Fábrica de combustível sintético da Porsche no Chile inicia operação

 Porsche Begins Producing Synthetic eFuel In Chile

Após pouco mais de um ano de obras (leia aqui), a primeira fábrica de combustível sintético (e-Fuels) “neutro de dióxido de carbono (CO2)” entrou em operação. Viabilizada por uma parceria entre a Porsche e as empresas Siemens e HIF, a planta produziu os primeiros litros de um líquido que pode ajudar a prolongar a existência dos motores a combustão interna. O modelo escolhido para receber o material foi o icônico 911, simbolizando a “nova era” que se iniciaria com esta tecnologia.

Continuar lendo

Publicidade

Jeep dará fim ao Wrangler a diesel

Antes de seu lançamento no Brasil, o Wrangler era alvo de rumores de que a Jeep o lançaria por aqui com motor a diesel. Atualmente, o utilitário chega com o 2.0 Turbo a gasolina e a tão especulada variação jamais chegou. E nem vai chegar: a marca decidiu dar fim a este tipo de propulsor, como já fez a Ram na 1500 (leia aqui). Por ora, a informação foi revelada somente aos concessionários nos Estados Unidos, mas em breve será formalizada publicamente.

Continuar lendo

Hyundai inicia produção de motores 1.0 turbo e aspirado em Piracicaba (SP)

Passados quase dois meses desde a confirmação do sindicato local (leia aqui), a Hyundai oficializa o início da produção de motores no Brasil – o que era esperado originalmente para março (leia aqui). – nesta terça-feira (20), coincidindo com o dia em que o complexo de Piracicaba (SP) completa 10 anos de operações. A planta passa, agora, a fabricar os propulsores de um litro, aspirado e turbinado, utilizados nas gamas HB20 e Creta. Ela tem capacidade para montar anualmente 70 mil unidades.

Continuar lendo

Ford F-150 Raptor R estreia com V8

Não parece que os 450 cv do 3.5 V6 que equipa a F-150 Raptor (leia aqui) sejam pouca coisa. Mas para alguém da Ford pode ser que era necessário ter mais força e potência à disposição – “talvez” pela existência de uma tal Ram 1500 TRX (leia aqui). Assim, a marca desenvolveu uma nova variação da picape, chamada Raptor R, equipada com o “mesmo” 5.2 V8 do Mustang GT500 (leia aqui), recalibrado especificamente para ela. As reservas nos Estados Unidos já estão disponíveis, mas a produção começa apenas no último trimestre de 2022.

Continuar lendo

Hyundai inicia produção de motores no Brasil, garante site

O sindicato dos metalúrgicos de Piracicaba (SP), onde fica a fábrica da Hyundai, já havia revelado o início da produção de motores na planta local da marca em março (m). Na ocasião, confirmavam-se os planos indicados pela empresa em dezembro de 2021 (leia aqui). Porém, segundo o site Autodata, as atividades neste sentido só começaram agora, com a reestilização do hatch (leia aqui).

Continuar lendo

Audi altera motores de A3, A4 e A5 para atender às normas do Proconve L7

A Audi anunciou a chegada de uma motorização menos poluente para as linhas A3, A4 e A5. Os modelos receberam mudanças nos propulsores 2.0, alterando potência e torque, com a promessa de emitir menor quantidade de dióxido de carbono (CO2). Na família de entrada, formada por A3 Sportback e A3 Sedan, também foi adotado um sistema híbrido leve (MHEV). Os preços da gama vão de R$ 269.990 a R$ 351.990.

Continuar lendo

União Europeia proíbe venda de carros com motor a combustão a partir de 2035

Após muita discussão (leia aqui), a União Europeia decidiu por banir a comercialização de veículos movidos por motores a combustão interna, alimentados por gasolina ou diesel, a partir de 2035. Os estados-membros do bloco econômico mantiveram o cronograma previsto originalmente, apesar de países como Alemanha e Itália terem pressionado por um atraso no prazo. Ainda assim, a medida indica o objetivo de reduzir em 100% as emissões de dióxido de carbono (CO2), abrindo brecha para a viabilização dos combustíveis sintéticos.

Continuar lendo

Nissan Kicks perde potência para se adequar ao Proconve L7; consumo muda

Apesar de já estarem em vigor desde fevereiro, as normas do Proconve L7 precisavam ser cumpridas somente por veículos produzidos após esta data. Com o fim dos estoques dos exemplares anteriores a ela, portanto, a Nissan enfim atualizou o Kicks às regras mais recentes de emissões. Desta forma, o motor 1.6 16v Flex do SUV ficou menos potente, embora compense a menor cavalaria com a promessa de melhorar o consumo médio em determinadas ocasiões.

