Hyundai HB20 trocará motor 1.6 por 1.0 Turbo; propulsores serão nacionais

A Hyundai anunciou que dará início à produção de motores no Brasil em 2022, como já havia sido adiantado no ano passado (leia aqui). A marca aproveitará o complexo de Picarcicaba (SP) para erguer uma área adicional, a fim de montar propulsores, atualmente importados. A medida coincide com os planos da empresa de dar fim ao atual 1.6 16v Flex aspirado na família HB20, como já aconteceu no Creta (leia aqui), substituindo-o pelo 1.0 12v Turbo Flex.

Continuar lendo

Chile iniciará produção de combustível sintético; projeto tem parceria da Porsche

O Chile deu um novo passo em direção à viabilização dos combustíveis sintéticos. Uma das maiores apoiadas do projeto, a Porsche já anunciou testes no território andino (leia aqui) e confirmou o uso do produto em suas categorias de automobilismo (leia aqui). Agora, as empresas Haru Oni e MAN Energy Solutions revelam que pretendem fabricar o líquido no sul daquele país em 2022.

Continuar lendo

Lamborghini confirma que substituto do Aventador usará motor V12 eletrificado

A Lamborghini confirmou a permanência dos motores V12 em sua linha de produção (leia aqui). Mas a continuidade destes propulsores virá a um custo: sua eletrificação. Isso será necessário para que a empresa consiga anteder às normas de emissões da União Europeia. A estreia do doze-cilindros acontece no sucessor do Aventador (leia aqui), que deve ser apresentado nos próximos meses.

Continuar lendo

União Europeia deve impor 2035 como ano limite para venda de carros a combustão

A União Europeia deverá seguir suas principais economias e determinar a proibição da venda de veículos com motor a combustão entre seus estados-membros. Segundo o site Automobile Prope, o bloco econômico seguirá nações como Reino Unido e Alemanha, banindo a comercialização de automóveis e utilitários com propulsão a diesel e a gasolina a partir de 2035. O decreto que formaliza o procedimento ainda está sendo moldado e deve ser anunciado oficialmente no dia 14 de julho, em Bruxelas, Bélgica.

Continuar lendo

Volkswagen confirma que venderá apenas elétricos na Europa até 2035

Volkswagen ID.4

Era questão de tempo até que a Volkswagen seguisse oficialmente o caminho das rivais, anunciando uma data limite para a comercialização de veículos com motor a combustão. Ao menos na Europa, a empresa prevê que só terá elétricos na gama até 2035, embora em outras regiões a transição deva levar mais tempo para se concluir. “Na Europa, sairemos do segmento de veículos de combustão interna entre 2033 e 2035. Nos Estados Unidos e na China, será um pouco mais tarde”, revelou o diretor de vendas globais da empresa, Klaus Zellmer, ao jornal alemão Münchner Merkur.

Continuar lendo

Nissan acelera desenvolvimento de célula de combustível alimentada por etanol

Nissan inicia projeto para lançar célula de combustível a etanol no Brasil

Apresentado no Brasil no final de 2016 (leia aqui), o protótipo da Nissan movido a célula de combustível alimentada por etanol terá intensificado o desenvolvimento da tecnologia. A marca anunciou uma parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) para trabalharem conjuntamente em torno da viabilidade econômica desse sistema de propulsão. O sistema é uma variação do que já se vê no exterior com o hidrogênio, mas está mais perto de chegar à grande escala devido à maior facilidade de armazenamento do álcool.

Continuar lendo

Renault inicia produção do Captur com inédito motor 1.3 Turbo Flex no Brasil

A Renault anunciou, nessa quarta-feira (9), o início da montagem do Captur equipado com o inédito motor 1.3 Turbo Flex, fruto de parte de um investimento bilionário (leia aqui). Sem dar detalhes, a marca apenas revelou ter começado a fabricar o crossover com o novo propulsor, sem estimar data de lançamento ou detalhar números. A expectativa, porém, é que ele chegue às lojas entre julho e agosto.

