Tchéquia quer rediscutir proibição da venda de carros a combustão na Europa

Skoda to build new European factory to meet demand | AutocarFábrica da local Skoda na Tchéquia

A Tchéquia – como agora prefere ser chamada a República Tcheca – não vai aderir integralmente aos planos da União Europeia de banir a venda de carros a gasolina e a diesel a partir de 2035. Enquanto muitos estados-membro do bloco já anunciaram medidas do tipo, o país afirma se opor ao projeto. “Nós não vamos aceitar o banimento da comercialização de carros a combustão”, disse o primeiro-ministro tcheco, Andrej Babis, à agencia de notícias local iDnes.

Continuar lendo

Renault Duster tira nota zero no Latin NCAP; marca contesta resultado

Renault Duster tira nota zero na avaliação de segurança do Latin NCAP

O Latin NCAP divulgou os primeiros resultados de suas simulações de colisão de 2021 com duas notas zero. Além do Suzuki Swift, indisponível por aqui, a entidade também classificou negativamente a segunda geração do Renault Duster (leia aqui), produzida em São José dos Pinhais (PR). Ela apontou a necessidade de mudanças no projeto, incluindo um recall para sanar uma falha que causou combustível de vazamento após um dos testes de impacto. Em nota, a montadora contestou o resultado, alegando que um produto de características similares foi avaliado em 2019 e teve rendimento melhor (leia aqui).

Continuar lendo

SSC admite que Tuatara não alcançou os recordes reivindicados anteriormente

Depois de muitas polêmicas e promessas, a SSC admitiu o que já se esperava: não alcançou os 532,7 km/h em testes com o Tuatara. A empresa reconheceu que o esportivo não conseguiu atingir os números alardeados em outubro de 2020 (leia aqui). A intenção era fazer uma nova tentativa para repetir o recorde, o que ainda não aconteceu, mas a companhia promete organizar uma nova prova para superar os mais de 490 km/h registrados pelo Bugatti Chiron (leia aqui).

Continuar lendo

França instala radares sonoros para multar donos de veículos barulhentos

France Tests As Radar of Good Noise Cars and Motors – Liberia News

O incômodo barulho de “escape aberto” das motos no Brasil pode acabar no futuro. Na França, que não sofre com esse problema especificamente, começaram as fiscalizações em torno dos ruídos emitidos pelos veículos que lá circulam. Na capital Paris, radares para monitoramento foram instalados em 2019, mas a partir de agora serão aplicadas advertências para proprietários de veículos que emitam sons em altura superior à regulamentada. Elas serão convertidas em multa a partir de 2023.

Continuar lendo

Grupo Caoa vence ação contra Hyundai e pode lançar carros da marca coreana

A briga judicial entre Caoa e Hyundai parece ter chegado ao fim, com parecer favorável à empresa brasileira. Um tribunal arbitral em Frankfurt, na Alemanha, analisou as alegações das partes e deu ganho à companhia tupiniquim, que tinha a seu favor um contrato de representação com renovação automática por 10 anos, além da primeira década de parceria (leia aqui). Os asiáticos optavam pela rescisão, a fim de poderem ter o domínio total da operação nacional.

Continuar lendo

Americanos que ajudaram Ghosn a fugir do Japão são condenados à prisão

Ex-Green Beret says it wasn't a crime to help Carlos Ghosn escapeMichael Taylor chega ao Japão (esq.) para ajudar Ghosn (dir.) a fugir

A Justiça do Japão condenou os dois americanos que ajudaram Carlos Ghosn a deixar o país para fugir de uma acusação de fraude fiscal na época em que era CEO da Nissan (leia aqui). O ex-militar Michael Taylor e seu filho Peter Taylor foram considerados culpados das acusações de terem orquestrado e auxiliado o executivo a escapar do país dentro de uma caixa de instrumentos musicais embarcada em um jatinho particular. Michael ficará dois anos preso, enquanto Peter será encarcerado por um ano e oito meses.

