Latin NCAP: Kia Sportage consegue três estrelas; Mitsubishi Outlander tem cinco

O Latin NCAP avaliou outros dois modelos, além do elétrico JAC e-JS1 (leia aqui), na mais recente rodada de simulações de colisão na região. Um dos testados é o Kia Sportage de última geração, que chegou ao Brasil na metade do ano (leia aqui), e alcançou três estrelas no cômputo geral. Já o Mitsubishi Outlander, que deve desembarcar por aqui em 2023, obteve a nota máxima.

Continuar lendo

Publicidade

Latin NCAP: Elétrico JAC e-JS1 zera nota

A última rodada de testes (leia aqui) não foi a última do Latin NCAP em 2022. Entre três modelos avaliados nesta nova série, a instituição publicou os resultados de simulações de colisão e outros ensaios relativos ao JAC e-JS1, vendido no Brasil. O primeiro elétrico analisado pelo órgão foi constatado como um veículo inseguro, obtendo zero estrelas na nota final e pontuações decepcionantes nos quesitos individuais.

Continuar lendo

Latin NCAP; Corolla e Virtus alcançam cinco estrelas; Polo consegue apenas três

O Latin NCAP divulgou os resultados da quinta – e provavelmente última – rodada de testes de colisão realizada em 2022 com mais informações importantes para o mercado brasileiro. Após a avaliação da entidade, Volkswagen Virtus e Toyota Corolla alcançaram a máxima qualificação possível, de cinco estrelas, enquanto o VW Polo conseguiu três. Os vídeos e as fotos ainda revelaram o design da reestilização do sedã alemão, antecipada pelo ALL THE CARS (leia aqui).

Continuar lendo

Latin NCAP: Chevrolet Tracker obtém cinco estrelas; SUV teve princípio de incêndio

O Latin NCAP divulgou uma nova rodada de resultados de seus testes de segurança, com cinco estrelas para os dois modelos avaliados nesta oportunidade. O que interessa ao Brasil é o Chevrolet Tracker, que obteve a máxima classificação mesmo após apresentar um princípio de incêndio depois de ser submetido ao ensaio de colisão lateral contra poste. Além dele, também foi avaliado o Nissan Qashqai, indisponível por aqui.

Continuar lendo

Latin NCAP: Fiat Strada conquista apenas uma estrela em teste de segurança

O Latin NCAP divulgou o resultado dos testes de segurança realizados com a última geração da Fiat Strada, também vendida como Ram 700 em alguns mercados da América Latina. A picape recebeu apenas uma estrela de nota, tanto nos ensaios da variação com cabine simples quanto na carroceria de cabine dupla. A entidade apontou críticas quanto à estrutura, à oferta de equipamentos e também sobre a atuação dos airbags laterais.

Continuar lendo

Latin NCAP: VW Nivus obtém cinco estrelas; Honda WR-V consegue apenas uma

O Latin NCAP divulgou, nesta quinta-feira (15), os resultados dos testes de segurança realizados com Volkswagen Nivus e Honda WR-V. No caso do crossover alemão, a classificação obtida foi de cinco estrelas, a máxima possível pelos critérios da entidade. Já o aventureiro japonês, que deixou de ser produzido em janeiro (leia aqui), conquistou apenas uma.

Continuar lendo

Latin NCAP testa novo Hyundai Tucson

Ainda indisponível no Brasil (leia aqui), a quarta geração do Tucson foi submetida a testes de colisão realizados pelo Latin NCAP. O instituto avaliou duas unidades do Hyundai, com diferentes níveis de equipamentos: uma com airbag duplo; a outra, com seis bolsas infláveis. Segundo o órgão, a marca informou que apenas a mais recheada será vendida na América Latina, o que faz com que sua classificação final, de três estrelas, seja a “oficial” do SUV. A menos equipada zerou a nota.

Continuar lendo

PL pode obrigar sensor de ponto cego

Sensor de ponto cego: como funciona?

