lendo

Mitsubishi ASX Outdoor ganha câmbio CVT com tração 4×2

Mitsubishi ASX Outdoor 2016 02

Em novembro passado (leia aqui), a Mitsubishi deu início às vendas do ASX Outdoor. Na época, o crossover compacto chegava com um visual mais agressivo, além de adotar conjunto mecânico propício para terrenos acidentados, com câmbio manual e tração 4×4. Agora a versão ganha potencial urbano, contando com transmissão continuamente variável (CVT) e entrega da força somente às rodas dianteiras. Ele parte de R$ 107.990, R$ 5 mil a mais que o pedido pelo irmão “campeiro” (o preço aumentou aqui).

Continuar lendo

Nos EUA, Mitsubishi aplica retoques no ASX, lá vendido como Outlander Sport

Mitsubishi Outlander Sport 2016 - 01A Mitsubishi reforçou o Outlander Sport nos Estados Unidos com uma nova reestilização. Após receber retoques menores anteriormente, o ASX americano ganha agora a mesma cara do Outlander, modelo no qual a marca dos três diamantes tenta “grudar” o SUV compacto. Ainda não é certo que as modificações cheguem à versão brasileira, que é montada sob licença pela MMC. Continuar lendo

Mitsubishi ASX ganha retoques no exterior

Design do ASX passa por mudança bastante sutil, para evitar exageros no estilo acertado do crossover nipônico

A Mitsubishi aplicou uma sutil reestilização no ASX destinado à Europa. Bem-aceito na região, o crossover foi atualizado para ganhar força, adequando-se ao gosto do público. Há mudanças também na mecânica, mas não em termos de motores. Os retoques não têm data para chegar ao Brasil, uma vez que o modelo local é feito solo tupiniquim. Continuar lendo

9ª Eleição All The Cars: Categoria 11 – SUVs até R$ 100 mil

Segmento – Ao longo de 2012, uma série de novidades chegou ao segmento. Apareceram as novas gerações de EcoSport e CR-V e os lançamentos Compass e Haima7, além do retocado ASX. Foram descontinuados o Blazer e o Pajero Sport e o RAV4 voltou a subir de categoria.

Atual Vencedor – Dodge Journey
Favorito – Kia Sportage
Potencial Surpresa – Peugeot 3008

Chery TiggoChery Tiggo – Com reestilização prevista para 2013, o Tiggo segue fazendo figuração no mercado. Foca no custo-benefício, mas a simplicidade do acabamento e a falta de personalidade do design pesam muito. Chega em versão única, com motor 2.0 16v de 135 cv (G). A partir de R$ 53.990 (2.0).

Chevrolet Captiva Ecotec 2012 - 01Chevrolet Captiva – Para se reforçar, o Captiva ganhou mais equipamentos de série no acabamento de entrada na linha 2012. No entanto, deve ganhar retoques visuais em 2013 para manter o nome entre as novidades. O produto é o mesmo desde o lançamento, perdendo um pouco de competitividade frente a rivais mais atuais. Tem duas versões (Ecotec e V6), cada uma com seu motor: 2.4 16v de 185 cv e 3.0 V6 de 268 cv (G). A partir de R$ 89.900 (2.4 Ecotec).

Fiat Freemont Brasil 2012 - 07Fiat Freemont – Sem novidades ao longo do ano, o crossover mexicano segue fazendo sucesso. Derivado do Journey, ele oferece bom acabamento, amplo espaço interno e alto nível de equipamentos, além de ter opção para transportar até sete passageiros. Tem duas versões (Emotion e Precision) e motor 2.4 16v de 172 cv (G). A partir de R$ 86.040 (2.4 Emotion).

FFord EcoSport – Completamente renovado, o EcoSport se modernizou: plataforma avançada, estilo jovial, vasta lista de equipamentos de série e opcionais. Os preços subiram em proporção semelhante, mas o Ford segue competitivo no segmento. O bom nome no mercado é um dos seus pontos fortes. Tem quatro versões (S, SE, FreeStyle e Titanium) e dois motores: 1.6 16v de 110/115 cv e 2.0 16v de 141/147 cv (G/E). A partir de R$ 54.800 (1.6 S).