Continuar lendo

União Europeia deve impor 2035 como ano limite para venda de carros a combustão

A União Europeia deverá seguir suas principais economias e determinar a proibição da venda de veículos com motor a combustão entre seus estados-membros. Segundo o site Automobile Prope, o bloco econômico seguirá nações como Reino Unido e Alemanha, banindo a comercialização de automóveis e utilitários com propulsão a diesel e a gasolina a partir de 2035. O decreto que formaliza o procedimento ainda está sendo moldado e deve ser anunciado oficialmente no dia 14 de julho, em Bruxelas, Bélgica.

Continuar lendo

Caso Ghosn: À Justiça do Japão, pai e filho se dizem arrependidos de ajudarem na fuga

Ex-Green Beret says it wasn't a crime to help Carlos Ghosn escapeMichael Taylor chega ao Japão (esq.) para ajudar Ghosn (dir.) a fugir

Considerados culpados de ajudarem Carlos Ghosn a escapar cinematograficamente do Japão pela Justiça de Tóquio (leia aqui), os americanos Michael e Peter Taylor se disseram arrependidos da operação. De acordo com a agência Reuters, ambos prestaram depoimento informando como foram persuadidos a cooperador com o executivo franco-brasileiro, que vive em asilo no Líbano (leia aqui) desde a fuga. As declarações foram dadas perante três juízes nessa terça-feira (29).

Continuar lendo

Justiça de Tóquio considera culpados pai e filho que ajudaram Ghosn a fugir do Japão

Carlos Ghosn

A Justiça de Tóquio considerou culpados o ex-militar dos Estados Unidos e seu filho, acusados de ajudarem Carlos Ghosn a fugir do Japão em dezembro de 2019 (leia aqui e aqui). Questionados pelo juiz que chefia o julgamento, Hideo Nirei, sobre erros nas alegações da promotoria, Michael Taylor e seu filho Peter rejeitaram tal possibilidade, abrindo espaço para reconhecimento de culpa. Ainda não se sabe qual será a pena, mas cada um pode ser preso por até três anos.

Continuar lendo

França impõe multa a Renault, Volkswagen e Peugeot por fraudes em emissões

VW e Renault são acusadas de fraude em diesel na França

A Justiça da França determinou que Volkswagen, Peugeot e Renault paguem multas por “burlarem” testes de emissões. As montadoras são acusadas de adotarem medidas para que os resultados nos ensaios de homologação cumpram as normas, mas que em uso nas ruas não seria possível repeti-los. A marca do losango, contudo, argumenta que não aplicou quaisquer dispositivos em seus veículos, em alusão ao feito pela gigante alemã, que protagonizou o escândalo Dieselgate em 2015.

Continuar lendo

Novo plano de emissões da Europa pode “banir” motores a combustão em 2026

A maior parte dos mercados europeu já decidiu impor uma “data final” para a comercialização dos carros com motor a combustão, variando entre 2030 e 2040, principalmente. No entanto, a proibição pode acontecer ainda antes, em 2026. É o que indica a Associação dos Construtores Europeus de Automóveis (Acea), tomando por base os futuros limites a serem impostos pelo programa Euro 7, que entra em vigor em 2025.

Continuar lendo

Justiça da Holanda ordena que Ghosn devolva salário a Nissan e Mitsubishi

A saga envolvendo as acusações de fraude feitas pela Nissan contra Carlos Ghosn (leia aqui) segue rendendo capítulos. A Justiça da Holanda determinou que o executivo devolva quase € 5 milhões (R$ 32,28 milhões) recebidos pelo então CEO da joint venture local da Nissan-Mitsubishi em 2018. As montadoras alegam que tais valores foram aumentados ilegalmente pelo franco-brasileiro.

Continuar lendo

Volkswagen é investigada nos EUA por “brincadeira” com mudança de nome

A agência SEC, responsável por proteger e regular o mercado de ações dos Estados Unidos, papel similar ao da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no Brasil, abriu investigação contra a Volkswagen. O motivo é a “brincadeira” de 1º de abril (leia aqui), em que a empresa anunciou a mudança de seu nome para Voltswagen quando estampado em veículos elétricos. A piada, que gerou burburinho e mais críticas do que elogios, pode ter feito com que as ações da montadora se valorizassem em até 5%, como aferido naquela semana, o que pode ter afetado o mercado norte-americano de valores.

