Jeep Compass híbrido chega por R$ 349.990


Cumprindo a promessa feita em 2020 (leia aqui), a Jeep deu início às vendas da variação híbrida do Compass no Brasil. Importada da Itália, a versão se chama 4xe, em alusão ao sistema de propulsão parcialmente elétrico e à disponibilidade de tração nas quatro rodas. O modelo promete consumo médio de até 25,4 km/l e autonomia superando os 900 km, mas vem em acabamento único, chamado Série S. O preço sugerido é de R$ 349.990.

Visualmente, o 4xe não tem tantas mudanças em relação ao Série S movido a diesel produzido no Brasil. As principais diferenças estão nos emblemas com contorno azul e na pintura preta usada nas rodas exclusivas de 19 polegadas, nos logotipos, no teto, nas colunas A e no friso que envolve a parte superior das janelas. O híbrido tem quatro opções de cor específicas: azul Shade (das fotos), branca Alpine, prata Glacier e preta.

Por dentro, as mudanças entre o 4xe o Série S nacional são apenas de equipamento. No híbrido, a central multimídia Adventure Intelligence, com tela de 10,1 polegadas, ganha novas funções devido ao sistema de propulsão. Entre os recursos, estão a exibição do fluxo de energia dos motores, da carga da bateria e de locais propícios para a reposição de energia. Outros diferenciais da lista de itens são o sistema de visão externa em 360 graus por câmeras e o aparelho de som Alpine com oito alto-falantes, um subwoofer e 506 watts de potência.

O propulsor a combustão do sistema híbrido é o 1.3 Turbo a gasolina de 180 cv e 27,5 kgfm, que serve de base para o Turbo Flex nacional. No Compass 4xe, ele conta com um gerador para sistemas auxiliares. O outro motor do conjunto é o elétrico de 60 cv e 25,5 kgfm, responsável por impulsionar as rodas traseiras. Ao todo, são 240 cv disponíveis nas quatro rodas.

A bateria do 4xe tem 11, kW de capacidade, o que, segundo a Jeep, é suficiente para que o Compass percorra até 44 km sem usar gasolina. Utilizando-se os dois propulsores, o percurso chega a estimados 927 km, o que se reflete em média de 25,4 km/l na cidade. Na estrada, o consumo homologado é de 24,2 km/l. Para recarregar as células, há um cabo de alimentação externo. O tempo varia de acordo com a fonte e a tensão: em tomadas domésticas, de 110 ou 220 volts, a reposição completa leva de quatro a 20 horas. No Wallbox de 7,4 kW, gratuito para os 40 primeiros compradores do modelo, varia de 1,3h a 9h.

A Jeep informa que o Compass 4xe tem garantia de cinco anos para a bateria e três para os demais elementos do veículo. O híbrido tem plano de revisões com intervalos de 15 mil quilômetros, já com valores tabelados: R$ 652 para a primeira (15 mil km), R$ 1.056 para a segunda (30 mil km), R$ 652 para a terceira (45 mil km), R$ 1.982 para a quarta (60 mil km) e R$ 890 para a quinta (75 mil km).

Os rivais do Compass 4xe são, principalmente, os Toyota Corolla Cross e RAV4.

Publicidade

E VOCÊ, O QUE ACHOU DESTA NOTÍCIA?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s