Continuar lendo

Audi não acredita em combustível sintético

Elétricos como o Q4 E-tron (acima) serão o foco da Audi

Apesar das irmãs Porsche (leia aqui) e Bentley (leia aqui) apostarem nos combustíveis sintéticos, a Audi não parece muito impressionada com a possibilidade. Ao menos é o que dá a entender o chefe de desenvolvimento técnico da Audi, Oliver Hoffmann. Segundo o executivo, os e-fuels são apenas uma parte do processo de eletrificação dos automóveis e não terão grande espaço no mercado.

Continuar lendo

Alemanha rejeita banir carros com motores a combustão a partir de 2035

A proibição total dos carros a combustão interna parece perder força, aos poucos, em alguns cantos do planeta. Depois da Itália, é a vez da Alemanha rejeitar o banimento integral dos propulsores a gasolina e a diesel, como a Comissão Europeia propõe, a partir de 2035. A tendência é que o país estenda o prazo de existência desse tipo de veículo, devido principalmente às dificuldades de se alcançarem as metas impostas até então.

Continuar lendo

Renault anuncia nacionalização de SUV, plataforma CMF-B e motor 1.0 Turbo

Segunda geração do Captur (acima) pode ser nacionalizada

Em uma só tacada, a Renault anunciou novidades para a fábrica de São José dos Pinhais (PR). A empresa revelou que vai nacionalizar a plataforma modular CMF-B, dando origem a um novo SUV para o mercado nacional. Além disso, passará a produzir o motor 1.0 Turbo, que será aplicado na gama brasileira. A marca não mencionou valores de investimento nem prazos para que os planos se concretizem.

Continuar lendo

CEO da BMW alerta sobre o abandono repentino dos motores a combustão

Oliver Zipse, CEO da BMW

Os motores a combustão interna (ICE, na sigla em inglês) ganharam mais um “defensor”: Oliver Zipse, CEO da BMW. Em entrevista à publicação alemã Automobilwoche, o executivo disse que o mundo não está preparado para um abandono completo destes propulsores, indicando ainda que não há um impacto positivo em descontinuá-los. Não por acaso, outro comandante da empresa revelou, em janeiro, que está em desenvolvimento uma nova família de motores (leia aqui).

Continuar lendo

Citroën C4 Cactus tem motor 1.6 atualizado e deve perder opção do 1.6 Turbo

Sem fazer alarde, a Citroën já divulga a ficha técnica da linha 2022 do C4 Cactus para o mercado brasileiro com mudanças importantes. Para se adequar às normas do plano L7 do Proconve, que impôs limites mais baixos para as emissões desde 1º de fevereiro, o motor 1.6 16v Flex recebeu novidades, reduzindo a potência e o torque gerados. Curiosamente, este propulsor também consta como o que equipa a versão mais cara Shine, enquanto o 1.6 THP Turbo Flex já não aparece na ficha.

Continuar lendo

Por emissões, VW mexe na gama de veículos e dá fim ao motor 1.6 8v

Com a entrada em vigor do plano de emissões L7 do Proconve, as montadoras estão readequando suas gamas de veículos para atender às normas mais restritivas. Como não poderia deixar de ser, agora é a Volkswagen quem apresenta as modificações feitas em sua gama, atingindo nada menos que 10 modelos. A principal alteração é a descontinuação do motor 1.6 8v, que era oferecido no País há cerca de 25 anos. Outra modificação significativa é a retirada do 1.6 16v em Virtus e Polo.

Continuar lendo

CEO da Stellantis alerta Europa sobre proibição de carros a combustão

O português Carlos Tavares é o diretor executivo da Stellantis. O que  esperar do novo gigante automóvel?Carlos Tavares, CEO da Stellantis

Apesar de seguir investido nos elétricos, a Stellantis não se mostra confortável com a situação. Ao menos é o que diz seu CEO, Carlos Tavares, que voltou a alertar sobre a decisão iminente da Europa de banir a venda de carros a combustão. Como fez anteriormente (leia aqui, aqui e aqui), o executivo português ressaltou pode haver impactos significativos nessa “caça às bruxas” aos modelos a gasolina e diesel. “O que está claro é que a eletrificação é a tecnologia escolhida por políticos, não pela indústria”, disse.

Continuar lendo

BMW prepara novos motores a combustão

A BMW não vai abandonar de vez os motores a combustão, embora esteja apostando forte nos elétricos. Anteriormente (leia aqui), executivos da marca haviam garantido a sobrevida dos propulsores a gasolina. Agora, o diretor de desenvolvimento da empresa, Frank Weber, confirma que a companhia trabalha em uma nova gama, com seis e oito cilindros. Ele revelou os planos em entrevista à revista alemã Auto Motor und Sport.