Continuar lendo

Novo plano de emissões da Europa pode “banir” motores a combustão em 2026

A maior parte dos mercados europeu já decidiu impor uma “data final” para a comercialização dos carros com motor a combustão, variando entre 2030 e 2040, principalmente. No entanto, a proibição pode acontecer ainda antes, em 2026. É o que indica a Associação dos Construtores Europeus de Automóveis (Acea), tomando por base os futuros limites a serem impostos pelo programa Euro 7, que entra em vigor em 2025.

Continuar lendo

Sueca Neste testará combustível que promete redução de até 90% das emissões

Sweden proposing ambitious aviation GHG emission reduction targets |  Bioenergy International

A empresa sueca Neste, que produz combustível de aviação renovável, anunciou ter entrado na fase final de desenvolvimento de um inédito combustível para veículos. Segundo a empresa, agora será avaliada a viabilidade comercial do produto, que pode substituir, no futuro, a gasolina tradicional. O líquido seria fundamental para abastecer os modelos a combustão e híbridos remanescentes, que seguirão em circulação após a proibição de suas vendas. Não fica claro, porém, se a tecnologia se enquadrada como o “e-fuel” que vem sendo testado principalmente pela Porsche (leia aqui) e pela aliada Bentley (leia aqui).

Continuar lendo

Dodge volta a reconhecer fim dos V8, mas promete esportivos elétricos

A Dodge profetizou novamente o fim do motor V8, atualmente o coração de seus carros. A marca reconhece que a legislação cada vez mais restritiva forçará o abandono dos propulsores de grande deslocamento, até que os movidos a combustão interna sejam definitivamente banidos. Mas a marca deixou claro que não medirá esforços para entregar bom desempenho. “Os substitutos [dos V8] serão ainda mais emocionantes”, adiantou o chefe de vendas, Matt McAlear, ao site Muscle Cars & Trucks.

Continuar lendo

CEO da Toyota sofre críticas por colocar em dúvida proibição de motor a combustão

Akio Toyoda, CEO da Toyota

O CEO da Toyota, Akio Toyoda, foi criticado por cinco grandes acionistas da montadora, em entrevista à agência Reuters. Segundo os ouvidos, a questão gira em torno das recentes declarações do executivo, que disse que as políticas de limitação de motores a combustão limitam as opções. Para eles, o discurso está desalinhado ao da montadora, especialmente porque a concorrência investe pesado em elétricos.

Continuar lendo

Agora parceira da Porsche, Bentley usará combustível sintético em Pikes Peak

Após apoiar publicamente a iniciativa da Porsche (leia aqui), a Bentley decidiu auxiliar no desenvolvimento de combustíveis sintéticos, como vem sendo feito pela prima alemã. A marca inglesa participará da tradicional subida de Pikes Peak, nos Estados Unidos, com um exemplar do Continental GT3 apto a queimar esse tipo de produto. A disputa servirá como parte do laboratório de testes dos germânicos, que já usarão e-fuels em sua categoria monomarca (leia aqui) e conduzem testes em vias públicas no Chile (leia aqui).

Continuar lendo

Porsche anuncia início de testes com combustível sintético no automobilismo

Depois de iniciar ensaios de rua com combustível sintético no Chile (leia aqui), a Porsche agora vai testar a tecnologia também nas pistas. A empresa anunciou que o e-fuels será padrão para sua categoria Mobil 1 Supercup, durante as temporadas 2021 e 2022, a fim de aferir o comportamento e a viabilidade do líquido em competições. O material será fornecido pela ExxonMobil.

Continuar lendo

CEO confirma que Volkswagen não desenvolverá novos motores a combustão

A Volkswagen não vai mais desenvolver novos motores a combustão. É o que revela seu CEO, Ralf Brandstätter, em entrevista à revista alemão Automobilwoche. Tal qual a irmã Audi, a empresa se concentrará em refinar os propulsores atuais, deixando-os mais avançados e limpos. Contudo, novas famílias não sairão mais da área de engenharia da gigante alemã. “No momento, não espero que uma família de motores completamente nova seja lançada novamente”, pontua.