Haima7 01   Haima7 – Estreante, a marca asiática já desembarcou, no fim de 2012, com o crossover Haima7. Com um pouco da tecnologia emprestada da Mazda, o modelo chega para enfrentar produtos nacionais. Seu trunfo é a lista de equipamentos, bastante recheada para seu preço. Vem em duas versões (GLX e GLS), com motor 2.0 16v de 150 cv (G). A partir de R$ 59.800 (2.0 GLX).

  Honda CR-V 2012 - 06 Honda CR-V – Lançado no início de 2012, o CR-V ganhou bloco ccom tecnologia bicombustível no último trimestre, melhorando sua competitividade. O crossover mexicano tem estilo moderno, mesmo que não sendo unanimidade, bom acabamento e a confiabilidade da marca a seu favor. Tem duas versões (LX e EXL), sempre com motor 2.0 16v de 150/155 cv (G/E). A partir de R$ 83.920 (2.0 LX).

Hyundai Tucson ix35 02Hyundai ix35 – Como o rival mexicano, o ix35 também passou a contar com propulsor flex, o mesmo utilizado pelo Sportage. Tem desenho arrojado, ainda que comece a se tornar comum, interior bem resolvido e bom acabamento. Chega em versão única, com quatro catálogos, e motor 2.0 16v de 16/178 cv (G/E). A partir de R$ 88.000 (2.0).

Hyundai Tucson Flex 1Hyundai Tucson – A principal novidade da linha Tucson era especulada há anos: propulsor com tecnologia bicombustível. Agora realidade, ele deixa o SUV mais competitivo, embora os outros predicados do modelo já não sejam destaque. Perde em atualidade, estilo e acabamento. Tem versão única (GLS), com motor 2.0 16v de 142/146 cv (G/E). A partir de R$ 67.500 (2.0 GLS).

Jeep Compass 2011 - 02Jeep Compass – Lançado em fevereiro, o Compass se tornou a porta de entrada do público brasileiro ao mundo da Jeep, que volta a ter um veículo abaixo dos R$ 100 mil. O modelo não faz tanto sucesso, mas começa a criar um nome para a nova geração, prevista para 2014. Tem desenho simples, sem ousadias ou destaques, e acabamento na média. Chega em versão única, com motor 2.0 16v de 156 cv (G). A partir de R$ 99.990 (2.0 4×4).

Sportage BrasilKia Sportage – Um dos destaques do segmento, o Sportage possui visual arrojado, bom acabamento e vasta lista de equipamentos. Em 2012, as novidades foram a oferta de um propulsor bicombustível e a adoção de um sistema de navegação integrado ao painel, como no exterior. Tem versão única com cinco catálogos e motor 2.0 16v de 169/178 cv (G/E). A partir de R$ 88.900 (2.0).

Mahindra SUV 2010Mahindra SUV – Por mais um ano, o SUV da indiana Mahindra permanece sem novidades. Nacionalizado em 2009, o modelo segue se destacando pela robustez, embora peque em modernidade, desempenho e visual. Deve ser descontinuado com a chegada de novos modelos da empresa, previstos para 2013. Tem versão única (GLX), com motor 2.2 CRDe de 120 cv (D). A partir de R$ 79.260 (2.2 GLX).

Mitsubishi ASX 2013Mitsubishi ASX – Reestilizado, o ASX ganhou reforço para enfrentar a concorrência no Brasil. Um dos produtos mais demandados da Mitsubishi, o modelo passou por retoques leves a fim de deixá-lo atualizado no mercado. Em 2013, passa a ser feito também no País, como já confirmou a Mitsubishi. Tem versão única e motor 2.0 16v de 160 cv (G). A partir de R$ 83.760 (2.0).