Continuar lendo

Hyundai fecha divisão de motores a combustão para focar em elétricos

Caminhando para eletrificar seus veículos, como praticamente todas as montadoras de grande volume, a Hyundai decidiu por encerrar os trabalhos da área de motores em seu Centro de Pesquisa & Desenvolvimento, na Coreia do Sul. De acordo com o jornal local The Korea Economic Daily, a companhia destinará recursos e pessoal, até então dedicados àquele fim, a buscar avanços em termos de propulsão elétrica. A decisão, claro, afeta também as marcas Kia e Genesis.

Continuar lendo

Versão final do Aventador se esgota e leva junto os últimos V12 aspirados da Lambo

Lamborghini Aventador Ultimae

A série especial Ultimae, apresentada pela Lamborghini em julho (leia aqui), marcou o fim do Aventador. Porém, não foi apenas o superesportivo que deu adeus ao mercado com a edição: os V12 aspirados da marca italiana também foram oficialmente aposentados com ela. O cupê que substituirá o modelo mais nervoso da gama será eletrificado, como a própria empresa já revelou (leia aqui), dando fim a uma era. E os exemplares do Aventador Ultimae se esgotaram, o que significa que não há mais Lambos novos com doze-cilindros sem sobrealimentação à disposição.

Continuar lendo

Fiat Pulse terá 1.0 Turbo mais potente do mercado; lançamento acontece em 19/10

Dando continuidade à apresentação em conta-gotas do Pulse, seu primeiro SUV, a Fiat agora dá mais detalhes sobre a motorização do modelo. Depois de confirmar o inédito 1.0 Turbo (leia aqui), agora a marca revela que ele será o mais potente do Brasil com tais características, entregando 125 cv com gasolina e 130 cv com etanol, superando o 1.0 TSI da Volkswagen (116/128 cv). Ele será acompanhado da também “novata” transmissão continuamente variável (CVT). O crossover, o câmbio e o propulsor serão oficializados no dia 19 de outubro (leia aqui).

Continuar lendo

CEO da Toyota aponta: “O inimigo é o carbono, não o motor a combustão”

Akio Toyoda, CEO da Toyota

Criticado anteriormente por contestar a eletrificação massiva dos veículos (leia aqui), Akio Toyoda, CEO da Toyota, voltou a defender os motores a combustão. Em evento da Associação das Montadoras de Automóveis do Japão (Jama), o executivo disse que o verdadeiro inimigo da humanidade é o carbono, em alusão ao CO2, e não necessariamente os propulsores alimentados por gasolina, etanol ou diesel. Ele ressaltou ainda que a transição total aos elétricos pode causar enorme desemprego na terra do sol nascente.

Continuar lendo

Hyundai HB20 trocará motor 1.6 por 1.0 Turbo; propulsores serão nacionais

A Hyundai anunciou que dará início à produção de motores no Brasil em 2022, como já havia sido adiantado no ano passado (leia aqui). A marca aproveitará o complexo de Picarcicaba (SP) para erguer uma área adicional, a fim de montar propulsores, atualmente importados. A medida coincide com os planos da empresa de dar fim ao atual 1.6 16v Flex aspirado na família HB20, como já aconteceu no Creta (leia aqui), substituindo-o pelo 1.0 12v Turbo Flex.

Continuar lendo

Chile iniciará produção de combustível sintético; projeto tem parceria da Porsche

O Chile deu um novo passo em direção à viabilização dos combustíveis sintéticos. Uma das maiores apoiadas do projeto, a Porsche já anunciou testes no território andino (leia aqui) e confirmou o uso do produto em suas categorias de automobilismo (leia aqui). Agora, as empresas Haru Oni e MAN Energy Solutions revelam que pretendem fabricar o líquido no sul daquele país em 2022.

Continuar lendo

Lamborghini confirma que substituto do Aventador usará motor V12 eletrificado

A Lamborghini confirmou a permanência dos motores V12 em sua linha de produção (leia aqui). Mas a continuidade destes propulsores virá a um custo: sua eletrificação. Isso será necessário para que a empresa consiga anteder às normas de emissões da União Europeia. A estreia do doze-cilindros acontece no sucessor do Aventador (leia aqui), que deve ser apresentado nos próximos meses.