Ganhando espaço no mercado nacional, o sensor de pontos cegos ainda não é necessariamente popular, embora esteja presente nas versões mais caras de modelos como Chevrolet Onix e Renault Duster. Mas ele pode se tornar obrigatório em todos os carros vendidos no Brasil. É o que prevê o Projeto de Lei nº 673/2022, de autoria da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), que tramita no Senado Federal.

Continuar lendo

Peugeot 208 obtém duas estrelas no Latin NCAP; Kia Sportage e Hyundai Tucson zeram

O Latin NCAP voltou a divulgar resultados de seus ensaios de segurança veicular com modelos vendidos na região, apresentando desempenhos impactantes. Sob protocolo mais rígido (leia aqui), a entidade avaliou cinco modelos. O único feito na América do Sul foi o Peugeot 208, que alcançou duas estrelas. Já os coreanos Kia Sportage e Hyundai Tucson, ambos ainda sem trocar de geração e em configurações diferentes das oferecidas no Brasil, registraram zero estrelas. A mesma nota foi concedida para Hyundai Accent e Great Wall Wingle 5, indisponíveis por aqui.

Continuar lendo

Latin NCAP: Volkswagen Taos é o primeiro a obter nota máxima sob novo protocolo

A última série de testes do Latin NCAP submeteu não apenas os Fiat Argo e Cronos ao novo protocolo de segurança, mas também o recém-chegado Volkswagen Taos. Diferentemente dos compactos, que zeraram a nota (leia aqui), o SUV obteve classificação máxima, com cinco estrelas. Trata-se do primeiro modelo a realizar o feito sob as novas regras, consideradas mais rígidas e próximas das aplicadas na Europa (leia aqui).

Continuar lendo

Latin NCAP: Sob novo protocolo, Fiat Argo e Cronos zeram nota

Submetidos ao novo protocolo do Latin NCAP (leia aqui), bem mais rígido que o praticado anteriormente, os Fiat Argo e Cronos zeraram as notas na avaliação da entidade. No resultado final, foram apontados problemas estruturais, falta de equipamentos e, ainda, o “pior desempenho desde que o Latin NCAP começou a avaliar a proteção de pedestres”, em 2020. A dupla foi testada em 2019, alcançando três estrelas para adultos e quatro para crianças, na ocasião (leia aqui).

Continuar lendo

Em novo teste de colisão, Latin NCAP rebaixa nota do Toyota Yaris

O protocolo mais exigente do Latin NCAP (leia aqui e aqui) rebaixou mais uma nota. Dessa vez, a “vítima” foi o Toyota Yaris, que recebeu a classificação final de uma estrela após ser submetido a um novo ensaio, ante as quatro que havia conquistado em 2019 (leia aqui). O compacto foi avaliado na mesma rodada que o Suzuki Baleno, indisponível no Brasil e que zerou a pontuação.

Continuar lendo

Renault Duster tira nota zero no Latin NCAP; marca contesta resultado

Renault Duster tira nota zero na avaliação de segurança do Latin NCAP

O Latin NCAP divulgou os primeiros resultados de suas simulações de colisão de 2021 com duas notas zero. Além do Suzuki Swift, indisponível por aqui, a entidade também classificou negativamente a segunda geração do Renault Duster (leia aqui), produzida em São José dos Pinhais (PR). Ela apontou a necessidade de mudanças no projeto, incluindo um recall para sanar uma falha que causou combustível de vazamento após um dos testes de impacto. Em nota, a montadora contestou o resultado, alegando que um produto de características similares foi avaliado em 2019 e teve rendimento melhor (leia aqui).

Continuar lendo

Renault limitará velocidade de modelos novos a 180 km/h; Dacia seguirá medida

A Renault anunciou que vai limitar a velocidade máxima de seus veículos novos a 180 km/h, como faz a Volvo há um ano (leia aqui). A decisão foi revelada pelo CEO Luca de Meo em encontro com acionistas, segundo o jornal alemão Der Spiegel. A publicação garante que a medida também será adotada pela divisão de baixo custo Dacia. Por enquanto, porém, não há uma data definida para que a operação seja colocada em prática.