Mitsubishi Pajero TR4 2010-04Mitsubishi Pajero TR4 – Por mais um ano sem novidades, o TR4 segue como opção de entrada da Mitsubishi no Brasil. Já com quase duas décadas de estrada, o SUV está ameaçado de descontinuação com a montagem nacional do ASX, segundo rumores. Ainda conquista por seu desempenho fora-de-estrada, pelo porte compacto e pelo visual, mesmo que longe de ser unanimidade. Tem versão única, com motor 2.0 16v de 135/140 cv (G/E). A partir de R$ 65.590 (2.0).

peugeot-3008-oficial-03Peugeot 3008 – Importado da França, o 3008 conquistou seu espaço no mercado nacional, ainda que as vendas tenham caído recentemente. O visual moderno, o bom acabamento e os preços relativamente acessíveis fizeram dele um sucesso maior que o esperado pela marca. Neste ano, ganhou navegador e propulsor mais potente. Vem em duas versões (Allure e Griffe), sempre com motor 1.6 turbo de 165 cv (G). A partir de R$ 83.990 (1.6 Allure).

  Renault Duster Tech Road 2012 01 Renault Duster – Líder entre os utilitários vendidos no Brasil, o Duster conquistou o público por seu visual robusto – ainda que longe de ser uma unanimidade – e pela vasta gama de versões. A mecânica é simples, oriunda de Logan e Sandero, o que lhe garante baixo custo de manutenção. Por outro lado, falta refinamento em algumas áreas para um carro do seu preço. Tem quatro versões (1.6, Expression, Dynamique e Tech Road) e dois motores: 1.6 16v de 110/115 cv e 2.0 16v de 138/142 cv (G/E). A partir de R$ 49.090 (1.6).

SS Actyon1SsangYong Actyon – Em oferta ao longo do ano, o crossover Actyon, de visual polêmico, nunca foi um sucesso. No entanto, serviu pra atrair alguns clientes para a marca coreana, por seu preço relativamente baixo frente a alguns rivais. Dá sinais de cansaço pela falta de atrativos. Tem uma versão e dois motores: 2.3 de 150 cv (G) e 2.0 de 155 cv (D). A partir de R$ 73.862 (2.3 4×4).

Subaru ForesterSubaru Forester – Sem novidades para 2012, o Forester aguarda a chegada da nova geração ao mercado brasileiro. Até lá, tenta convencer o consumidor por sua mecânica robusta e pela exclusividade que oferece. O visual dá sinais de cansaço e o acabamento é simples para o preço pedido. Tem quatro versões (XS, XST, XT e S-Edition) e dois motores: 2.0 16v de 160 cv (G) e 2.5 turbo de 230 cv (G). A partir de R$ 98.965 (2.0 XS 4×4).

Suzuki Grand Vitara Limited Edition 003Suzuki Grand Vitara – Importado do Japão, o Grand Vitara chega com atualizações visuais, especificamente em grade e para-choque. Ele passa a contar também com teto solar opcional e controlador de velocidade nas variações com transmissão automática. Tem uma versão, com motor 2.0 16v de 140 cv (G). A partir de R$ 72.914 (2.0).

Suzuki Jimny 002Suzuki Jimny – Agora nacional, o Jimny chega às lojas brasileiras com ligeiras mudanças visuais. Ele recebeu também um sistema de som mais atual e a opção de teto solar. A montagem nacional não baixou os preços, mas o SUV segue com público fiel, especialmente trilheiros. Tem quatro versões (S, Street, Sun e Sport), com motor 1.3 16v de 85 cv (G). A partir de R$ 46.575 (1.3 S 4×4).

Suzuki SX4 001Suzuki SX4 – Como toda a linha Suzuki vendida no Brasil, o SX4 ganhou retoques leves. A dianteira e as rodas foram alteradas, deixando o crossover mais esportivo. Na essência, é o mesmo modelo vendido até então. Tem três versões (2.0, Sportpack e Mormaii), sempre com motor 2.0 16v de 145 cv (G). A partir de 64.833 (2.0 4×4).