Continuar lendo

Renault limitará velocidade de modelos novos a 180 km/h; Dacia seguirá medida

A Renault anunciou que vai limitar a velocidade máxima de seus veículos novos a 180 km/h, como faz a Volvo há um ano (leia aqui). A decisão foi revelada pelo CEO Luca de Meo em encontro com acionistas, segundo o jornal alemão Der Spiegel. A publicação garante que a medida também será adotada pela divisão de baixo custo Dacia. Por enquanto, porém, não há uma data definida para que a operação seja colocada em prática.

Continuar lendo

Argentina exibe que montadoras locais operem em capacidade máxima

O governo da Argentina determinou que todas as montadoras instaladas no País passem a operar em capacidade máxima. A medida foi publicada no Boletim Oficial, equivalente ao Diário Oficial da União (DOU) do Brasil, e obriga que outras indústrias também atuem a plenos pulmões. As empresas que descumprirem a determinação estarão sujeitas a sanções previstas em Lei.

Continuar lendo

Procon-SP multa Ford em R$ 10 milhões por “vício oculto” no câmbio Powershift

Talvez um dos maiores erros de gestão da história da Ford, inclusive no exterior, o câmbio de dupla embreagem PowerShift segue rendendo assunto. O Procon-SP anunciou a aplicação de uma multa no valor de R$ 10.546.442,48 à montadora norte-americana por “vício oculto” na transmissão, alvo de reclamações, protestos e até extensão da garantia de fábrica. Por aqui, ela equipou Fiesta, Focus e EcoSport.

Continuar lendo

Segundo aumento de ICMS deixará carros mais caros em São Paulo nesta quinta

Jeep já usa tabelas específicas para São Paulo

O governo de São Paulo manteve o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para veículos novos, mesmo sob protestos de lojistas e da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que entra em vigor nessa quinta-feira (1º). A alíquota passará de 13,3%, vigente desde janeiro, para 14,5%. Até então, o estado cobrava 12%, estando alinhado com outras unidades federativas.

Continuar lendo

Acusados de ajudarem Ghosn a fugir podem pegar até três anos de prisão no Japão

A fuga cinematográfica de Carlos Ghosn do Japão segue rendendo movimentos na justiça do arquipélago asiático. Por lá, os dois norte-americanos acusados de terem colaborado diretamente com a saída do ex-CEO da Nissan foram formalmente denunciados pela promotoria. No processo, o veterano das forças armadas dos EUA Michael Taylor e seu filho Peter podem ser condenados a até três anos de reclusão.

Continuar lendo

Suzuki Jimny perde banco traseiro e vira “furgão” para ser vendido na Europa

A Suzuki havia descontinuado a nova geração do Jimny na Europa por força da lei: o modelo não atendia às normas de emissões locais (leia aqui). Desde sua retirada, no início de 2020, já se falava na possibilidade de o utilitário ser readequado para conseguir homologação no Velho Mundo. Dito e feito: a japonesa removeu os bancos traseiros, acrescentou uma grade para separar os assentos frontais da área de carga e optou por registrá-lo como veículo comercial.

Continuar lendo

CEO da Stellantis admite possível abandono do nome “Cherokee” pela Jeep

O da Nação Cherokee, que representa descendentes dessa tribo indígena, para que a Jeep deixe de comercializar modelos com seu nome (leia aqui) ganhou um novo capítulo. O CEO da Stellantis, Carlos Tavares, agora gestora da marca, admitiu a possibilidade de atender à demanda. Quando perguntado sobre o caso, o executivo disse, ao Wall Street Journal, que “se há um problema, iremos resolvê-lo”.

Continuar lendo

União de indígenas Cherokee solicita fim do uso de seu nome à Jeep

A Nação Cherokee, que representa os descendentes da tribo indígena de mesmo nome, fez um pedido formal à Jeep para dar fim ao modelo Cherokee. Segundo o presidente da entidade, Chuck Hoskin Jr., ter suas raízes ligadas a um carro “não é algo que dá orgulho”. Todavia, o batismo vem sendo utilizado pela marca desde 1974 em um modelo regular, empregado em uma versão de veículo. As informações são da revista norte-americana Car&Driver.