Continuar lendo

Logan e Sandero obtêm nota baixa em segurança na Europa por menos itens

Com lançamento incerto no Brasil (leia aqui), as terceiras gerações de Sandero e Logan decepcionaram em termos de segurança na Europa – ao menos na nota final. Lá vendidos pela Dacia, os compactos conquistaram apenas duas das cinco estrelas possíveis como classificação final nos testes do EuroNCAP. Apesar do protocolo bastante exigente, esperava-se que os modelos de baixo custo alcançassem ao menos três estrelas na qualificação final. A explicação, além das regras mais firmes, está na menor oferta de assistências de condução.

Continuar lendo

Sob novo protocolo, Ford Ka e Hyundai HB20 zeram notas no Latin NCAP

Após estrear o protocolo mais rigoroso (leia aqui) com o Kia Picanto comercializado no Chile (leia aqui), o Latin NCAP avaliou dois campeões de vendas brasileiros: Hyundai HB20 e Ford Ka. Submetidos a exigências mais restritivas e catalogados sob o novo sistema de notas da entidade, os dois compactos montados no Brasil receberam classificação de zero estrela – de cinco possíveis. O teste leva em consideração as versões de entrada oferecidas no mercado da América Latina, o que pode indicar diferenças na existência ou não de equipamentos nos veículos avaliados em relação aos oferecidos em nosso País.

Continuar lendo

Contran adia obrigatoriedade de ESP e Crash Test lateral para 2024

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou a obrigatoriedade do controle de estabilidade (ESP) e do teste de impacto lateral para veículos já à venda no mercado nacional. Por meio da Resolução 799/20, o órgão atrasou a exigência em respectivos dois e um anos. A medida foi tomada após apelo das montadoras, por meio da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que solicitaram maior prazo de adequação devido às perdas causadas pela pandemia.

Continuar lendo

Latin NCAP divulga primeiros resultados com novo protocolo ainda em 2020

O Latin NCAP anunciou que vai apresentar, ainda em 2020, os primeiros resultados de seus testes com o novo protocolo de segurança, apresentado no final do ano passado (leia aqui). Segundo a entidade, os trabalhos em torno da adoção das medidas mais rígidas acabou atrasando devido à pandemia, mas enfim foram implementados. Além dos parâmetros mais rigorosos, também se alterou o formato de avaliação, com uma única nota final. E, segundo o secretário geral da entidade, Alejandro Furas, nenhum dos veículos testados até o momento alcançou as cinco estrelas possíveis de classificação.

Continuar lendo

Após “airbags mortais”, Takata pode ter recall de cintos de segurança

Falida após a realização do mega recall de “airbags mortíferos” (leia aqui), que ainda gera campanhas de reparo no Brasil, a Takata pode estar envolvida em outra polêmica relacionada à segurança automotiva. Segundo sua nova controladora,  a chinesa Joyson Safety Systems (JSS), foram encontrados dados imprecisos nos testes realizados com cintos de segurança. A empresa asiática aponta que, pelos números apresentados em relatórios ao longo de mais de 20 anos, é possível que tenham sido feitas alterações intencionais nas cifras.

Continuar lendo

Hyundai afirma estar investigando diferença em testes do HB20 no Latin NCAP

O rebaixamento da nota de segurança do HB20 no Latin NCAP (leia aqui) está sendo investigado pela Hyundai. A marca se pronunciou oficialmente sobre o assunto, afirmando que está averiguando o que aconteceu para que resultados tão diferentes fossem obtidos pelo mesmo modelo, submetido ao mesmo protocolo da entidade. “A Hyundai está investigando profundamente os testes do Latin NCAP a fim de entender a causa real para resultados tão diferentes entre o recente teste de auditoria e o teste original de setembro de 2019”, pontua a montadora, em nota.