TAC Stark início 02TAC Stark – Agora produzido no Ceará, o Stark segue como opção ao T4, líder do segmento e seu inspirador. O estilo é mais arrojado que o do rival e há diferenciais como amortecedores duplos na suspensão. No entanto, seus preços eram mais altos que os do consagrado adversário, quando lançado, o que acabou por prejudicar seu mercado. Tem versão única, com motor 2.3 MultiJet de 127 cv (D). A partir de R$ 88.795 (2.3).

Troller T4 2013 - 01Troller T4 – Para se adequar às leis de emissões, o T4 ganhou um novo propulsor, seu destaque em 2012. Também recebeu a série especial Praia e algumas mudanças nos acabamentos interno e externo. Ainda assim, deve ganhar nova geração anda em 2013. Tem versão única, com motor 3.2 TDI de 165 cv (D). A partir de R$ 93.933 (3.2).

Para votar, copie e cole a lista abaixo, dando notas de 5 a 10:
Chery Tiggo –
Chevrolet Captiva –
Fiat Freemont –
Ford EcoSport –
Haima7 –
Honda CR-V –
Hyundai ix35 –
Hyundai Tucson –
Jeep Compass –
Kia Sportage –
Mahindra SUV –
Mitsubishi ASX –
Mitsubishi Pajero TR4-
Peugeot 3008 –
Renault Duster –
SsangYong Actyon –
Subaru Forester –
Suzuki Grand Vitara –
Suzuki Jimny –
Suzuki SX4 –
TAC Stark –
Troller T4 –

Mitsubishi afirma que ASX só será produzido no Brasil no segundo semestre

Mitsubishi ASX Europa 2013

Após surgir a informação de que o crossover ASX seria produzido em algumas semanas no País, a Mitsubishi do Brasil se pronunciou. Em resposta à notícia publicada pelo jornal Folha de São Paulo – e que reproduzimos aqui -, a marca japonesa informou que o utilitário-esportivo vai ser mesmo feito por aqui, como já havia confirmado. No entanto, a montagem só iniciará no segundo semestre.

Continuar lendo

Pensando Grande: saiba quais modelos de maior porte virão ao País

O aquecimento da economia não apenas impulsionou as vendas de pequenos e médios no Brasil. Os modelos grandes, do chamado segmento D na Europa, por exemplo, também vêm ganhando espaço por aqui. Com maior oferta de produtos e boa aceitação, ficou interessante importá-los ao mercado nacional. E não são poucos os sedãs e utilitários previstos para as lojas tupiniquins nos próximos anos. Veja quais são.

Continuar lendo

8ª Eleição All The Cars: Categoria 11 – SUVs

Segmento – Segmento disputado por crossovers e utilitários compactos com preços de até R$ 100 mil teve novidades ao longo do ano. As mais significativas foram os novos Hyundai ix35 e Peugeot 3008, o renovado Kia Sportage e o “rebaixado” Volkswagen Tiguan.

Atual Vencedor – Kia Sportage
Favorito – Kia Sportage
Potencial Surpresa – Mitsubishi ASX

Chery Tiggo – Importado da China, o Tiggo teve vendas pouco expressivas. O visual de fraca personalidade e o acabamento aquém da média do segmento são os principais defeitos do modelo. Por outro lado, há alto nível de itens de série. Chega em versão única, sempre com motor 2.0 16v de 135 cv. A partir de R$ 52.990 (2.0). Mais

Chevrolet Blazer – Relegado às vendas diretas/frotistas, a Blazer é raridade nas ruas – nos modelos mais recentes, frise-se. Antiga referência do segmento, o utilitário perdeu atrativos ao longo do tempo, reduzindo, com isso, seu potencial de vendas. Peca em espaço interno, acabamento e conforto, embora seja robusta. Chega em versão única (Advantage), com motor 2.4 de 141/147 cv. A partir de R$ 68.809 (2.4 Advantage 4×2). Mais