Continuar lendo

Stellantis anuncia produção imediata de motores 1.0 e 1.3 Turbo em Betim (MG)

A Stellantis, resultado da fusão entre FCA e PSA, deu início à produção dos novos motores turbinados da família GSE no Brasil. A montagem começou imediatamente na planta de Betim (MG), estreando com o 1.3 de quatro cilindros (T4), que na variação movida somente a gasolina contará com 180 cv. Ao longo de 2021, o 1.0 de três cilindros (T3) também passa a ser feito no País. A dupla equipará modelos Fiat e Jeep, mas também pode ser estendida a produtos de Peugeot e Citroën no futuro.

Continuar lendo

Porsche inicia testes com combustível sintético em 2022, no Chile

A Porsche anunciou que começará a fazer testes com combustíveis sintéticos a partir de 2022. O projeto será conduzido no Chile, fruto de uma parceria com a petrolífera local ENAP e empresas como Siemens Energy, Enel e AME. A viabilidade desse tipo de produto pode significar a continuidade dos motores a combustão interna por mais algum tempo.

Continuar lendo

Etanol pode auxiliar na transição para o carro elétrico, diz CEO da VW Brasil

Custosa mesmo para países desenvolvidos, a transição dos veículos a combustão para elétricos encontra dificuldades em nações emergentes. Inserido nesse grupo, o Brasil ainda enfrenta outros “problemas”, como a grande dimensão territorial. Mas para o CEO da Volkswagen Brasil e América Latina, Pablo Di Si, o etanol pode ser um forte aliado nesse momento.

Continuar lendo

BMW 320i Flex chega por R$ 245.950; sedã ganha chave digital

Montada em Araquari (SC) desde 2019 (leia aqui), a última geração do Série 3 chega à gama 2021 com novidades. Uma delas é a volta da tecnologia bicombustível ao propulsor 2.0 Flex, que move as variações 320i (leia aqui e aqui). A outra é a chave digital, que permite o acesso ao veículo e a partida do motor mediante smartphones e smartwatches. A novidade tem preços entre R$ 245.950 e R$ 265.950.

Continuar lendo

General Motors celebra um milhão de motores produzidos em Joinville (SC)

A General Motors está comemorando a marca de um milhão de propulsores saídos das linhas de montagem de Joinville (SC). Em operação desde 2013, a unidade produzia, na ocasião, os motores 1.0 8v e 1.4 8v da primeira geração do Onix. Atualmente, é responsável por fabricar os 1.0 (aspirado e turbo) e 1.2 (turbo) utilizados por Onix Plus, Tracker e a segunda linhagem do hatch.

Continuar lendo

União Europeia deve ter apenas carros elétricos à venda até 2035

Elétricos serão padrão no Velho Continente em 2035

A Europa está cada vez mais próxima de banir a comercialização total de veículos com motor a combustão. Segundo a revista francesa Auto Plus, o Conselho da União Europeia, formado por representantes dos 27 estados-membro do bloco econômico, decidiu por impor uma data limite para a oferta de automóveis e comerciais movidos por esse tipo de propulsão. A expectativa é que apenas carros elétricos sejam vendidos por lá a partir de 2035.

Continuar lendo

Porsche se renderá à eletrificação para manter motores aspirados

Para tentar manter parte de suas tradições, a Porsche vai se render à “imposição tecnológica”. A marca alemã pretende continuar com propulsores de aspiração natural, sem turbocompressores, mas precisará recorrer a sistemas eletrificados para conseguir atender às leis ambientes pelo mundo. Isso significa que, de certa forma, seus esportivos se tornarão híbridos leves – ao menos em algumas versões – em um futuro não muito distante. A informação foi revelada pelo executivo responsável pelas linhas 718 e 911, Frank-Steffen Walliser, à revista inglesa Autocar.

Continuar lendo

Toyota não desenvolverá mais motor V8; propulsor equiparia o Lexus LC

A Toyota não vai mais produzir o motor V8 para equipar produtos seus e da Lexus. A revelação foi feita pela revista japonesa Mag-X, que garante que a montadora desistiu de investir no desenvolvimento desse propulsor, que seria estreado pela versão esportiva F do cupê LC. O alto custo e o impacto da pandemia do coronavírus teriam sido determinantes para a decisão.