Continuar lendo

Latin NCAP refaz teste com Hyundai HB20 e rebaixa nota para uma estrela

O Latin NCAP anunciou um novo resultado para a avaliação de segurança da segunda geração do Hyundai HB20. No chamado “teste de auditoria”, em que a entidade adquire um exemplar anonimamente em uma loja da marca, o compacto foi apontado como menos seguro que o primeiro modelo submetido ao impacto. A nota na proteção de adultos ficou em uma estrela três a menos que na aferição original (leia aqui), feita com um veículo cedido pela marca coreana.

Continuar lendo

Euro NCAP terá novo protocolo que poderá reduzir nota de carros pesados

Responsável por avaliar a segurança dos veículos vendidos na Europa, o Euro NCAP anunciou uma mudança em seu protocolo de testes. Quando entrar em vigor, ele colocará carros para colidir contra uma barreira deformável móvel que simula outro veículo, aumentando o grau de realismo das batidas e suas consequências. Essa alteração deve “prejudicar” a nota de modelos maiores e mais pesados. Também estão previstas modificações em outras frentes, bem como a utilização de dummies mais avançados, chamados Thor. Segundo o Laboratório de Pesquisas de Transportes (Transport Research Laboratory), que gerencia os ensaios da entidade, a mudança é “a maior alteração já feita, durante a última década, nos protocolos dos testes de impacto”.

Continuar lendo

Como prometido, Volvo começa a limitar velocidade de carros em 180 km/h

Como anunciado há um ano (leia aqui), a Volvo aplica agora um limitador de velocidade de fábrica para toda sua gama. Porém, diferentemente do que acontece com as marcas alemãs, em que a final chega a 250 km/h, a sueca optou por um valor bem mais baixo: 180 km/h. A medida é mais uma da série de ações da companhia para zerar os acidentes com vítimas fatais envolvendo seus veículos.

Continuar lendo

Jeep Wrangler “tomba” em teste de colisão frontal nos Estados Unidos

Depois de obter apenas uma estrela no teste de colisão da Euro NCAP (leia aqui), a nova geração do Jeep Wrangler está envolvida em outra polêmica quanto à segurança dos passageiros. Avaliado pelo Instituto das Seguradoras pela Segurança Viária (IIHS), entidade mantida por seguradoras nos Estados Unidos, o modelo acabou tombando para o lado após ser submetido a impacto contra uma barreira fixa. De acordo com o IIHS, o utilitário passou por duas simulações, tendo o mesmo comportamento em ambas.

Continuar lendo

Controle de estabilidade (ESP) já equipa 44% dos veículos novos no Brasil

Lançado em setembro, Onix tem ESP de série

Obrigatório na Europa desde 1º de novembro de 2014, o controle de estabilidade (ESP), vai, aos poucos, se popularizando no Brasil. Ainda distante de ser um item padrão, o equipamento de segurança foi disponibilizado em 44% dos veículos emplacados no Brasil em 2019, segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Em 2010, a participação era de apenas 7%, sendo um item praticamente reservado a veículos premium. No Brasil, ele passou a ser exigido em projetos novos a partir desse ano, tornando-se obrigatório para todos os veículos em 1º de janeiro de 2022.

Continuar lendo

Latin NCAP: Normas de segurança evitariam 60 mil mortes anuais em seis países

De acordo com o Latin NCAP, que avalia a segurança ativa e passiva dos veículos comercializados na América Latina, cerca de 60 mil mortes seriam evitadas, anualmente, caso fossem seguidas as normas da Organização das Nações Unidas (ONU). A estimativa considera as frotas de apenas seis países da região: Argentina, Brasil, Mexico, Colômbia, Equador e Uruguai. A entidade aponta que a adoção de seu selo como padrão obrigatório na venda de automóveis do continente auxiliaria a reduzir os óbitos nas estradas locais.