Chevrolet Captiva – Produzido no México, o Captiva é um dos modelos mais vendidos do segmento. Tem desenho esportivo e moderno e acabamento justo, com bom nível de equipamentos. A falta de novidades, no entanto, pesa contra. Tem duas versões (Ecotec e Sport) e dois motores: 2.4 16v de 185 cv e 3.6 V6 de 268 cv. A partir de R$ 91.792 (2.4 Ecotec). Mais

Dodge Journey – Levemente reestilizado, o crossover importado do México recebeu retoques na dianteira e na traseira e habitáculo melhor acabado. Também há um novo propulsor, maior e mais potente. Conta com duas versões (SXT e R/T) e apenas motor 3.6 V6 de 285 cv. A partir de R$ 97.500 (3.6 SXT). Mais

Fiat Freemont – Leitura do Journey feita pela Fiat, o Freemont pouco se diferencia do irmão. O crossover vendido pela marca italiana já traz o novo habitáculo, mas se diferencia por ter propulsor menos potente e opção de modelos com cinco ou sete lugares. São duas versões (Emotion e Precision), com motor 2.4 16v de 172 cv. A partir de R$ 81.900 (2.4 Emotion). Mais

Ford EcoSport – Ainda sem novidades profundas, o EcoSport aguarda a chegada de sua segunda geração, prevista para meados de 2012. Até lá, perde por não ser mais novidade, pelo acabamento simples e pelo espaço interno não muito generoso. A linha 2012 ganhou novos itens em alguns catálogos. Tem cinco versões (XL, XLS, Freestyle, XLT e 4WD) e dois motores: 1.6 de 101/107 cv cv e 2.0 16v de 141/145 cv. A partir de R$ 54.790 (1.6 XL). Mais

Honda CR-V – Já com nova geração apresentada no exterior e garantida para o Brasil em março, o CR-V segue em oferta para acabar com estoques. Destaca-se pelo acabamento justo e pelo espaço interno. O visual dá sinais de cansaço, enquanto o desempenho é fraco, apesar de na média da maioria dos concorrentes. Tem duas versões (LX e EXL), com trações 4×2 e 4×4 respectivamente e motor 2.0 16v de 150 cv. A partir de R$ 85.700 (2.0 LX). Mais

Hyundai ix35 – Vindo da Coreia do Sul, o ix35 é o quinto SUV mais vendido do País. Tem desenho moderno e esportivo, com vincos marcantes e linhas ousadas. O interior segue o mesmo estilo. Peca pelo acabamento não muito esmerado. Chega em versão única (GLS) com variação de catálogos e motor 2.0 de 170 cv. A partir de R$ 85.000 (2.0). Mais

Hyundai Tucson – Fabriado no Brasil, o Tucson segue sem grandes atrativos. É o segundo mais vendido entre os SUVs comercializados por aqui. Caiu no gosto do público, mas não atrai mais por design, espaço ou acabamento. Peca ainda pela falta de airbag duplo e ABS de série. Tem duas versões (GL e GLS), com motor 2.0 16v de 142 cv. A partir de R$ 64.000 (2.0 GL). Mais

Kia Sportage – Atual campeão, o coreano Sportage se destaca pelo desenho moderno e esportivo e pela plataforma avançada, compatilhada com o ix35. O habitáculo também é bem inspirado e o acabamento, em termos gerais, remente ao irmão da Hyundai. Tem versão única, com seis catálogos, e motor 2.0 16v de 166 cv. A partir de R$ 85.900 (2.0). Mais

Mahindra SUV – Bastante discreto no mercado, o utilitário indiano recebeu uma reestilização sutil em 2010, mas não tem demanda alta no País. Feito em Manaus (AM) em parceria com a Bramont, o modelo peca pelo estilo antiquado e pelo comportamento de fora-de-estrada. Ganha pontos em espaço interno. Tem versão única (GLX), com motor 2.6 CRDe de 110 cv. A partir de R$ 86.864 (2.6 CRDe GLX 4×4).

