Justiça dos EUA acata reclamação e abre investigação em carros da Mercedes

Depois do escândalo Dieselgate envolvendo veículos do Grupo Volkswagen, outras empresas passaram a ser observadas sob suspeita de também utilizar softwares para mascarar as reais emissões de seus motores a diesel. Uma delas é a Mercedes-Benz, que será investigada pelos Estados Unidos após um processo movido por seus clientes em 2016 (leia aqui). A Justiça Federal de lá acatou o pedido dos consumidores e determinou que haja uma inspeção minuciosa para verificar se houve ou não fraude na legislação ambiental local.

Continuar lendo

Mais Dieselgate? Volkswagen é investigada por emissões do motor 1.2 TDI

O agência alemã para assuntos viários KBA reabriu a investigação sobre as emissões dos motores 1.2 TDI, a diesel, do Grupo Volkswagen. Após ter autorização para corrigir o software fraudulento nesse propulsor (leia aqui), a gigante alemã é suspeita de trocar o dispositivo por outro também destinado a burlar a legislação ambiental. A informação foi publicada pelo jornal Bild am Sonntag.

Continuar lendo

Dieselgate: FCA também recebe multa por fraude nas emissões nos EUA

[Foto: Autoblog.com]

Revelada dentro do Grupo Volkswagen, a fraude no controle eletrônico dos motores a diesel, que mascarou as reais emissões dos veículos e ficou conhecida como Dieselgate, acabou sendo exposta em outras grandes montadoras. A FCA Fiat Chrysler, uma delas, também foi investigada por autoridades nos Estados Unidos por uma prática semelhante. Agora, o Departamento de Justiça do Tio Sam e o estado da Califórnia confirmam uma multa de cerca de US$ 800 milhões (R$ 2,96 bilhões)

Continuar lendo

Audi é acusada de falsificar chassis para burlar emissões na Coreia do Sul

O escândalo Dieselgate segue rendendo assunto no exterior, mesmo após três anos de sua revelação, nos Estados Unidos. Segundo o jornal alemão Suddeutsche Zeitung, a Audi está sendo investigada por falsificação de números VIN (o popular “número do chassi” no Brasil) para burlar as regras de emissões da Coreia do Sul. A empresa admitiu o caso, ainda de acordo com o periódico, e revelou ter aberto uma investigação interna para apontar os responsáveis.

Continuar lendo

Dieselgate? General Motors continuará com motores a diesel nos EUA

O escândalo de motores a diesel do Grupo Volkswagen, equipados com dispositivos para fraudar testes emissões, foi a deixa para que todos os dedos fossem apontados para este tipo de propulsor. De imediato, o conglomerado sediado em Wolfsburg decidiu por incriminá-los, como acabariam fazendo outras marcas. A Mercedes, por exemplo, teve de fazer recentemente um recall na Alemanha (leia aqui) e cancelou as vendas deste tipo de veículo nos Estados Unidos, onde a fraude da VW foi descoberta. Mas a General Motors não desistirá do Diesel, como confirma a própria gigante de Detroit. Ela continuará equipando seus modelos com tais motores, especialmente em seu país de origem.

Continuar lendo

Dieselgate: Detido, CEO da Audi é intimado a dar explicações sobre fraude

Rupert Stadler (Foto: Audi)

A fraude nos ensaios de homologação de emissões de motores a diesel, que ficou conhecida como Dieselgate, segue respingando nas marcas do Grupo Volkswagen. Na manhã desta segunda-feira (18), o CEO da Audi, Rupert Stadler, foi detido na Alemanha para dar explicações sobre o caso. A marca confirmou a prisão provisória do executivo, a fim de prestar esclarecimentos sobre sua responsabilidade no escândalo e o impacto da ação nos carros da empresa equipados com o dispositivo fraudador. A informação é do jornal The New York Times.

Continuar lendo