Dodge Durango ganha variação esportiva SRT


dodge-durango-srt-01Com um perfil mais esportivo que o do Grand Cherokee – ainda que o Jeep já tenha uma versão SRT e esteja perto de ganhar uma ainda mais agressiva chamada Hellcat -, o Dodge Durango enfim recebe o tratamento do braço de alto desempenho da FCA Fiat Chrysler. Agora adornando a sigla em um acabamento, o SUV passa a dispor também de 481 cv como o irmão. Ele faz sua estreia no Salão de Chicago, com vendas começando apenas no último trimestre.

Como no Grand Cherokee SRT, o Durango SRT adota o 6.4 V8 Hemi sob seu capô. Retrabalhado, ele entrega 481 cv e 64,8 kgfm de torque às quatro rodas mediante o câmbio automático de oito marchas. Segundo a Dodge, é força suficiente para acelerar o SUV de zero a 100 km/h em 4,4 segundos, com quarto de milha (402 metros) cumprido em 12,9 s – e homologado pela NHRA, entidade de hot-rods americana. Para efeito de comparação, o Bentley Bentayga, mais rápido do mundo na categoria, realiza a mesma prova em 11,9 s.

dodge-durango-srt-02

Mas o propulsor não é o único destaque do SRT. Além dele, o utilitário-esportivo recebeu amortecedores ajustáveis Bilstein e molas mais rígidas em 16% na traseira e 3% na dianteira. A suspensão posterior ganhou ainda uma barra estabilizadora 18% mais firme. Os freios Brembo ficam escondidos sob as rodas de 20 polegadas, exclusivas da versão. Visualmente, aliás, há que se destacar os apliques na carroceria, como saias e tomadas de ar do capô, além do interior com quadro de instrumentos digital e detalhes em fibra de carbono.

dodge-durango-srt-03

Há ainda o seletor de condução que agrega os modos Sport e Track, com nomes bem sugestivos. O primeiro diminui o tempo de trocas de marcha pela metade em relação aos demais programas, destinando 65% da força ao eixo traseiro. No segundo, o percentual sobe para 70%, enquanto as mudanças acontecem em apenas 160 milissegundos. As demais configurações seguem disponíveis: Snow, para pisos escorregadios; Tow, para melhor conduzir reboques; Eco, com foco na redução de consumo; e Valet, para quando o carro for deixado com manobristas.

No lado de dentro, onde um bom gearhead passa a maior parte do tempo, o SRT ganhou um volante esportivo com base plana, quadro de instrumentos digital, sistema multimídia Uconnect com tela de 8,4 polegadas.

Anúncios

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s