Continuar lendo

BMW anuncia fim do motor quadri-turbo a diesel com série especial

Durou pouco a vida do motor a diesel com quatro turbocompressores da BMW. Apresentado em maio de 2016 (leia aqui), ele teve o fim confirmado oficialmente pela marca para setembro. Antes, o modelo equipará a série especial Final Edition, para celebrar sua existência. A edição será restrita aos SUVs X5 e X7, embora o propulsor já tenha movido modelos como o Série 7 e o Série 5.

Continuar lendo

Fiat Brasil confirma dois SUVs até 2022, motores turbo, 500 elétrico e câmbio CVT

Fiat Fastback Concept 01Fiat Fastaback/”Toro SUV” deve ser produzido

A Fiat confirmou uma série de novidades para o mercado brasileiro ao longo dos próximos dois anos. Ressaltando estar “em nova fase”, a gigante italiana aponta três pilares pra fundamentar seu reposicionamento: experiência do consumidor, comunicação e novos produtos. E nesse último quesito há informações impactantes. Entre elas, a marca garante a chegada do 500 elétrico e de dois SUVs inéditos para País, além de confirmar os especulados motores Firefly turbinados e a transmissão continuamente variável (CVT).

Continuar lendo

Bentley encerra produção do motor V12 de 6,75 litros após 60 anos

A morte do Mulsanne, anunciada em janeiro (leia aqui), causou o fim também do longevo motor de 6,75 litros da Bentley – ou 6¾-Litre, como prefere a tradição da marca. Agora, a empresa britânica confirma que o famoso propulsor teve seu último exemplar produzido, após mais de 60 anos de fabricação. O original surgiu em 1959, ainda como 6.25 – ou 6¼-Litre -, para mover seus sedãs e da Rolls-Royce, sua controladora à época.

Continuar lendo

Motor 1.0 da família Onix ganha sistema híbrido leve na China

Estreado por Onix Plus (leia aqui) e Onix (leia aqui) no Brasil, o motor 1.0 turbo da Chevrolet tem novidade na China. Agora, ele pode ser equipado com sistema híbrido leve, que ajuda a reduzir consumo e emissões. A novidade estreia no sedã Monza (leia aqui), que também se move com um 1.3 turbo de 163 cv. Ele, aliás, é líder de vendas da marca no gigante asiático desde seu lançamento, em março de 2019.

Continuar lendo

Executivo Volkswagen afirma que motores a combustão têm longa vida

Apesar da onda de elétricos – que atingiu ela própria, aliás -, a Volkswagen acredita que os motores a combustão interna terão muita lenha para queimar (com o perdão do trocadilho). Em entrevista à revista Autocar, o chefe técnico da marca, Matthias Rabe, disse que esse tipo de propulsor vai estender sua vida útil com o desenvolvimento de combustíveis sintéticos. Nesse caso, eles poderão inclusive zerar as emissões de dióxido de carbono (CO2), que têm sido sua maior crítica.

Continuar lendo

Bentley cria edição final do Mulsanne, dando fim também ao V8 de 6,75 litros

Lançado há uma década (leia aqui), o luxuoso Mulsanne dará adeus ao mercado. A Bentley anunciou o lançamento da série especial 6.75 Edition, criada pela divisão de customização Mulliner, para marcar o fim do sedã e do icônico motor V8 de 6,75 litros, cujo projeto data de 1959. A edição será limitada a 30 exemplares, provável todos eles já com destino certo.

Continuar lendo

BMW preve mais 30 anos de vida para motores a combustão interna

A eletrificação dos automóveis parece ser um caminho sem volta, inclusive entre as montadoras mais “puristas”. No entanto, algumas delas seguem projetando ainda uma existência um pouco mais longeva para os propulsores a combustão interna. A BMW, nesse sentido, anuncia agora que vai mantê-los em produção por pelo menos mais 30 anos. Mas o prazo é válido apenas para aqueles movidos a gasolina, pois para os que queimam diesel a previsão é de somente duas décadas de sobrevida.