Mitsubishi ASX – Com iminente início de produção no Brasil, previsto para 2012, o ASX regitra boa aceitação no País. Importado do Japão, ele se destaca pelo estilo moderno, pelo bom acabamento e pelo propulsor potente. Peca no espaço interno. É um dos poucos modelos da marca com tração 4×2. Tem duas versões (4×2 e 4×4), alguns catálogos e motor 2.0 16v de 160 cv. A partir de R$ 82.990 (2.0). Mais

Mitsubishi Pajero Sport – Descontinuado em 2011, o Pajero Sport abriu espaço na fábrica de Catalão (GO) para o irmão mais moderno Dakar. Tinha estilo ultrapassado, projeto antigo e espaço interno acanhado. No entanto, contava com bom comportamento fora-de-estrada e fama de robusto. Tinha duas versões (GLS e HPE) e dois motores: 2.5 D de 150 cv e 3.5 V6 de 200/205 cv. A partir de R$ 99.990 (2.5 D 4×4). Mais

Mitsubishi Pajero TR4 – A grande novidade do modelo é adoção de tração 4×2 na linha 2012. Fora isso, o TR4 manteve as qualidades de antes: aptidão para fora-de-estrada, boa rodagem na cidade pelas medidas compactas e nível de itens de série satisfatório. Peca em acabamento, consumo, desempenho e projeto, já com mais de uma década de existência. Tem duas versões (GLS e 2.0), com motor 2.0 de 135/140 cv. A partir de R$ 65.990 (2.0 GLS). Mais

Peugeot 3008 – Fabricado na França, o 3008 é considerado um dos modelos mais belos do segmento. Bem acabado, também tem nível de equipamentos condizente com o status que passa. O espaço interno não é tão grande quanto o tamanho sugere, oferecendo, em contrapartida, conforto ao rodar. Tem duas versões (Allure e Féline), com motor 1.6 THP de 156 cv. A partir de R$ 79.900 (1.6 Allure). Mais

Renault Duster – Bem-aceito desde o lançamento, na segunda metade do ano, o utilitário Duster tem visual robusto, bom espaço interno e gama de versões completa, com opções 4×4 e automática. O estilo é controverso e o interior, uma evolução dos menores Logan e Sandero. Tem duas versões (Expression e Dynamique) e dois motores: 1.6 16v de 110/115 cv e 2.0 16v de 138/142 cv. A partir de R$ 53.200 (1.6 Expression). Mais

SsangYong Actyon – Produzido na Coreia do Sul, o Actyon também não mudou ao longo de 2011. Mantém o estilo esportivo polêmico, o acabamento de qualidade e a falta de alcance pela pequena rede de lojas da marca. Chega em versão única (GLX), com tração 4×4 e dois motores: 2.3 de 150 cv e 2.0 TDI de 141 cv. A partir de R$ 77.317 (2.3 4×4 AT). Mais

SsangYong Korando – Importante novidade da marca no ano, o Korando agrada pelo estilo moderno, sem exageros catacterísticos dos SsangYong, e pela concepção de crossover urbano. O acabamento e o nível de itens de série também são pontos positivos. Esbarra na falta de tradição, na rede limitada e no espaço acanhado. Tem três versões (GL, GLS e GLS Executivo), sempre com motor 2.0 TDI de 175 cv. A partir de R$ 89.900 (2.0 TDI GL). Mais

Subaru Forester – Importado do Japão, o Forester mantém-se como opção robusta ao fora-de-estrada, tendo bom acabamento e espaço interno. A rede limitada a 12 lojas, porém, freia as chances do modelo ganhar mercado. Em 2011, recebeu a série especial S-Edition, com estilo e desempenho mais esportivos. Tem quatro versões (XS, XS Top, XT e S-Edition), com três motores: 2.0 de 160 cv, 2.5T de 230 cv e 2.5T de 270 cv. A partir de R$ 92.000 (2.0 XS). Mais

Suzuki Grand Vitara – Responsável por recolocar a Suzuki no Brasil, o Grand Vitara tem boa fama junto aos trilheiros daqui. Em sua terceira geração, o utilitário ganhou visual mais robusto e agressivo, abusando das linhas retas, mas se diferenciando das outras criações da empresa. Tem bom nível de itens de série e acabamento justo. Perdeu o propulsor V6 no início de 2011. Chega em versão única, com motor 2.0 16v de 140 cv. A partir de R$ 75.990 (2.0 4×2 MT). Mais