Continuar lendo

Latin NCAP aumenta nota da Ford Ranger e rebaixa do Mitsubishi Eclipse Cross

O Latin NCAP anunciou a atualização das notas de dois modelos já avaliados previamente. No caso da Ford Ranger, testada originalmente em 2016 (leia aqui e aqui), a classificação foi melhorada. Já o Mitsubishi Eclipse Cross, que foi nacionalizado recentemente (leia aqui), houve um rebaixamento na qualificação, em comparação com a obtida pelo SUV no ano passado (leia aqui).

Continuar lendo

Latin NCAP: Corolla tem nota máxima; HB20 tem quatro estrelas e Renault decepciona

O Latin NCAP divulgou resultados de mais uma série de testes de segurança realizados na Alemanha, com veículos comercializados na América Latina. O melhor desempenho da rodada foi do Toyota Corolla, que obteve nota máxima na proteção de adultos e crianças. O Hyundai HB20 veio logo atrás, com quatro e três estrelas, respectivamente, alcançando nota pior que a do rival direto Chevrolet Onix (leia aqui). A grande decepção, porém, veio para os Renault Logan, Sandero e Stepway, que conquistaram só uma estrela em uma primeira avaliação e posteriormente melhoraram a classificação. Todavia, a entidade identificou diferenças entre as unidades produzidas na Colômbia e no Brasil/Argentina, com menor segurança para os veículos feitos no Mercosul. Indisponível por aqui, o sedã Peugeot 301 também foi testado.

Continuar lendo

Argentina torna cinto de três pontos obrigatório para ônibus intermunicipal

[Imagem ilustrativa]

O transporte intermunicipal na Argentina ficará mais seguro. O Ministério dos Transportes do país vizinho tornou obrigatório o cinto de três pontos para ônibus que fazem linhas “interurbanas” por lá. Mas não basta que o equipamento esteja presente: os passageiros terão de usá-lo durante todo o trajeto, à exceção de momentos de circulação entre os assentos e uso do banheiro, sob risco de multa.

Continuar lendo

Latin NCAP detalha novo protocolo, que inclui teste do alce e mudança nas notas

Conforme adiantado em setembro (leia aqui), o Latin NCAP adotará protocolo mais rigoroso em seus testes de segurança a partir de 10 de dezembro. Além de contar com regras mais rígidas para obtenção da nota máxima, o regulamento torna obrigatório o teste do alce, que ficou famoso por “reprovar” modelos como a primeira geração do Mercedes-Benz Classe A e, mais recentemente, a Toyota Hilux. De quebra, a pontuação foi trocada, alinhando-se à adotada na Europa. O novo “sistema” ficará em vigor até 2023.

Continuar lendo

Projeto de Lei prevê exigência de crash test antes de lançamento no Brasil

O impacto público gerado pelos resultados em testes de colisão feitos pelo Latin NCAP enfim chegou às autoridades brasileiras. Avaliados pela entidade independente geralmente após já estarem em circulação, os veículos produzidos na região podem ter de passar, obrigatoriamente, pelas simulações da organização antes de chegarem às lojas. É o que pretende o Projeto de Lei do Senado (PLS) 152/2017 do senador Elmano Férrer (Podemos-PI), aprovado recentemente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Continuar lendo

Latin NCAP: Volkswagen Tiguan e Jetta alcançam nota máxima

O Latin NCAP divulgou os resultados de mais uma série de simulações de impacto com veículos comercializados na América Latina. Dos três modelos avaliados, dois alcançaram nota máxima: os Volkswagen Jetta e Tiguan, ambos feitos no México e também disponibilizados no Brasil. O terceiro testado foi o indiano Ford Figo, irmão do Ka, que não obteve quatro estrelas.

