Cadillac apresenta CT4-V e CT5-V

Cadillac CT4-V

A tradicional variação esportiva V da Cadillac acaba de chegar aos seus dois sedãs mais recentes. Depois do CT6 (leia aqui), é a vez de CT4 e CT5 receberem o acabamento mais nervoso, que surgiu em 2004. Ambos chegam às lojas da marca nos Estados Unidos ainda em 2019. Chama atenção o fato de a versão V ter sido a escolhida para marcar a estreia do CT4 no mercado.

Continuar lendo

Anúncios

Cadillac detalha sedã CT5

Há um mês (leia aqui), a Cadillac divulgou as primeiras imagens do CT5, que por ora atuará como seu sedã de acesso – ao menos até a chegada do CT4 (leia aqui). Agora, a marca de luxo divulga mais detalhes sobre o modelo, principalmente em termos mecânicos. Apesar do porte grande, equivalente ao do BMW Série 5, a empresa garante que ele atuará na faixa mais baixa em termos de preço, combatendo Audi A4 e Mercedes-Benz Classe C.

Continuar lendo

Cadillac confirma sedã CT4

Cadillac CT5 (acima) deve influenciar irmão menor

A Cadillac deixou claro, há anos, que seu antigo trio de sedãs, composto por ATS, CTS e XTS, seria substituído por apenas dois modelos (leia aqui). Com o CT6 já no topo da gama (leia aqui) e o CT5 tendo as primeiras fotos divulgadas nessa semana (leia aqui), a marca de luxo da General Motors parece ter voltado atrás, mesmo com a tendência de queda da categoria nos Estados Unidos. À agência Automotive News, o presidente da empresa, Steve Carlisle, confirmou que haverá um terceiro produto, chamado CT4, para ocupar a faixa de acesso. Ele estreia ainda em 2019.

Continuar lendo

Cadillac adota nomenclatura de motores por torque, como Volkswagen

A Cadillac anunciou a adoção de um novo sistema de batismos para diferenciar suas motorizações. Assim como a Volkswagen, a marca norte-americana utilizará o torque para classificar propulsores com o mesmo deslocamento, mas energias geradas diferentes. A estreia acontecerá na linha 2020 da gama, começando pelo crossover XT6, lançado em janeiro (leia aqui).

Continuar lendo

General Motors dispensa quatro mil funcionários de fábricas nos EUA

A reestruturação da General Motors na América do Norte segue firme (leia aqui). Prevendo fechar cinco fábricas na região, quatro no Estados Unidos e uma no Canadá, o plano agora se reflete em novas demissões. Depois de dispensar 1,5 mil funcionários em dezembro, a gigante anunciou que outras quatro mil pessoas perderão seus empregos nos próximos dias. A previsão é que, ao final dos cortes, o número chegue a 15 mil.

Continuar lendo

General Motors apostará nos carros elétricos e deixará híbridos “de lado”

A General Motors acredita, de fato, que o futuro automotivo é elétrico. Mas, segundo o InsideEVs, a gigante de Detroit não inclui os híbridos em seus planos de longo prazo, apostando todas as suas fichas nos “zero emissões puros”. A informação se baseia nas declarações do presidente da GM, Mark Reuss, ao site, dando a entender que os modelos com propulsão mista são desnecessários. “Não se pode gastar dinheiro para forçar o cliente a carregar coisas extras que talvez ele não precise”, disse.

Continuar lendo