Continuar lendo

Volvo e Mercedes podem compartilhar sistemas de propulsão no futuro

Apesar da tendência de migração para a propulsão elétrica, os carros com motor a combustão ainda serão utilizados por um bom tempo em todo o mundo. Mas atender às normas de emissões ficará cada vez mais difícil – e caro -, fazendo com que as montadoras unam forças para amortizar tais custos. É o caso de Volvo e Mercedes-Benz, que têm negociação aberta para compartilhar o desenvolvimento de propulsores, a fim de diminuir o impacto desse tipo de investimento em suas contas.

Continuar lendo

General Motors inaugura segunda fábrica de motores em Joinville (SC)

Nova ala (telhado branco) causa desativação da antiga (teto cinza)

Depois de cerca de um mês de atividades, a segunda planta de motores da General Motors em Joinville (SC) ganha inauguração oficial. Fruto de um aporte de R$ 1,9 bilhão (leia aqui), a unidade produz os propulsores 1.0 de três cilindros, aspirado e turbinado, que equipam a nova geração do Onix e o inédito Onix Plus. Ela pode fabricar até 410 mil unidades por ano.

Continuar lendo

Mercedes-AMG C63 deve abandonar V8

Em tempos de busca incessante por redução de emissões e maior eficiência energética, modelos com caráter esportivo têm sofrido para manter as tradições. Isso deve acontecer também com a próxima geração do Mercedes-AMG C63, a versão mais nervosa do Classe C. Segundo a revista Autocar, o modelo vai abandonar de vez o motor V8 em favor de um propulsor com exatamente metade de seus cilindros: quatro.

Continuar lendo

Honda encerrará oferta de modelos a diesel na Europa até 2021

Depois de apresentar o pequeno elétrico E (leia aqui), a Honda toma outra decisão “ecologicamente correta”: a japonesa decidiu encerrar a oferta de modelos movidos a diesel na Europa. Segundo a agência Reuters, o plano será colocado em prática em 2021, quando esse tipo de propulsão não fará mais parte de sua gama. A medida foi baseada nas leis de emissões cada vez mais restritivas do Velho Continente.

Continuar lendo

Mercedes-Benz confirma fim de desenvolvimento de motores a combustão

A atual geração de motores a combustão interna da Daimler, dona da Mercedes-Benz, será a última da história da empresa. À revista alemã Auto Motor und Sport, o chefe de desenvolvimento da companhia, Markus Schaefer, revelou que a empresa passará a destinar seus recursos a propulsores elétricos e baterias. Por ora, serão feitas apenas melhorias nos equipamentos atuais, sem projetos iniciados do zero.

Continuar lendo

FCA alcança marca de 1,5 milhão de motores feitos em Campo Largo (PR)

A FCA Fiat Chrysler anunciou ter atingido a quantia de 1,5 milhão de propulsores produzidos em Campo Largo (PR). Adquirida em 2008 junto a BMW e Chrysler (leia aqui), que até então não era aliada dos italianos, a planta entregou os primeiros exemplares da família E.torQ em 2010 (leia aqui). De lá pra cá, os motores equiparam quase toda a gama nacional da companhia – à exceção de Mille, Uno, Fiorino, Mobi e Jeep Compass – e foram exportados a Argentina, Itália e Turquia. As plantas estrangeiras demandam cerca de 35% da produção o complexo paranaense.

Continuar lendo

Governo reduz imposto de importação para sete motores até dezembro

O governo federal reduziu a alíquota do imposto de importação para sete motores aplicados em veículos. Mediante a Portaria 253 da Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia, a tributação foi reduzida de 18% para 2%. A nova cobrança foi oficializada no Diário Oficial da União, valendo desde segunda-feira (5) até 31 de dezembro de 2019. Também foi alterada a taxação para rodas destinadas a caminhões e ônibus.

Continuar lendo

Sucessor do Lambo Aventador chega apenas em 2024, diz revista

A “tradição” de produtos longevos da Lamborghini será seguida pelo Aventador. Atualmente o mais caro da gama da marca, o superesportivo continuará no mercado por pelo menos mais cinco anos. Segundo a revista Automobile, há um impasse interno a respeito do substituto, principalmente por a Audi, dona da empresa italiana, não ver como rentável o investimento em um novo motor V12.

Continuar lendo