Continuar lendo

Hyundai apresenta airbag central

Após desenvolver um airbag para tetos solares, destinado a proteger os ocupantes em casos de capotamento (leia aqui), a Hyundai anuncia agora a criação de uma bolsa inflável central dianteira. Posicionada entre os bancos, ela tem como funcionalidade a proteção dos ocupantes em colisão lateral, evitando que eles colidam entre si. A solução é similar à apresentada pela General Motors em 2011 (leia aqui).

Continuar lendo

Latin NCAP promete testes mais rigorosos a partir de dezembro

O Latin NCAP anunciou uma nova mudança em seu protocolo para simulações de impacto e avaliação de segurança dos veículos comercializados na América Latina. Segundo a entidade, ficará mais difícil conquistar a nota máxima de cinco estrelas de proteção para adultos e crianças. Entre as novidades, está a realização do famoso “teste do alce”. As novas regras entram em vigor no dia 10 de dezembro.

Continuar lendo

Chevrolet Onix Plus alcança nota máxima no Latin NCAP; Chery Tiggo 3 zera pontos

O Latin NCAP divulgou outra rodada de testes de colisão com veículos comercializados no mercado latino-americano. A apresentação do resultado coincidiu com o dia de lançamento do Onix Plus (leia aqui), que foi avaliado pela entidade. O sedã da Chevrolet obteve cinco estrelas para proteções de adultos e crianças, superando inclusive o irmão mais caro Cruze (leia aqui). O Chery Tiggo 3, outro produto submetido aos ensaios e que não é vendido mais no Brasil, obteve zero estrela.

Continuar lendo

Latin NCAP avalia Toyota Hilux/SW4, Nissan Frontier e Chevrolet Cruze

O Latin NCAP divulgou os resultados da última rodada de simulações de colisão de quatro veículos comercializados no Brasil, todos eles produzidos na Argentina. A Toyota Hilux e o SW4 alcançaram nota máxima de segurança para adultos e crianças, enquanto o Chevrolet Cruze obteve cinco estrelas no primeiro quesito e quatro no segundo. Já a Nissan Frontier somou quatro nos dois parâmetros.

Continuar lendo

Reino Unido estuda banir uso de celulares também por viva-voz

[Foto: DoutorMultas.com.br]

Proibido em vários países em todo o mundo, o manuseio do celular ao volante é apontado como causa para de acidentes por distração. Mas o Reino Unido, onde a prática foi banida em 2003, quer dar um passo além com relação à utilização dos aparelhos móveis por motoristas. A Câmara dos Comuns, equivalente à Câmara dos Deputados no Brasil, avalia a aprovação de um projeto de lei que impede também chamadas de viva-voz. No texto, a justificativa para sua validação é que esse tipo de ligação cria os mesmos riscos gerados por aquelas em que o condutor ocupa uma das mãos.

Continuar lendo

Latin NCAP adverte “propaganda enganosa” de Fiat e Renault com airbags laterais

Airbag “alongado” (acima) não é oferecido no Brasil

O Latin NCAP, entidade independente que avalia a segurança de veículos na América Latina mediante simulações de impacto, alertou Renault e Fiat por “propaganda enganosa” em seus sites na Argentina. A organização apontou que as marcas apresentam airbags laterais mais abrangentes na publicidade de modelos como Kwid e Cronos, quando na verdade as bolsas infláveis da dupla protege uma área menor. Não houve uma posição oficial das montadoras a respeito.

Continuar lendo

Estudo indica que airbag para joelhos pode aumentar risco de lesões

Apesar de ainda não ser tão comum no mercado nacional, o airbag para os joelhos do motorista é um equipamento bem difundido em países desenvolvidos. Mas sua eficácia vem sendo questionada pelo Instituto de Seguros para Segurança de Rodovias (IIHS), fundado por seguradoras, que avalia a proteção oferecida pelos veículos comercializados nos Estados Unidos. Um estudo realizado pela entidade aponta que esse tipo de bolsa inflável reduz o risco de ferimentos em apenas 0,5 ponto percentual e, em alguns casos, pode inclusive aumentar as chances de lesões.

Continuar lendo