Continuar lendo

Hyundai anuncia recall global de baterias dos elétricos Kona e Ioniq

Hyundai Kona EV

A Hyundai anunciou a realização de um recall em nível global da variação puramente elétrica dos modelos Kona e Ioniq e do ônibus ElecCity. Segundo a empresa, cerca de 82 mil veículos terão de substituir por completo seus sistemas de bateria, por risco de incêndio. Trata-se de uma das maiores campanha de reparo de baterias feita por grandes montadoras na história.

Continuar lendo

Executivos de design da BMW cravam: grade gigante seguirá no mercado

BMW Série 4

A polêmica em torno da enorme grade adotada pelos BMW recentes ganhou força com a chegada dos modelos M3/M4 (leia aqui), Série 4 (leia aqui) e iX (leia aqui). Mas as críticas sobre o exagero das proporções não parecem atingir a marca. À revista inglesa Autocar, o vice-presidente de design do grupo, Adrian van Hooydonk, e o chefe de design da marca, Domagoj Dukec, defenderam a solução e afirmaram que ela ajuda a fabricante a “se destacar” no mercado.

Continuar lendo

Consultor sueco é acusado de espionar Volvo e Scania para a Rússia

Caminhão autônomo da Volvo no porto sueco de Gotemburgo

Um consultor de negócios de 47 anos foi acusado de espionar empresas na Suécia para a Rússia. De acordo com a agência Reuters, gigantes como Scania e Volvo também teriam sido alvo das ações do executivo. Ele teria transferido materiais digitais das companhias para dispositivos como pendrives e também feito fotos de telas de computadores, com a intenção de vendê-los para estrangeiros. A informação foi divulgada pela agência Reuters.

Continuar lendo

CEO da Volkswagen afirma que hidrogênio “não serve para carros”

Toyota Mirai se “alimenta” de hidrogênio

O CEO da Volkswagen, Herbert Diess, colocou “lenha na fogueira” na discussão sobre o futuro da propulsão veicular baseada em hidrogênio. Em sua recém-criada conta no Twitter, o executivo apontou que o material serve para outras áreas da indústria, mas que não cabe nos automóveis. “Não vejo carros a hidrogênio no horizonte”, disse, após fazer uma breve leitura do cenário para esse tipo de motorização.

Continuar lendo

Governo da França pretende proibir propaganda de carros devido à “poluição”

Anúncio do Twingo na França [Imagem: AutoPlus.fr]

Para conter o consumo de tabaco, as propagandas de marcas de cigarro foram, pouco a pouco, proibidas em todo o mundo. Na Fórmula 1, onde tinham longo histórico de parceria – lembremos das cores da Marlboro na McLaren de Senna ou da JohnPlayerSpecial em sua Lotus… -, muitas provas tinham carros modificados para esconder tais publicidades. Com essa mesma filosofia, o governo da França pretende banir anúncios de carros. O motivo: a poluição causada por eles.

Continuar lendo

Concessionários rejeitam indenização de R$ 1,5 bilhão proposta pela Ford

Ford Territory

O fim da produção de automóveis da Ford no Brasil (leia aqui) resultará na redução drástica de seu volume de vendas (leia aqui) e, consequentemente, no número de concessionários (leia aqui). Segundo a Associação Brasileira dos Distribuidores Ford (Abradif), a estimativa é que a rede passe dos atuais 283 lojistas para cerca de 120. Mas esse corte não será tão simples de se concluir: os revendedores rejeitaram a última oferta da montadora, de aproximadamente R$ 1,5 bilhão, como indenização pelas quebras contratuais e demais perdas. As filiadas à Abradif calculam que montante deve ser maior do que o proposto inicialmente pela marca.

Continuar lendo

EUA investigam Volkswagen após acusação de plágio feita pela Land Rover

A Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos (ITC) atendeu a um protesto da Jaguar Land Rover e abriu investigação sobre a Volkswagen. Os ingleses alegaram que os rivais alemães infringiram a lei de patentes local ao utilizar um sistema de controle de tração semelhante ao seu Terrain Response. A entidade confirmou o início de uma análise minuciosa relacionada à acusação, mas não deu prazo para emissão de seu parecer. A Volkswagen afirma que está averiguando o processo para decidir quais passos seguir.