Continuar lendo

União Europeia deve impor 2035 como ano limite para venda de carros a combustão

A União Europeia deverá seguir suas principais economias e determinar a proibição da venda de veículos com motor a combustão entre seus estados-membros. Segundo o site Automobile Prope, o bloco econômico seguirá nações como Reino Unido e Alemanha, banindo a comercialização de automóveis e utilitários com propulsão a diesel e a gasolina a partir de 2035. O decreto que formaliza o procedimento ainda está sendo moldado e deve ser anunciado oficialmente no dia 14 de julho, em Bruxelas, Bélgica.

Continuar lendo

Volkswagen confirma que venderá apenas elétricos na Europa até 2035

Volkswagen ID.4

Era questão de tempo até que a Volkswagen seguisse oficialmente o caminho das rivais, anunciando uma data limite para a comercialização de veículos com motor a combustão. Ao menos na Europa, a empresa prevê que só terá elétricos na gama até 2035, embora em outras regiões a transição deva levar mais tempo para se concluir. “Na Europa, sairemos do segmento de veículos de combustão interna entre 2033 e 2035. Nos Estados Unidos e na China, será um pouco mais tarde”, revelou o diretor de vendas globais da empresa, Klaus Zellmer, ao jornal alemão Münchner Merkur.

Continuar lendo

Nissan acelera desenvolvimento de célula de combustível alimentada por etanol

Nissan inicia projeto para lançar célula de combustível a etanol no Brasil

Apresentado no Brasil no final de 2016 (leia aqui), o protótipo da Nissan movido a célula de combustível alimentada por etanol terá intensificado o desenvolvimento da tecnologia. A marca anunciou uma parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) para trabalharem conjuntamente em torno da viabilidade econômica desse sistema de propulsão. O sistema é uma variação do que já se vê no exterior com o hidrogênio, mas está mais perto de chegar à grande escala devido à maior facilidade de armazenamento do álcool.

Continuar lendo

Renault inicia produção do Captur com inédito motor 1.3 Turbo Flex no Brasil

A Renault anunciou, nessa quarta-feira (9), o início da montagem do Captur equipado com o inédito motor 1.3 Turbo Flex, fruto de parte de um investimento bilionário (leia aqui). Sem dar detalhes, a marca apenas revelou ter começado a fabricar o crossover com o novo propulsor, sem estimar data de lançamento ou detalhar números. A expectativa, porém, é que ele chegue às lojas entre julho e agosto.

Continuar lendo

Novo plano de emissões da Europa pode “banir” motores a combustão em 2026

A maior parte dos mercados europeu já decidiu impor uma “data final” para a comercialização dos carros com motor a combustão, variando entre 2030 e 2040, principalmente. No entanto, a proibição pode acontecer ainda antes, em 2026. É o que indica a Associação dos Construtores Europeus de Automóveis (Acea), tomando por base os futuros limites a serem impostos pelo programa Euro 7, que entra em vigor em 2025.

Continuar lendo

Sueca Neste testará combustível que promete redução de até 90% das emissões

Sweden proposing ambitious aviation GHG emission reduction targets |  Bioenergy International

A empresa sueca Neste, que produz combustível de aviação renovável, anunciou ter entrado na fase final de desenvolvimento de um inédito combustível para veículos. Segundo a empresa, agora será avaliada a viabilidade comercial do produto, que pode substituir, no futuro, a gasolina tradicional. O líquido seria fundamental para abastecer os modelos a combustão e híbridos remanescentes, que seguirão em circulação após a proibição de suas vendas. Não fica claro, porém, se a tecnologia se enquadrada como o “e-fuel” que vem sendo testado principalmente pela Porsche (leia aqui) e pela aliada Bentley (leia aqui).

Continuar lendo

Dodge volta a reconhecer fim dos V8, mas promete esportivos elétricos

A Dodge profetizou novamente o fim do motor V8, atualmente o coração de seus carros. A marca reconhece que a legislação cada vez mais restritiva forçará o abandono dos propulsores de grande deslocamento, até que os movidos a combustão interna sejam definitivamente banidos. Mas a marca deixou claro que não medirá esforços para entregar bom desempenho. “Os substitutos [dos V8] serão ainda mais emocionantes”, adiantou o chefe de vendas, Matt McAlear, ao site Muscle Cars & Trucks.

Continuar lendo

CEO da Toyota sofre críticas por colocar em dúvida proibição de motor a combustão

Akio Toyoda, CEO da Toyota

O CEO da Toyota, Akio Toyoda, foi criticado por cinco grandes acionistas da montadora, em entrevista à agência Reuters. Segundo os ouvidos, a questão gira em torno das recentes declarações do executivo, que disse que as políticas de limitação de motores a combustão limitam as opções. Para eles, o discurso está desalinhado ao da montadora, especialmente porque a concorrência investe pesado em elétricos.

Continuar lendo