Suzuki Jimny – Voltado especialmente para terrenos mais acidentados, o japonês Jimny é uma boa opção também para grandes centros urbanos pelo porte compacto. O estilo não é dos mais atraentes, o acabamento é simples e o espaço interno, acanhado. No entanto, tem público cativo, por sempre contar com tração 4×4. Chega em versão única, com motor 1.3 de 84 cv. A partir de R$ 54.790 (1.3 4×4). Mais

Suzuki SX4 – Vindo do Japão, o crossover SX4 é fruto de parceria da marca com a Fiat. Tem desenho jovial, bom acabamento e nível de itens de série satisfatório. Peca pelo espaço interno escasso e pela fama ruim que a fabricante japonesa ganhou após abandonar o mercado brasileiro, no passado. Tem versão única, com motor 2.0 16v de 145 cv. A partir de R$ 59.990 (2.0). Mais

TAC Stark – Criado para andar em terrenos mais acidentados, o catarinense Stark segue a receita do cearense T4. Destaca-se pelo visual mais esportivo que o do rival, pelo propulsor moderno e por adotar amortecedores duplos, garantindo melhor estabilidade. Tem ainda mais espaço que o adversário direto. Peca em confiabilidade, por conta da falta de tradição da marca, e pelos valores altos cobrados. Tem versão única, com motor 2.3 MultiJet de 123 cv. A partir de R$ 98.790 (2.3 4×4). Mais

Toyota RAV4 – Sem a aguardada reestilização aplicada lá fora, o RAV4 segue agradando a um público fiel da marca japonesa. Tem acabamento justo e motor mais forte que boa parte dos rivais. A lista de itens de série não é das mais recheadas, seguindo o pragmatismo nipônico, mas não deixa a desejar. Chega em versão única, com motor 2.4 de 170 cv. A partir de R$ 92.500 (2.4 4×2). Mais

Troller T4 – Após a série especial Expedition, lançada em 2010, a Troller lançou uma outra edição especial do T4 em 2011, a Storm. Ela usa tons cor de areia, fazendo alusões a tempestades que atingem desertos como o do Saara. De resto, continua o mesmo de sempre: bem-visto entre jipeiros, robusto, com motor moderno e relativamente confortável (nos bancos da frente). Peca no espaço atrás e no acabamento mais simples, além da estabilidade em asfalto. Chega em duas versões (T4 e Storm), com motor 3.0 TDI de 163 cv. 93.227 (3.0 TDI 4×4). Mais

Para votar, copie e cole a lista abaixo:
Chery Tiggo –
Chevrolet Blazer –
Chevrolet Captiva –
Dodge Journey –
Fiat Freemont –
Ford EcoSport –
Honda CR-V –
Hyundai ix35 –
Hyundai Tucson –
Kia Sportage –
Mahindra SUV –
Mitsubishi ASX –
Mitsubishi Pajero Sport –
Mitsubishi Pajero TR4-
Peugeot 3008 –
Renault Duster –
SsangYong Actyon –
SsangYong Korando –
Subaru Forester –
Suzuki GVitara –
Suzuki Jimny –
Suzuki SX4 –
TAC Stark –
Toyota RAV4 –
Troller T4 –

Mitsubishi anuncia R$ 1 bilhão para Catalão (GO); ASX será feito no Brasil

A Mitsubishi Motors do Brasil anunciou o investimento de R$ 1 bilhão na fábrica de Catalão (GO). Na planta, a empresa vai produzir o crossover ASX, atualmente importado do Japão, a partir de 2012, graças à injeção de capital confirmada agora. Os recursos também viabilizarão uma modernização nas instalações goianas, para montar unidades do sedã Lancer. Para completar, o parque terá uma ala voltada à fabricação de motores.

Continuar lendo