Continuar lendo

Concessionários Citroën e Peugeot querem barrar fusão de FCA e PSA no Brasil

A relação entre concessionários Citroën e Peugeot com a PSA, proprietária das marcas, azedou de vez. A Associação Brasileira de Concessionários Peugeot (Abracop) e a Associação Brasileira dos Concessionários Citroën (Abracit) protocolaram um ofício junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), ligado ao ministério da Justiça, a fim de barrar o processo de fusão entre o grupo francês e a FCA Fiat-Chrysler, que resultará na Stellantis (leia aqui) e já recebeu autorização no País (leia aqui). O argumento das entidades é que os lojistas não foram ouvidos no processo.

Continuar lendo

Reino Unido pode antecipar fim das vendas de carros a combustão para 2030

Híbridos Plug-in (acima) também devem ser banidos

Cada vez mais, o futuro dos carros com motores a combustão é nebuloso no Reino Unido. Após o país indicar a proibição de suas vendas para 2040 (leia aqui) e sinalizar que o prazo poderia ser antecipado para 2035 (leia aqui), rumores apontam que a terra da rainha pode ser ainda mais radical contra esse tipo de veículo, deixando-os com data limite de comercialização para 2030. Por ora, porém, as especulações não foram confirmadas. Porém, fala-se que a Irlanda pode seguir os vizinhos e tomar ação similar.

Continuar lendo

Ford volta a justificar decisão de “matar” sedãs: “segmento em declínio”

Ford Fusion (2019)

A polêmica decisão da Ford de não desenvolver e produzir mais sedãs nos Estados Unidos – ao menos por ora a estratégia está restrita àquela região -, anunciada em 2018 (leia aqui), segue rendendo assunto. Após outras empresas seguirem a estratégia e outras marcas a descartarem, a gigante do oval azul continua justificando a medida. Dessa vez, foi o presidente da montadora para a América do Norte, Kumar Galhotra, quem deu o parecer. Ao site Ford Authority, ele afirmou que o segmento está em declínio há anos, não justificando mais investimentos.

Continuar lendo

Após “airbags mortais”, Takata pode ter recall de cintos de segurança

Falida após a realização do mega recall de “airbags mortíferos” (leia aqui), que ainda gera campanhas de reparo no Brasil, a Takata pode estar envolvida em outra polêmica relacionada à segurança automotiva. Segundo sua nova controladora,  a chinesa Joyson Safety Systems (JSS), foram encontrados dados imprecisos nos testes realizados com cintos de segurança. A empresa asiática aponta que, pelos números apresentados em relatórios ao longo de mais de 20 anos, é possível que tenham sido feitas alterações intencionais nas cifras.

Continuar lendo

Hyundai afirma estar investigando diferença em testes do HB20 no Latin NCAP

O rebaixamento da nota de segurança do HB20 no Latin NCAP (leia aqui) está sendo investigado pela Hyundai. A marca se pronunciou oficialmente sobre o assunto, afirmando que está averiguando o que aconteceu para que resultados tão diferentes fossem obtidos pelo mesmo modelo, submetido ao mesmo protocolo da entidade. “A Hyundai está investigando profundamente os testes do Latin NCAP a fim de entender a causa real para resultados tão diferentes entre o recente teste de auditoria e o teste original de setembro de 2019”, pontua a montadora, em nota.

Continuar lendo

Estado da Califórnia proíbe venda de carros a combustão a partir de 2035

Estado com as políticas ambientais mais drásticas dos Estados Unidos, a Califórnia anuncia agora mais uma medida em favor da redução de emissões. O governador Gavin Newson assinou um decreto que determina uma data limite à comercialização de veículos movidos por motores a combustão, alimentados por diesel ou gasolina, no território californiano. Com a medida, tais modelos só poderão ser vendidos por lá até 2035.

Continuar lendo

F1: Ferrari retira protesto e Racing Point encerra defesa em acusação de plágio

A acusação de plágio dos dutos de freio traseiros no RP20, carro da Racing Point para a temporada 2020 da Fórmula 1, não será levada adiante. Depois da Renault (leia aqui), foi a vez da Ferrari retirar o protesto formal contra a equipe rosa, algo que já havia sido feito também por McLaren e Williams, de maneira extraoficial. Por sua vez, a acusada também desistiu de apelar contra a punição inicial, que resultou na retirada de 15 pontos do Mundial de Construtores, além de multa.

Continuar lendo

F1: Renault retira protesto contra Racing Point; Ferrari deve insistir

Comparativo entre Mercedes de 2019 e Racing Point de 2020 — Foto: LAT Images/Daimler AG

Mercedes W10 (2019) e Racing Point RP20 (2020) [Foto: LAT Images/Daimler AG]

A Renault não vai manter seu protesto contra a Racing Point sob alegação de cópia dos dutos de freio traseiros do Mercedes W10, usado na temporada 2019 pela equipe alemã. A escuderia anunciou a retirada das queixas junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA) após a garantia de Jean Todt, presidente da entidade, que haverá maior reprimenda no futuro para esse tipo de ocorrência. Contudo, a Ferrari deve assumir o lugar da rival francesa, levando adiante o caso que já condenou a equipe rosa à perda de 15 pontos no Mundial de Construtores (leia aqui), com multa de € 400 mil.

Continuar lendo

Por risco de incêndio, Ford suspende vendas do Kuga híbrido no Reino Unido

Especulado no Brasil e já vendido na Argentina (leia aqui), o Kuga híbrido (PHEV) teve as vendas suspensas no Reino Unido. Vendido como Escape nos EUA (leia aqui), o SUV enfrenta problemas de superaquecimento das baterias, com risco de incêndio. Por isso, a Ford interrompeu a comercialização do modelo “temporariamente” e prepara um recall para corrigir o defeito.

Continuar lendo

F1: FIA acata protesto da Renault e Racing Point perde 15 pontos entre equipes

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) aceitou o protesto da Renault e condenou a Racing Point por utilizar dutos de freio traseiros considerados idênticos aos do Mercedes de 2019. Como punição, a equipe rosa recebe multa de € 400 mil (R$ 2,55 milhões, na cotação de hoje) e perde 15 pontos no Mundial de Construtores, 7,5 para cada carro. Contudo, os pilotos não deixam de somar os pontos conquistados no GP da Estíria (leia aqui).

Continuar lendo

Ghosn critica resultado financeiro de Renault e Nissan e aponta falta de parceria

Refugiado no Líbano alegando ser vítima de conspiração (leia aqui), Carlos Ghosn segue analisando o mercado automobilístico e, logicamente, seus antigos empregadores. Em entrevista ao jornal Le Parisien, o ex-CEO criticou os resultados financeiros apresentados por Nissan e Renault, definido-os como “patéticos”. Segundo ele, o desempenho foi causado principalmente pela falta de liderança conjunta entre as empresas do que pela pandemia do coronavírus.

Continuar lendo

E-mails internos da Nissan podem confirmar que Ghosn foi vítima de armação

A fuga cinematográfica de Carlos Ghosn do Japão, após ser acusado de fraude fiscal, ganhou um novo e impactante episódio. Alegando ser vítima de conspiração de executivos da Nissan, o ex-CEO da companhia pode ter provas a seu favor, como reporta a agência Bloomberg. A investigação do caso teve acesso a e-mails internos de alguns membros da empresa que podem confirmar a tese de armação apontada pelo franco-brasileiro, refugiado no Líbano.

Continuar lendo

Japão pode forçar Líbano a extraditar Ghosn para apoiar crédito no FMI

A fuga cinematográfica de Carlos Ghosn do Japão, em dezembro passado (leia aqui), segue rendendo consequências diplomáticas. Ao site ArabNews, advogados do ex-CEO da Nissan afirmam que o governo nipônico pretende vetar um empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao Líbano devido ao abrigo concedido ao executivo, descendente de libaneses. A “moeda de troca” das autoridades nipônicas para votar em favor do crédito é a extradição do franco-brasileiro.

Continuar lendo

Como prometido, Volvo começa a limitar velocidade de carros em 180 km/h

Como anunciado há um ano (leia aqui), a Volvo aplica agora um limitador de velocidade de fábrica para toda sua gama. Porém, diferentemente do que acontece com as marcas alemãs, em que a final chega a 250 km/h, a sueca optou por um valor bem mais baixo: 180 km/h. A medida é mais uma da série de ações da companhia para zerar os acidentes com vítimas fatais envolvendo seus veículos.

Continuar lendo